A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EFP - ISEG1 Economia e Finanças Públicas Aula P3 Tópicos para discussão: Características de bens: rivalidade e exclusão Bem público puro versus privados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EFP - ISEG1 Economia e Finanças Públicas Aula P3 Tópicos para discussão: Características de bens: rivalidade e exclusão Bem público puro versus privados."— Transcrição da apresentação:

1 EFP - ISEG1 Economia e Finanças Públicas Aula P3 Tópicos para discussão: Características de bens: rivalidade e exclusão Bem público puro versus privados Produção versus Provisão Externalidades e bens mistos Nota: Neste capítulo não haverá exercícios de externalidades e bens públicos (ver MICRO II), mas apenas interpretação conceptual e diagramática; contudo, no Cap. 3 serão apresentados exercícios sobre impostos pigouvianos para lidar com externalidades negativas.

2 EFP - ISEG2 Bibliografia Ler previamente: Livro EFP, Cap. 3, pág. 41 a 60 Livro EFP:TP, Cap. 3 Complementar: Stiglitz, ob. cit.

3 EFP - ISEG3 Tópicos de reflexão Explique duas importantes razões pelas quais os mercados fracassam e de que forma pode o Estado intervir para tentar ultrapassar os correspondentes fracassos. 2. Clarifique o conceito de não-rivalidade no consumo dando exemplo de um caso concreto. Explique porque é que é ineficiente o pagamento de um preço para acesso e consumo de um bem não- rival.

4 EFP - ISEG4 Tópicos de reflexão - 2 Dê dois exemplos de intervenção pública no âmbito dos bens públicos, mais um no âmbito de externalidades positivas, e outro relativo a externalidades negativas. Justifique as suas escolhas, explicando, em cada caso, a racionalidade económica dessa intervenção.

5 EFP - ISEG5 Tópicos de reflexão - 3 Considere dois indivíduos, A e B, em que as disposições marginais a pagar por um bem X são dadas respectivamente por DMPA e DMPB e podem ser representadas por funções lineares (sendo que A tem maior disposição a pagar para qualquer quantidade) e que o custo marginal da produção desse bem é constante. a) Represente no mesmo gráfico: i) A função procura agregada do bem X caso se trate de um bem privado; ii) A função procura agregada do bem X caso se trate de um bem público. b) Justifique e compare as quantidades de equilíbrio (caso X seja privado) com a quantidade eficiente (caso X seja um bem público).

6 EFP - ISEG6 Tópicos de reflexão - 4 É provável que o nível óptimo de produção de estradas em Portugal vá ser ultrapassado. Estando as estradas construídas, mesmo a nível excessivo, ter-se-á que pagar a sua manutenção de alguma forma (impostos, contribuições ou taxas de utilização). a) Diga qual a forma que, do ponto de vista teórico, permitiria determinar o nível óptimo de estradas a construir em Portugal. b) Explique as dificuldades em se saber com exactidão qual esse nível óptimo. c) Discuta formas alternativas que permitiriam, contudo, encontrar uma resposta satisfatória para o problema.

7 EFP - ISEG7 Tópicos de reflexão - 5 Clarifique porque é que existe apoio do sector público à investigação científica e a certo tipo de artes, e não existe à produção de cimento ou a idas ao cinema?

8 EFP - ISEG8 Tópicos de reflexão - 6 Tendo em conta o conceito de preço fiscal clarifique: a) Qual o significado do preço fiscal de um submarino? b) Qual o significado do preço fiscal de um estádio adicional para o euro 2004? c) Qual o significado do preço fiscal de 100 km a mais de TGV? d) Quem é que não paga preços fiscais pelos bens públicos?

9 EFP - ISEG9 Tópicos de reflexão - 7 Considere um mercado de um bem com oferta e procura normais (nem completamente rígidas nem infinitamente elásticas) caracterizado por apresentar uma externalidade negativa. Explique, ilustrando graficamente: i) o equilíbrio de mercado; ii) a solução eficiente; iii) a política pública para alcançar a solução eficiente.

10 EFP - ISEG10 Tópicos de reflexão - 8 Analise os efeitos económicos da: a) produção privada da provisão pública de estacionamento numa cidade congestionada. b) produção pública e provisão privada de serviços de urgência hospitalares.

11 EFP - ISEG11 Questões de Escolha Múltipla - 1 Uma Câmara Municipal concessionou a uma empresa privada o tratamento do lixo, e os munícipes pagam uma tarifa que cobre os custos de produção. Neste caso, está-se perante: a) Provisão pública e produção privada b) Provisão pública e produção pública c) Provisão privada e produção pública d) Provisão privada e produção privada

12 EFP - ISEG12 Questões de Escolha Múltipla - 2 Um bem público puro é um bem: a) onde não há rivalidade no consumo e não há exclusão. b) onde não há exclusão mas há alguma rivalidade no consumo. c) onde não há rivalidade no consumo e a exclusão se possível não é desejável. d) onde não há exclusão e há rivalidade no consumo.

13 EFP - ISEG13 Questões de Escolha Múltipla - 3 A ineficiência associada à provisão pública de um bem privado traduz-se em que há: a) Um consumo do bem acima do óptimo. b) Um preço do bem acima do óptimo. c) Exclusão no consumo. d) Um consumo do bem abaixo do óptimo.

14 EFP - ISEG14 Questões de Escolha Múltipla - 4 Quando a presença de uma externalidade implica que a produção realizada se situe abaixo da produção óptima está-se perante: a) apenas uma externalidade positiva no consumo b) apenas uma externalidade negativa na produção c) apenas uma externalidade positiva na produção d) uma externalidade positiva na produção ou no consumo

15 EFP - ISEG15 Questões de Escolha Múltipla - 5 Um subsídio pigouviano: a) Iguala o benefício marginal externo ao nível da produção inicial. b) Iguala o custo marginal externo para o nível óptimo de produção. c) Iguala a diferença entre benefício marginal social e privado no óptimo. d) Iguala a diferença entre benefício marginal privado e externo no óptimo.


Carregar ppt "EFP - ISEG1 Economia e Finanças Públicas Aula P3 Tópicos para discussão: Características de bens: rivalidade e exclusão Bem público puro versus privados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google