A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro O sistema monetário entre as guerras: competição e cooperação Para além do padrão-ouro clássico,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro O sistema monetário entre as guerras: competição e cooperação Para além do padrão-ouro clássico,"— Transcrição da apresentação:

1 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro O sistema monetário entre as guerras: competição e cooperação Para além do padrão-ouro clássico, o padrão divisas-ouro, também pode ser considerado um regime monetário dentro do contexto da regra do padrão-espécie/mercadoria (a regra é a convertibilidade). Período do padrão divisas-ouro aplicação da regra menos bem sucedida. Durante a maior parte do período as taxas cambiais flutuantes foram comuns.

2 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro Periodização: Taxas de câmbio flutuantes - 1ª metade da década de Década de 1930 Reconstrução do padrão-ouro - 2ª metade da década de 1920

3 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro 1ª Guerra Mundial: - suspensa a convertibilidade (excepto EUA) - proibida exportação de ouro => taxas de câmbio começaram a flutuar = flutuações limitadas pelos controlos que proibiam a maior parte das transacções em moeda estrangeira =

4 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro 1ª metade da década de 1920: -Liberdade de flutuação cambial -Bancos centrais não intervinham no mercado cambial - Volatilidade das taxas de câmbio e perturbações provocadas por compras e vendas especulativas

5 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro 3 situações: (1) Países com hiperinflação (Áustria, Alemanha) – inflações alimentadas pelo papel-moeda usado para financiar os défices orçamentais. Taxas de câmbio estabilizadas em 1923 e 1924, respectivamente. (2) Países com inflação moderada (Bélgica, França, Itália) – Taxas de câmbio estabilizadas em 1925, 1926 e 1927, respectivamente e restabelecida a convertibilidade.

6 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro (3) Países com inflação controlada em (GB, Suécia, Suiça,...) – definição de paridades iguais às vigentes antes da guerra. = GB voltou à paridade anterior à guerra em 1925 =

7 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro Reconstrução do padrão-ouro: (1)Como se reconstruiu (2)Problemas que enfrentou -Regresso à convertibilidade e eliminadas as restrições aos movimentos internacionais de ouro. - Formas de aumento das reservas: convertibilidade para montantes elevados; ouro+moeda estrangeira; reservas em formas de activos estrangeiros que rendessem juros.

8 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro - Conferências internacionais para a coordenação e cooperação Conferência de Génova (1922): liderada pela Grã-Bretanha Negociação para permitir que os bancos centrais tivessem reservas ilimitadas em divisas estrangeiras; Harmonização das taxas de juro dos bancos centrais.

9 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro = A estrutura conseguida foi mais a soma de arranjos monetários nacionais do que uma verdadeira reconstrução de um sistema monetário internacional = -Os problemas do funcionamento do padrão-ouro: O desequilíbrio na distribuição das reservas de ouro: EUA e França como os grandes depósitos do ouro mundial (entre 1926 e 1931 a França quadruplicou as suas reservas)

10 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro País EUA44,341,637,437,838,735,9 Inglaterra7,97,77,56,96,65,2 França7,710,012,515,819,223,9 Alemanha4,7 6,55,34,82,1 Reservas de ouro dos bancos centrais ( ) (% total mundial)

11 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro França e Alemanha a absorveram o aumento das reservas monetárias globais => pressões sobre os outros bancos centrais => políticas de i e restrições ao crédito. Política monetária dos EUA – o i em 1928 (travar crescimento da Bolsa e travar diminuição das reservas de ouro)

12 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro Década de 1930: - movimentos de capital especulativos generalizaram-se - Diminuição das reservas internacionais (ouro mais divisas estrangeiras) => i - suspensão da convertibilidade da libra (1931) => problemas na confiança de outras moedas, nomeadamente no dólar (1933), franco francês (1936), franco suíço (1936) - o regresso às flutuações, mas flutuações controladas (intervenção dos bancos centrais no mercado cambial) # 1ª metade da década de 1920.

13 Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro -Iniciativas de coordenação fracassaram - EUA, GB, França - no sentido de i e aumentar a oferta monetária para relançar a economia sem desestabilizar as taxas de câmbio. -Políticas unilaterais => desvalorização monetária => recuperação. = a volatilidade cambial a => incerteza e pressões proteccionistas =


Carregar ppt "Convertibilidade e estabilidade cambial: o padrão divisas-ouro O sistema monetário entre as guerras: competição e cooperação Para além do padrão-ouro clássico,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google