A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ana Azevedo1 Sistema de Comunicação ICT Existe um sistema mundial de comunicação de ICT que suporta gestão do conhecimento científico. É neste contexto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ana Azevedo1 Sistema de Comunicação ICT Existe um sistema mundial de comunicação de ICT que suporta gestão do conhecimento científico. É neste contexto."— Transcrição da apresentação:

1 Ana Azevedo1 Sistema de Comunicação ICT Existe um sistema mundial de comunicação de ICT que suporta gestão do conhecimento científico. É neste contexto que a ICT é produzida, armazenada, distribuída e reproduzida.

2 Ana Azevedo2 Sistema de Comunicação ICT Características: (Bonitz, 1991) –Princípio da holografia: A ICT comporta-se de forma holográfica estando armazenada por toda a parte do sistema de comunicação de IC - Princípio da máxima rapidez: Cada unidade de informação chega ao seu destino no mais curto espaço de tempo

3 Ana Azevedo3 Sistema de Comunicação ICT A comunicação de ICT desenvolveu-se num sistema auto-organizado Os cientistas agem inconscientemente como guiados por regras simples A informação tem um valor potencial caracterizando-se por: –valor transitório / ocasional –valor subjectivo

4 Ana Azevedo4 Sistema de Comunicação ICT Constata-se que: èDiferem os comportamentos de pesquisa de informação èDifere o material consultado èDifere a avaliação que os utilizadores fazem das fontes e dos serviços

5 Ana Azevedo5 Sistema de Comunicação ICT Factores subjectivos: –sendo os sistemas sociais regidos por leis objectivas estas só funcionam por acção das pessoas Factores intrínsecos à actividade –Engenheiro como técnico ou cientista?

6 Ana Azevedo6 Engenheiro Comportamento de pesquisa PINELLI (1991) Engenheiro e Cientista não são sinónimos considerando o contexto de trabalho e os objectivos pessoais e profissionais Daí decorrem, consequentemente, comportamentos e práticas de pesquisa diferentes.

7 Ana Azevedo7 Engenheiro Comportamento de pesquisa A prática científica é uma actividade introvertida, estuda problemas gerados internamente por discrepâncias lógicas ou por observações anómalas não integráveis nos quadros teóricos A Tecnologia é uma actividade extrovertida, procura soluções para problemas e termina aí. O resultado é um produto, serviço ou processo.

8 Ana Azevedo8 Engenheiro Comportamento de pesquisa Cientistas usam informação para produzir informação input verbal output verbal Engenheiros usam informação para produzir um produto que contém informação input verbal output objectivado

9 Ana Azevedo9 Engenheiro Comportamento de pesquisa Os Engenheiros: Trabalham com constrangimentos de tempo Procuram obter respostas aceitáveis para questões específicas e não colecções de documentos Preferem canais informais de informação Baseiam-se no método da experiência e erro

10 Ana Azevedo10 Engenheiro Comportamento de pesquisa Na Biblioteca procuram: manuais, normas, especificações e relatórios técnicos Não utilizam as bibliotecas tradicionais A acessibilidade das fontes é um critério básico no seu uso A acessibilidade é influenciada pela experiência

11 Ana Azevedo11 Engenheiro Comportamento de pesquisa

12 Ana Azevedo12 Engenheiro Comportamento de pesquisa Gatekeeper pessoas por quem passa o centro da comunicação numa organização e que funciona também como o principal disseminador da informação

13 Ana Azevedo13 Fontes primárias Documento original resultante da investigação Relação directa entre o autor da investigação e do documento

14 Ana Azevedo14 Academia invisível Grupo de investigadores que está, num dado momento, a trabalhar no mesmo problema ou área de pesquisa e troca frequentemente informação, não estruturada, e por processos informais. Um grupo pequeno e poderoso de investigadores, muito activos e um grupo maior colaboradores menos estável e forte.

