A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PRESERVAR E RECUPERAR O MEIO AMBIENTE Poluição e degradação dos recursos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PRESERVAR E RECUPERAR O MEIO AMBIENTE Poluição e degradação dos recursos."— Transcrição da apresentação:

1 PRESERVAR E RECUPERAR O MEIO AMBIENTE Poluição e degradação dos recursos

2 Questões-problema? Que actividades humanas têm contribuído para a poluição do planeta? Que factores têm condicionado o desenvolvimento da população humana ao longo do tempo? Capítulo 1.1. contaminante s da atmosfera, solo e água, e seus efeitos fisiológicos Quais os principais contaminantes do ar, água e solo? Quais os impactos ao nível dos ecossistemas, e da saúde?

3 Poluente/Contaminante

4 1) Substância que se decompõe, perdendo as suas propriedades químicas nocivas em contacto com o meio ambiente. É uma qualidade que se exige de determinados produtos (detergentes, sacos de papel, etc.) 2) Produtos susceptíveis de se decompor por microorganismos 3) Um grande número de substâncias dispersas no meio ambiente são instáveis. Em muitos casos, os microorganismos, bactérias desempenham um papel activo nessa decomposição; diz-se então que a substância é biodegradável

5

6 Muitos compostos tóxicos acumulam-se no organismo (metais pesados, etc.). Bioacumulação

7 Na maioria das situações, os sintomas só aparecem quando os poluentes estão em elevadas concentrações. Toxicidade Definida pela dose letal (quantidade de composto que provoca a morte a 50% de uma dada população de organismos). Depende da: frequência duração

8 Toxicidade aguda A toxidade aguda – é a dose de substância que provoca a morte imediata (em 24 horas) em cada um de dois elementos de uma espécie. A toxidade aguda de uma substância exprime-se pela dose letal a 50% (DL 50 ).

9 Toxicidade crónica A toxidade crónica de uma determinada substância é mais difícil de quantificar e pode originar perturbações mas não a morte imediata. O perigo para o indivíduo reside, portanto, nos efeitos acumulados a longo prazo (por exemplo, metais pesados como mercúrio, o chumbo e o níquel).

10 Escala de toxicidade A toxidade aguda é medida pelos índices DL 50 (dose letal) e CL 50 (concentração letal).

11 DL 50 representa a quantidade de substância, expressa em mg por kg de massa corporal do animal, que mata 50% dos animais a ela expostos. As determinações são feitas em animais e os resultados extrapolados para a espécie humana.

12 Escala de toxicidade A partir das definições de DL 50 (dose letal) e CL 50 (concentração letal), pode concluir-se que: - um produto químico que apresente um valor baixo para DL 50 ( por exemplo, 5 mg/kg ) é altamente tóxico; - um produto com DL 50 de 1000 a 5000 mg/kg é considerado praticamente não tóxico.

13 Pode dever-se a: A poluição da água é extremamente grave, pois esta é um dos elementos fundamentais à vida. eutrofização (natural e cultural) sedimentos derramamentos de substâncias perigosasderramamentos de substâncias perigosas

14 Cronologia das marés negras GOOGLE EARTH 1967: Ocorreu ao largo da Cornualha. E foi originado pelo naufrágio do petroleiro Torrey Canyon que perdeu toneladas de crude que se propagou ao longo de 100 milhas. 19 de Dezembro 1972: O petroleiro "Sea Star" afunda-se no golfo de Omã e liberta 115 mil toneladas de petróleo 1975 : O Jacob Maersk encalhou libertando cerca de 88 mil toneladas de petróleo (mais que o Prestige). 1976: O "Olympic Bravery", um petroleiro francês com 250 mil toneladas de carga que tinha encalhado dois meses antes (24 de Janeiro) na costa norte de Ouessant, no Noroeste da França, parte-se em dois por ocasião de uma tempestade. Foram necessários três meses para limpar a costa. 1978: Na costa francesa um dos maiores desastres ocorreram com o Amoco Cadiz

15 Cronologia das marés negras GOOGLE EARTH 1979: Um poço de extracção submarina, no campo Intox one ao largo do México, explodiu. Ficou a derramar petróleo durante nove meses. Estima-se que, pelo menos, 350 mil toneladas de crude tenham sido derramadas no Golfo do México. 1989: O maior desastre com petroleiros na história dos Estados Unidos da América provocou o derramamento de toneladas de crude. E foi provocado pelo petroleiro Exxon Valdez que encalhou num recife em Prince William Sound, Alaska, na noite de 24 de Março de de Novembro de 2002: O petroleiro "Prestige", seguindo da Letónia para Gibraltar, começa a derramar fuel-óleo ao largo da costa da Galiza. Na manhã do dia 19 afunda-se a cerca de 200 quilómetros de Espanha. 295 quilómetros de praias galegas são contaminadas por quatro mil toneladas de combustível e a pesca é proibida ao longo de cem quilómetros. Casos portugueses Casos portugueses 1989: Quando uma colisão do Marão pintou de negro a costa de Sines, S. Torpes e Porto Covo com toneladas de hidrocarbonetos. 1990: O Argon derramou toneladas de crude na zona de Porto Santo, Madeira. O crude foi derramado pelo petroleiro espanhol "Aragón". A mancha a cem milhas da ilha chegou a Porto Santo pouco degradada, devido ao mar calmo. Os técnicos consideraram que o acidente teve origem numa fractura da estrutura metálica, afectada pela corrosão.

16 Eutrofização A poluição da água, elemento fundamental à vida, é extremamente grave. Eutrofização (natural e cultural) O aumento de [nutrientes] – descarga orgânica – provoca o desenvolvimento de microrganismos decompositores que consomem o oxigénio, aumentando a carência bioquímica de O 2 (CBO). Os cursos de água recuperam após a descarga, com restabelecimento da maioria das populações de organismos.

