A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Crise de 1929 História Monetária e Financeira. Introdução A Grande Depressão Contextualização Causas Crash da Bolsa de New York Efeitos Grande Depressão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Crise de 1929 História Monetária e Financeira. Introdução A Grande Depressão Contextualização Causas Crash da Bolsa de New York Efeitos Grande Depressão."— Transcrição da apresentação:

1 Crise de 1929 História Monetária e Financeira

2 Introdução A Grande Depressão Contextualização Causas Crash da Bolsa de New York Efeitos Grande Depressão Sumário

3 Do séc. XIX até início do séc. XX, a economia mundial tinha o seu eixo de importância na Europa; O aparecimento de crises e conflitos políticos, no início do séc. XX, potenciaram divergências de interesses e conduziram à 1ª GM; Também neste período, os EUA conquistaram, gradualmente, novos mercados estabelecendo um certo predomínio económico nas regiões da América Central e do Sul; Introdução

4 Os Países Europeus voltaram a sua produção para a indústria bélica, diminuindo a produção de bens de consumo geral, facto que permitiu aos EUA exportar em massa estes produtos para o mercado europeu; Em 1918, terminada a guerra, os EUA fortalecem a sua posição ao concederem empréstimos a países europeus para a sua reconstrução; Prosperidade Introdução

5 Contextualização Prosperidade Proliferação e desenvolvimento de empresas agrícolas e industriais; Criação de grandes conglomerados de empresas com capital aberto; Aumento da produção para satisfazer: Mercado Interno [altamente consumista] Superprodução Mercado Europeu e Latino-Americano A Grande Depressão

6 Contextualização Oferta de enriquecimento imediato e fácil a quem adquirisse acções Crescimento espectacular dos mercados bolsistas Os mecanismos de crédito sustentaram este crescimento do mercado, designadamente do bolsista A Grande Depressão

7 Causas Mercado altamente Especulativo Excesso de Oferta Versus Subconsumo Consequências: Acumulação de stocks; Diminuição da produção; Redução dos lucros; Dividendos menos atractivos. A Grande Depressão

8 Aumento do Desemprego Diminuição da Venda de Automóveis Desinteresse pelas Acções Venda Queda Drástica dos Preços Prenúncio da Crise A Grande Depressão

9 Crash da Bolsa de New York Queda dos Preços Accionistas entram em pânico; Cerca de 16,4 milhões de acções entram à venda a 29 de Outubro; O excesso de acções à venda e a falta de compradores fizeram com que os preços destas caíssem em cerca de 80%; Milhares de pessoas perderam grandes somas de dinheiro. A Grande Depressão

10 Efeitos da Grande Depressão Este período de recessão provocou: Criação de Incerteza entre a população americana; Quedas nas vendas do sector comercial e, consequente alastramento ao sector industrial; Dificuldade no pagamento dos empréstimos; Encerramento de estabelecimentos bancários; Efeitos da Grande Depressão

11 Redução de salários; Demissão de trabalhadores Elevadas taxas de desemprego; Queda acentuada dos preços: Produtos industrializados: 25% Produtos agropecuários: 50% Queda Drástica do PIB Repercussões no mundo inteiro, sendo que os seus efeitos e intensidade variaram de país para país Efeitos da Grande Depressão

12 Notas: A Crise de 1929 foi um período de grande recessão económica que persistiu ao longo da década de 1930 Segundo Kindleberger (autor do texto) o crash bolsista é apenas uma das componentes da crise, tendo existido outros factores que em conjunto despoletaram a mesma A Grande Depressão

13 FIM!!! Trabalho Elaborado por: Pedro Prego Francisco Gomes


Carregar ppt "Crise de 1929 História Monetária e Financeira. Introdução A Grande Depressão Contextualização Causas Crash da Bolsa de New York Efeitos Grande Depressão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google