A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A.Morais Arnaud, FCT/UNL António Morais Arnaud

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A.Morais Arnaud, FCT/UNL António Morais Arnaud"— Transcrição da apresentação:

1 A.Morais Arnaud, FCT/UNL António Morais Arnaud ama@fct.unl.pt
Informação Geográf�ica: o que �é ? Para que serve ? onde se encontra ? como se acede ? António Morais Arnaud

2 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Informação Latim informare: “dar forma a matéria como pedra, madeira, couro,…” (Oxford English Dictionary) Definições correntes de Informação: acção de informar formação ou moldagem da mente ou caracter, treino, instrução, ensino comunicação de conhecimento instrutivo. Pos II GM: tudo o que pudesse ser representado em suporte computacional e enviado através de um canal eléctrico ou mecânico tudo o que possa ser dito ou comunicado Após a II Guerra Mundial, com o advento da computação electrónica, informação passou a significar tudo o que pudesse ser representado em suporte computacional e enviado através de um canal eléctrico ou mecânico, tornando-se parte do vocabulário da ciência das mensagens.

3 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Informação (2) A maioria do que hoje se chama informação são apenas dados brutos ou mesmo incorrectos (Richard Wurman). A informação deve ser o que conduz à compreensão Informação é o que reduz a incerteza (Shannon). Com a proliferação dos meios de processamento e comunicação de dados/informação, o termo assumiu a importância de caracterizar a sociedade actual como Sociedade da Informação, mas perdeu o seu significado inicial; a palavra “informar” foi separada do substantivo “informação” e a forma ou estrutura desapareceu do verbo “informar”. A maioria do que hoje se chama informação são apenas dados brutos ou mesmo incorrectos (Richard Wurman). A informação deve ser o que conduz à compreensão. Os dados brutos muito frequentemente não constituem informação, antes de serem enformados, processados, tornados compreensíveis e significativos. Assim, o que é informação para uns pode ser apenas um conjunto de dados brutos, incompreensíveis, para outros. informação é o que reduz a incerteza (Shannon). Richard Wurman afirma que vivemos rodeados de informação que tem influência variada sobre as nossas vidas e classifica-a em…. Segundo este autor, toda esta informação constitui o corpo que determina as nossas crenças e atitudes, bem como a natureza da sociedade como um todo.

4 Informação (3) adapt. Richard Wurman
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Informação (3) adapt. Richard Wurman Informação Interna: circula no nosso organismo e permite o funcionamento do corpo e da mente (capacidade de sobrevivência) Informação Conversacional: trocas formais e informais com os nossos semelhantes é a forma sobre a qual detemos mais controlo (capacidade de comunicação) Informação de Referência: faz funcionar os sistemas do nosso mundo, essencialmente de natureza científica e tecnológica (e.g. manuais de operação) ou de prática da vida em sociedade (e.g. listas telefónicas) (capacidade de resiliência) Informação Noticiosa: respeita a acontecimentos relativos a pessoas, locais e eventos, à medida que vão ocorrendo, (capacidade Mediatica) Informação Cultural: é a forma menos quantificável. Inclui História, Filosofia e (capacidade de compreensão da sociedade) Com a proliferação dos meios de processamento e comunicação de dados/informação, o termo assumiu a importância de caracterizar a sociedade actual como Sociedade da Informação, mas perdeu o seu significado inicial; a palavra “informar” foi separada do substantivo “informação” e a forma ou estrutura desapareceu do verbo “informar”. A maioria do que hoje se chama informação são apenas dados brutos ou mesmo incorrectos (Richard Wurman). A informação deve ser o que conduz à compreensão. Os dados brutos muito frequentemente não constituem informação, antes de serem enformados, processados, tornados compreensíveis e significativos. Assim, o que é informação para uns pode ser apenas um conjunto de dados brutos, incompreensíveis, para outros. informação é o que reduz a incerteza (Shannon). Richard Wurman afirma que vivemos rodeados de informação que tem influência variada sobre as nossas vidas e classifica-a em: Informação Interna: é a que circula no nosso organismo e que permite o funcionamento do corpo e da mente (ligada à capacidade de sobrevivência). Informação Conversacional: trocas formais e informais com os nossos semelhantes é a forma sobre a qual detemos mais controlo (capacidade de comunicação). Informação de Referência: é a informação que faz funcionar os sistemas do nosso mundo, essencialmente de natureza científica e tecnológica (e.g. manuais de operação) ou de prática da vida em sociedade (e.g. listas telefónicas). Informação Noticiosa: respeita aos acontecimentos relativos a pessoas, locais e eventos, à medida que vão ocorrendo, sendo transmitida pelos media. Informação Cultural: é a forma menos quantificável. Inclui História, Filosofia e Artes e representa uma tentativa de compreensão da sociedade e das civilizações. Segundo este autor, toda esta informação constitui o corpo que determina as nossas crenças e atitudes, bem como a natureza da sociedade como um todo.