17 Nutrientes As plantas em profundidade não recebem luz. Fitoplâncton Turbidez Fotossíntese Oxigénio Alimento Em profundidade aumenta a CBO, principalmente em cursos de água com corrente fraca (lagos, rios, etc.). Ocorre a deposição de sedimentos resultantes da morte de muitos organismos.

18 Sedimentos Desflorestação. Erosão. Agricultura intensiva. Extracção de inerte... Impedem a passagem de luz (fotossíntese). O seu transporte arranca animais e plantas. Afectam o habitat.

19 Introdução de oxigénio artificialmente. Decomposição mais rápida da matéria orgânica. Uso de tubos ou máquinas de agitação de água. Lagoa das Sete Cidades (Açores) Determinaçã o da CBO ao longo da massa de água Combate à eutrofização Tratamentos químicos Remoção das plantasDragagens dos sedimentos Arejamento artificial

20 Exemplos de biampliação GOOGLE EARTH Baía de Minamata Baía de Chesapeake Lagoa das Sete Cidades (Açores)

21 REVISÃO DE CONCEITOS VERDADEIRO OU FALSO? Avaliação formativa Serão apresentadas um conjunto de perguntas de verdadeiro e falso ou resposta múltipla. Cada aluno possui três cartões de cores distintas, azul, preto e verde. Cada pergunta apresenta duas ou três hipóteses, consoante o tipo de pergunta e a cada hipótese de resposta corresponde um cartão com uma determinada cor A cada pergunta corresponde uma resposta e quando solicitado todos os alunos colocarão o cartão na palma da mão, sem que o colega do lado veja, com a cor correspondente à resposta que pensam ser a correcta O objectivo desta dinâmica é fornecer ao professor uma ideia global dos conhecimentos adquiridos durante a aula referente a esta temática.

22 1ª pergunta Observe a imagem e classifique com V (verdadeira) ou F (falsa) a seguinte afirmação: Ocorrem duas descargas de poluentes no rio, em que uma era essencialmente orgânica e a outra de metais pesados e compostos tóxicos Verdadeiro – CARTÃO BRANCO Falso – CARTÃO AZUL 1ª descarga2ª descarga Carência bioquímica de O2 (Valores relativos) Distância Falso

23 2ª pergunta Observe a imagem e classifique com V (verdadeira) ou F (falsa) a seguinte afirmação: A primeira descarga devia possuir um maior teor de elementos como o fósforo, o azoto e o potássio, pois provocou um maior desenvolvimento de fitoplâncton e consequente esgotamento do oxigénio dissolvido à superfície Verdadeiro – CARTÃO BRANCO Falso – CARTÃO AZUL 1ª descarga2ª descarga Carência bioquímica de O2 (Valores relativos) Distância Verdadeiro

24 3ª pergunta Escolha uma das três hipóteses A bioampliação consiste: a)No aumento da concentração de uma substância tóxica num organismo devido à exposição continuada ao mesmo b)No aumento da concentração de uma substância tóxica ao longo de uma cadeia alimentar c)Ambas as respostas a – CARTÃO AZUL b – CARTÃO BRANCO c – CARTÃO PRETO b

25 4ª pergunta Escolha uma das três hipóteses O processo representado na imagem corresponde a : a)Aumento do teor de nutrientes na água com consequente explosão no crescimento de microrganismos e diminuindo a turbidez b)Aumento da taxa fotossintética e aumento da turbidez c)Desenvolvimento do fitoplâncton e diminuição da quantidade de oxigénio na água. a – CARTÃO BRANCO b – CARTÃO AZUL c – CARTÃO PRETO c

26 5ª pergunta Se ocorrer uma diminuição da precipitação quais as possíveis consequências na eutrofização dos rios: a)Aumento da eutrofização b)Diminuição da eutrofização c)Aumento da turbidez e dimuição do teor de nutrientes A a – CARTÃO BRANCO b – CARTÃO AZUL c – CARTÃO PRETO

27 6ª pergunta Uma das soluções para combater os efeitos da eutrofização é: a)Colocação de plantas para permitir uma diminuição de oxigénio dissolvido na água b)Construção de açudes c)Dragagem dos sedimentos e colocação de algas a – CARTÃO BRANCO b – CARTÃO AZUL c – CARTÃO PRETO B

28 7ª pergunta O risco de poluição das águas subterrâneas depende: a)Da vulnerabilidade extrínseca do aquífero e do tipo de poluente b)Da espessura da zona saturada do aquífero e da velocidade das águas subterrâneas c)Da vulnerabilidade intrínseca do aquífero e da forma de lançamento do poluente C a – CARTÃO BRANCO b – CARTÃO AZUL c – CARTÃO PRETO

29 8ª pergunta O aproveitamento das águas subterrâneas tem aumentado muito nos últimos 20 anos devido: a)Ao aumento de lençóis de água b)À degradação da qualidade das águas superficiais c)À facilidade de bombeamento da água a – CARTÃO BRANCO b – CARTÃO AZUL c – CARTÃO PRETO B

30 9ª pergunta Preencha os espaços vazios da seguinte frase: O tipo de poluente será___________perigoso quanto mais móvel e _____________for nos meios saturados e insaturados. a)mais […] temporário b)mais […] persistente c)menos […] persistente a – CARTÃO BRANCO b – CARTÃO AZUL c – CARTÃO PRETO B


Carregar ppt "PRESERVAR E RECUPERAR O MEIO AMBIENTE Poluição e degradação dos recursos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google