A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANO ESTRATÉGICO DE TURISMO DO MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM Maio 2002 Manuel Reis Ferreira Natureza e História no Alentejo Litoral.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANO ESTRATÉGICO DE TURISMO DO MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM Maio 2002 Manuel Reis Ferreira Natureza e História no Alentejo Litoral."— Transcrição da apresentação:

1

2 PLANO ESTRATÉGICO DE TURISMO DO MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM Maio 2002 Manuel Reis Ferreira Natureza e História no Alentejo Litoral

3

4 SITUAÇÃO ACTUAL Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

5 MISSÃO DO PLANO ESTRUTURAR UM DESTINO TURÍSTICO DESENVOLVER UM SISTEMA DE ACTIVIDADES DE TURISMO E LAZER APROVEITAR AS OPORTUNIDADES DO FUTURO VALORIZAR OS RECURSOS E IDENTIDADES LOCAIS Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

6 VISÃO DE FUTURO Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

7 OBJECTIVOS GERAIS DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO –CRIAÇÃO DE EMPREGOS –GERAÇÃO DE RENDIMENTOS QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO –QUALIDADE AMBIENTAL –EQUIPAMENTOS E ACTIVIDADES DE LAZER –DESENVOLVIMENTO CULTURAL SUSTENTABILIDADE –PRESERVAÇÃO DA AUTENTICIDADE LOCAL –DURABILIDADE DOS RECURSOS NATURAIS E CULTURAIS Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

8 FACTORES DE ESTRUTURAÇÃO DO DESTINO TURÍSTICO Atractivos fortes e singulares que motivem a deslocação e a estada das pessoas Actividades que preencham os tempos livres Capacidade receptiva em alojamento e restauração Outras facilidades em infraestruturas, equipamentos e serviços de apoio Acessibilidade em boas condições de comodidade Imagem e notoriedade com elevado nível de reconhecimento nos mercados Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

9 TEMAS-CHAVE DA ESTRATÉGIA TURÍSTICA No interior do sistema turístico local: –Foco para desenvolvimento de produtos –Cobertura territorial –Alvos de mercado Na envolvente do sistema turístico local: –Integração regional –Posicionamento e Marketing Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

10 EIXOS ESTRATÉGICOS EIXO 1 - DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS EIXO 2 - DINAMIZAÇÃO DE EVENTOS EIXO 3 - MARKETING EIXO 4 - FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EIXO 5 - APOIO AO INVESTIMENTO EIXO 6 - SINALIZAÇÃO E INFORMAÇÃO TURÍSTICA Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

11 FOCO PARA DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS PATRIMÓNIO CULTURAL –Animação Cultural –Gastronomia NATUREZA E PAISAGEM –Turismo de Natureza/Ecoturismo TURISMO EM ESPAÇO RURAL SOL MAR E PRAIA CLIMA E SAÚDE SÉNIOR ANIMAÇÃO TURÍSTICA –Cavalos –Golfe Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

12

13 Roman Bath Originally aired the week of February 22, 2000 Many of the Roman Empire's best- known engineering feats were first used in their bathhouses: vaulted roofs, watertight concrete, and elaborate plumbing and heating systems. In the hills of Turkey, a team of engineers, historians, archaeologists, and local craftspeople build a working Roman bath. The challenges they face--from cracking tiles and leaky tubs to heavy rains--require cooperative problem-solving along the way.

14

15 ECOTURISMO

16 MOINHOS - MOLINOLOGIA - CICLO DO PÃO

17 AZULEJOS DA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA VERDEMAR - TURISMO RURAL COM QUALIDADE

18 ESTRATÉGIA TERRITORIAL Santiago do Cacém Vila Nova de Stº André Costa de Stº André 2 - São Domingos Campilhas Fonte Serne Cercal 3 - Ermidas do Sado Mimosa Alvalade Daroeira Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

19 ALVOS DE MERCADO Grande Lisboa –Recreio e Lazer –Turismo Cultural, de Natureza e Rural Escolas –Programas Especiais de História e Natureza Turistas alojados em Tróia e outros no Alentejo - Litoral, Évora, Beja... Mercados Sénior do Norte da Europa para estadas longas No contexto promocional Região Alentejo: –Mercado espanhol - Extremadura... –Mercados externos - Alemanha, Holanda... Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

20 INTEGRAÇÃO REGIONAL Estimular complementaridades e alargar corredores e raios de acção no Alentejo Alentejo Litoral como espaço privilegiado de integração - ordenamento turístico concertado com Grândola, Alcácer do Sal, Sines e Odemira Estimular relação de corredor com greenway Tróia-Santiago (E.N. 261) Promover a gestão estratégica do destino turístico Alentejo Litoral Maio 2002 Manuel Reis Ferreira

21 POSICIONAMENTO E MARKETING Santiago do Cacém tem dificuldades de posicionamento e grande défice de imagem Marca regional ALENTEJO é uma umbrella que abriga realidades diversas Extensão de marca - LITORAL Posição diferenciada: NATUREZA E HISTÓRIA Maio 2002 Manuel Reis Ferreira


Carregar ppt "PLANO ESTRATÉGICO DE TURISMO DO MUNICÍPIO DE SANTIAGO DO CACÉM Maio 2002 Manuel Reis Ferreira Natureza e História no Alentejo Litoral."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google