15 Ana Azevedo15 Fontes primárias Publicações periódicas Teses Monografias Relatórios Comunicações Patentes

16 Ana Azevedo16 Periódicos Meio por excelência de registo da informação corrente que não deve ser guardada por fins comerciais ou legais. Tipos Académico Profissional Comercial

17 Ana Azevedo17 Periódicos Full paper Short paper Preliminary Reviews Book reviews Comments Announcements

18 Ana Azevedo18 ACADÉMICO Cobrem uma área específica Artigos de grande qualidade Publicados por uma editora comercial mas ligados a instituições prestigiadas. Publicação é prestigiante para o autor e a sua instituição. Mechanical Engineering / Journal of Construction Steel Research

19 Ana Azevedo19 Profissionais Proceedings ou Transactions = Académicos IEEE Transactions / Proceedings of the Institution of Mechanical Engineering Serviço de difusão de informação corrente Acontecimentos; tecnologia; legislação, etc Engineering Management (IEE) Professional Engineering (IME)

20 Ana Azevedo20 Comerciais Literatura importante no comércio e indústria Pode incluir: artigos originais científico ou técnicos / estatísticas / informação de mercados / preços / publicidade / legislação The Engineer / Computer weekly / Promofluid

21 Ana Azevedo21 Periódicos Circulação controlada-Construction Europe House Journals - Gaslife Jornais Newsletters Periódicos electrónicos

22 Ana Azevedo22 Periódicos Onde pesquisar? Ulrichs International Periodicals Directory Standard Periodical Directory EBSCOs Serials Directory

23 Ana Azevedo23 Conferências Excelente forum para ouvir e discutir os novos desenvolvimentos e ideias apresentadas nas comunicações. Devotada a uma área específica / uma área multidisciplinar / acompanhada por feiras Actas podem conter todas as comunicações ou só uma selecção

24 Ana Azevedo24 Conferências Onde pesquisar? Conference Papers Index Directory of Published Proceedings Index to Scientific & Technical Proceedings EventLine

25 Ana Azevedo25 Dissertações Disponibilizam informação original versando investigação madura sobre um assunto muito específico. Contém, geralmente, uma boa revisão da literatura Pesquisam-se em: Dissertation Abstracts British Reports, Translations and Thesis

26 Ana Azevedo26 Relatórios Contém informação relativa a investigaçãp experimental expressa posteriormente em dados estatísticos, propriedades de materiais e resultados de testes. São instrumentos cruciais de transferência tecnológica. Podem fazer parte de linhas editoriais de intituições

27 Ana Azevedo27 Relatório Documento de resposta tendo um público alvo em vista. Divulgação rápida e actuallizada. Normalmente redigido segundo normas BS4811. Contém informação muito detalhada

28 Ana Azevedo28 Relatórios Identificados por um código e número de acesso. Exemplos: –AD Documentos ASTIA-Armed Services Technical Information Agency –PB Publications Board NTIS-National Technical Information Service –N Documento da NASA-National and Aeronautics Space Administration

29 Ana Azevedo29 Relatórios GRA&I - Governement Reports Annoucements and Index da NTIS Actualizado quinzenalmente Produção anual de cerca de trabalhos NTIS Alert -publicados quinzenalmente incidem sobre informação sobre 200 tópicos

30 Ana Azevedo30 Relatórios STAR - Scientific and Technical Aerospace Reports da NASA - quinzenal Contrator / grantee reports / issued by other government agencies / patents / dissertations engineering / communications / electronics / electrical enginerring / heat transfer / mechanical engineering / instrumentation

31 Ana Azevedo31 Relatórios BRTT - British Reports, Translations and Thesis - mensal SIGLE - System for Information on Grey Literature - European Association for Grey Literature TIB - Technische Informations Bibliothek TIBQUICK fornece 3.8 milhões de docs

32 Ana Azevedo32 Normas Especificações aprovadas oficialmente por organismos de normalização Referem-se a: métodos de teste, terminologia, requisitos de construção, códigos de práticas. Identificadas usualmente por um código alfanumérico

33 Ana Azevedo33 Normas ISO - International Organization for Standardization Federação Nacional de organizações nacionais de normalização 2832 grupos técnicos peritos Cobre todos os campos menos engenharia electrónica

34 Ana Azevedo34 Normas IEC International Electrotechnical Commission ISO/IEC CEN - Euopean Committee for Standardization inclui EFTA (European Free Trade Association) e a CENELEC (European Committee for Electrotechnical Standards)

35 Ana Azevedo35 Normas ANSI - American Standards Institute –ASTM / ASME BSI - British Standards Institut AFNOR - Association Française de Normalization DIN - Deutsches Institut fur Normung IPQ

36 Ana Azevedo36 Patentes Registo de resultados de investigação que tem valor comercial Autorização ao autor/investigador de ter o monopólio de exploração comercial do invento por um período determinado de tempo. Registo é um processo complicado e moroso.

