A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CRIOPRESERVAÇÃO DE CÉLULAS ESTAMINAIS DO SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL PARA USO AUTÓLOGO UMA OPORTUNIDADE ÚNICA PARA PROTEGER A VIDA DO SEU FILHO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CRIOPRESERVAÇÃO DE CÉLULAS ESTAMINAIS DO SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL PARA USO AUTÓLOGO UMA OPORTUNIDADE ÚNICA PARA PROTEGER A VIDA DO SEU FILHO."— Transcrição da apresentação:

1 CRIOPRESERVAÇÃO DE CÉLULAS ESTAMINAIS DO SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL PARA USO AUTÓLOGO UMA OPORTUNIDADE ÚNICA PARA PROTEGER A VIDA DO SEU FILHO

2 SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL Com o intuito de reduzir este tipo de complicações, vários cientistas têm vindo a procurar tecnologias terapeuticas alternativas. Diversos estudos demonstram que o sangue do cordão umbilical, quando recolhido imediatamente após o parto, contém células estaminais que permanecem viáveis após criopreservação. Após quimioradioterapia meloablativa, o transplante de células estaminais pode repor e substituir funcionalmente as células da medula. Uma Fonte Valiosa De Células Estaminais O transplante de medula óssea é uma das terapias usada para curar doenças hematológicas, oncológicas e genéticas. Contudo tem algumas limitações: Encontrar um dador compatível de medula óssea; Risco de reações imunológicas dador/paciente; Risco de infecções oportunistas

3 As características únicas das células estaminais do sangue do cordão umbilical permitem que a reconstituição do sistema hematopolético de pacientes, após tratamento mieloblativo, necessite de um número de celulas nucleadas do sangue do cordão umbilical 10 vezes inferior, relativamente ao transplante de medula óssea. O transplante de células estaminais do sangue do cordão umbilical permite ainda uma melhor reconstituição do sistema hematopoiético, comparativamente ao transplante de celulas da medula óssea Uma alternativa Comparado com a medula óssea de um adulto, o sangue do cordão umbilical é mais rico em células estaminais hematopoléticas. Estas células possuem uma capacidade superior de proliferação e de expansão.

4 SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL Até 2002 foram realizados mais de 200 transplantes deste género tanto em crianças como em adultos. Em suma, diversos estudos apontam para o sangue do cordão umbilical como uma fonte alternativa de células hematopoiéticas para crianças e adultos com doenças sanguíneas benignas ou malignas. Uma Fonte Importante de Células Estaminais para Transplantação Historial Em 1988, uma equipa de cientistas franco-americana efectuou em Paris o primeiro transplante de células estaminais do cordão umbilical numa criança com anemia de Fanconi. Um ano mais tarde, 98% do sistema linfático do doente era originário das células do dador. Esta experiência veio despertar interesse sobre o potencial das células estaminais do sangue do cordão umbilical no tratamento de doenças sanguíneas benignas ou malignas. Em 1993, foi efectuado o primeiro transplante de um dador não relacionado com o paciente.

5 Leucemia mielóide aguda Leucemia mielóide crónica Leucemia mielóide crónica juvenil Síndrome Mielodiaplástico Tumores Sólidos Adrenoleucodistrofia Trombocitopenia amegacariocitica Sindroma Blackfan-Diamond Disqueratosis congénita Anemia de Fanconi Leucodistrofia celular globóide Doença de Gunter Sindroma de Hunter Sindroma de Hurler Anemia aplástica idiopática Sindroma de Kostman Sindroma de Lesh-Nyhan Osteopetrose Doença de Hodgkin refractária Meloma múltiplo Deficiências imunitárias combinadas severas Talassémia Sindroma Linfoproliferativo ligado ao cromossoma X Sindroma de Wiskott Aldrich14 Aplicações Das Células Estaminais Do Sangue Do Cordão Umbilical As doenças referidas a seguir (lista recentemente publicada na revista Biology of Blood and Marrow Transplatation, da Sociedade Americana para Transplantação de Medula e Sangue e no British Medical Journal) foram já tratadas com transplantes de células estaminais do cordão umbilical:

6 TRANSPLANTAÇÃO COM CÉLULAS ESTAMINAIS Uma Tecnologia Inovadora

7 O sangue do cordão umbilical não possui apenas células estaminais hematopoiéticas. Tal como a medula óssea, possui células estaminais mesenquimais, células com a capacidade de se diferenciarem em linhagens mesodérmicas, como o endotélio. Foi recentamente isolada uma subpopulação de células estaminais mesenquimais pluripotente da medula óssea, ou seja, capaz de se difernciar em todos os tipos celulares do organismo adulto. OUTRAS APLICAÇÕES DAS CÉLULAS ESTAMINAIS DO CORDÃO UMBILICAL Estas permitem a possibilidade de realizar engenharia ex vivo nestas células. As potenciais aplicações clínicas poderão envolver no futuro tecnologias de transferência de genes, remoção direccionada de tumores, imunoterapia e expansão de uma população celular especifica. As Células Estaminais e o seu Potencial na Terapia Genética Células Estaminais Como Fonte de Diferentes Tipos De Tecido

8 CRIOPRESERVAÇÃO DAS CÉLULAS ESTAMINAIS DO CORDÃO UMBILICAL Vantagens O sangue do cordão umbilical é recolhido imediatamente após o parto e em 48 horasas células estaminais são criopreservadas. A criopreservação das células estaminais do cordão umbilical oferece um conjunto de vantagens, tais como: disponibilidade imediata de células para transplantação; ausência de risco para o dador; menor risco de infecção com agentes infecciosos; menor risco de doença do transplante contra o hospedeiro(GVHD) aguda, comparativamente com células estaminais adultas da medula óssea; tolerância de 1 a 2 discrepâncias no teste de compatibilidade HLA, o que permite a doação das células estaminais a um grupo mais alargado de pacientes; possibilidade de expansão. A Crioestaminal é o primeiro banco português de sangue do cordão umbilical para uso autólogo.

9 COMO É QUE AS CÉLULAS ESTAMINAIS SÃO CRIOPRESERVADAS NO LABORATÓRIO As células são guardadas num equipamento especial com azoto líquido a -196ºC. Alguns estudos demonstram que as células estaminais do sangue do cordâo umbilical criopreservadas durante 15 anos mantêm todas as suas propriedades. Em primeiro lugar, é feito um teste bacteriológico à amostra de sangue. De seguida, procede-se ao isolamento das células estaminais e a um exame envolvendo difrenciação de leucócitos.A qualidade da amostra é definida medindo a percentagem de células progenitoras hematopoiéticas presentes. Toda a informação acerca das células estaminais é armazenada na nossa base de dados em nome do bébé. A cada amostra é atribuída uma etiqueta identificadora com um código de barras exclusivo.

10 Telefone: ou /05 Website: Fax: Correio electrónico: Morada: Rua Pedro Nunes, IPN, Coimbra


Carregar ppt "CRIOPRESERVAÇÃO DE CÉLULAS ESTAMINAIS DO SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL PARA USO AUTÓLOGO UMA OPORTUNIDADE ÚNICA PARA PROTEGER A VIDA DO SEU FILHO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google