37 Ana Azevedo37 Patentes Para ser patenteada uma invenção tem de ser: –Nova –Integrar um passo inventivo –Ter uma aplicação comercial –Não estar incluida num grupo seleccionado que impede de ser patenteado

38 Ana Azevedo38 Patentes Onde pesquisar? CLAIMS EPO Databases INPADOC JAPIO USPA INPI

39 Ana Azevedo39 Patentes Onde pesquisa? CASSIS FIRST WORLD PATENT INDEX QUESTEL-ORBIT IPI

40 Ana Azevedo40 Fontes secundárias Informação sobre a localização de informação primária Serviços de resumo e indexação Índices Bases de dados Catálogos

41 Ana Azevedo41 Abstracts INDEX AND ABSTRACT DIRECTORY Engineering Index Civil and Structural Engineering Abstracts Electronics and Communications Abstracts Materials Science and Engineering Abstracts PASCAL

42 Ana Azevedo42 Reviews Advances in Applied Mechanics Advances in Chemical Engineering Advances in Computer Annual Review of Fluids Mechanics Annual Review of Materials Science Progress in Construction Science Recent Advances in Engineering Science

43 Ana Azevedo43 Obras de referência Guias - Guide to MaterialsEngineering Data Information Enciclopédias - The McGraw-Hill Encyclopedia of Science and Technology / Encyclopedia of Materials Science and Engineering Dicionários - Industrial Engineering Terminology

44 Ana Azevedo44 Obras de referência Manuais - Bolz and Tuve / Kutz / Perrys Directórios - Dawson top 3000 Directories / European Sources of Scientific and Technical Information /Directory of EEC information sources Informação biográfica - Whos Who in Science and Engineering

45 Ana Azevedo45 Bases de dados Gerais : Science Citation Index / Dissertation Abstracts / Current Contents / Index to Scientific and Technical Proceedings / NTIS / Standards Especializadas: Compendex / Inspec / Iconda / ISMEC / Metadex /Water Resources Abstracts / CITIS

46 Ana Azevedo46 Bases de dados Estrutura do registo –Dependente da base de dados Procedimentos de Indexação –Manual / Automática - Word / Phrase Comandos Operadores Sintaxe

47 Ana Azevedo47 Estrutura do registo Base de referência Base de texto integral Directório Base de dados numéricos

48 Ana Azevedo48 Comandos Find / Search Show Mark Print / Download Change database Restart Exit

49 Ana Azevedo49 Operadores Lógicos: AND / OR / NOT Adjacência: Near Inclusão: With Limite: IN Truncatura: $ Substituição: ?

50 Ana Azevedo50 Estratégias de pesquisa Construção de equações de pesquisa o mais precisas possível: ((Digital Near1 Librar? And Planning) Not Public Near1 Librar?)) And (Universit? in de Or College? in de Or High School? In de) And py>1990

51 Ana Azevedo51 Estratégias de pesquisa Optar por linguagem natural ou controlada Linguagem natural mais próxima do utilizador Mais adequada para áreas de investigação ainda em desenvolvimento Problema da sinonímia, e polissemia

52 Ana Azevedo52 Linguagem controlada Coerência: um conceito é sempre representado pelo mesmo termo Índices: listas ordenadas de termos de acesso Tipos: Autor / Descriptor / Títulos / Formas

53 Ana Azevedo53 Thesaurus Instrumento de indexação Relações categoriais Relações semânticas Relações de equivalência

54 Ana Azevedo54 DIALOG B (BEGIN) - activa uma base de dados S (Select) - realiza a pesquisa T (type) - visualiza os registos indicados no formato indicado D (display) - visualiza os registos um a um RF (ordena por ordem descendente)

55 Ana Azevedo55 DIALOG Save temp - memoriza uma pesquisa EXS - executa a pesquisa memorizada E (expand) - fornece todas as ocorrências a partir de um radical L (logoff) - desliga

56 Ana Azevedo56 DIALOG HELP Help expand Help file 35 Help field 47 Help format 155 Help rates

57 Ana Azevedo57 Assuntos básicos Modelos de produção e uso da informação Conhecimento e manipulação das fontes de informação Auxiliares de tratamento da informação Aspectos éticos Normas


Carregar ppt "Ana Azevedo1 Sistema de Comunicação ICT Existe um sistema mundial de comunicação de ICT que suporta gestão do conhecimento científico. É neste contexto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google