5 Informação Geográfica
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Informação Geográfica A quase totalidade da informação produzida e processada tem uma dimensão espacial: está associada, ou é associável, a uma posição na superfície do planeta; é chamada Informação Geográfica ou Espacial consoante as áreas de aplicação Hoje, os EUA baseiam a sua superioridade no terreno no seu conhecimento dinâmico obtido por satélites e “drones” e na localização por GPS; a esperada intervenção no Afeganistão irá ser de facto a “primeira guerra do Séc. XXI”, com novas formas de combate apoiadas no uso intensivo de informação, conjugando fontes remotas com recolha local e telecomunicações. Aviões de reconhecimento não pilotados A constelação de satélites Navstar que permite o chamado Global Positioning System (GPS) foi lançada para fins de localização militar; o uso civil estava, até à ordem do presidente Clinton em 1 de Maio de 2000, sujeito a perturbações que lhe diminuiam a precisão (Selective Availability). Enquanto na I guerra do Golfo o esforço militar foi de 90%, está previsto que na presente guerra seja de apenas 30%, o que deixa 70% para esforço policial e de informações. Info Geografica ou Espacial ? No âmbito da lista de discussão do programa GI 2000, animada por Roger Longhorn, a distinção entre o uso do termo “espacial” em vez de “geográfica” como qualificativo da parte da infra-estrutura de informação que se pretende construir na Europa (v. 3.10), arrastou-se com duas posições extremas: De acordo com a NSF, National Science Foundation dos EUA: “O termo geo-espacial é usado para qualificar informação espacial (posição, dimensões, forma, orientação, relações) relativa a fenómenos em escalas geográficas. Pelo contrário, a informação espacial pode referir- se às mesmas características em qualquer escala, da molecular à inter- galáctica; o termo “informação geográfica” é usado para os atributos geo-espaciais e não espaciais dos fenómenos geográficos”. Para Frank Hoffmann o termo “espacial”, aplicado a dados, informação, conhecimento ou perito, deve ser mais forte do que o termo “geográfico”, sendo o termo mais adequado para associar a “integração”, no que é a chave da entrada na sociedade de informação, a “integração espacial da informação”.

6 Informação Geográfica (2)
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Informação Geográfica (2) Explosão da informação: importância da dimensão espacial Crescimento demográfico, Limits to the Growth,...: modelização espacial Ambiente e Recursos Naturais Mudanças Climáticas Segurança e resposta a emergências Conhecimento da distribuição espacial de recursos e sua inter-actuação Crescimento rápido do mercado da I.G.> 30%ano

7 Informação Geográfica (3)
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Informação Geográfica (3) Limites ultrapassados, escassez de recursos Mudanças rápidas exigem decisões bem informadas, baseadas numa imagem da realidade altamente dinâmica e interactiva Necessidade de Poupança na logística Novas ameaças Mudanças climaticas, cheias, fogos Novas formas de terrorismo economico Vulnerabilidade das tecnologias da info e da org. social Problemas Ambientais No que respeita a decisões de âmbito nacional ou supranacional é ainda maior a necessidade de basear toda a decisão numa imagem da realidade altamente dinâmica e interactiva, tão completa e precisa quanto possível. As dificuldades de decisão aparecem quando as suas consequências não são previsíveis por falta de informação de qualidade adequada ou de modelos e simuladores de decisão que permitam comparar decisões alternativas.

8 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
I.G. e Ambiente Pressao urbana Acesso a agua potavel Desertificaçao e salinidade Concentraçao da populçao na costa Emissao de CO2 Depredaçao da flora e da fauna Desastres naturais

9 I.G. e Decisão Racional na Sociedade Moderna
A.Morais Arnaud, FCT/UNL I.G. e Decisão Racional na Sociedade Moderna Decisão: estabelecer prioridades depois de compreender Complexidade e elevado grau de interactuação de múltiplos subsistemas Necessidade de integração de informação de fontes diversas Informação em tempo real e processamento rápido e correcto Actualidade e completitude da Informação

10 Importância do G.na Decisão
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Importância do G.na Decisão Do cadastro Egípcio aos jogos de guerra Gestão do território e preserv.Ambiente Gestão Agrícola e Precision Farming Redes de Infraestruturas urbanas Planeamento de transportes Crime, pobreza, doenças, poluição, tráfego urbano, situações de emergência Defesa e novas ameaças Avaliação fiscal

11 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Exemplos localização de uma frota de camiões num dado instante; rendimento médio per capita por Concelho; produção de milho por NUT 3; acidentes rodoviários em 2004 na rede viária nacional,...

12 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Acesso à I.G. Mapas Sistemas de navegação Localizar eventos ou objectos Caminhos mais curtos/rápidos Queries espaciais, Overlays Resposta a emergências Estatísticas espaciais Apoio à decisão com dim. espacial

13 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Tipos de I.G. Cartas em papel Mapas digitalizados Cartogramas Ortofotos/digitais Imagens satélite / alta definição SLR

14 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
I.G. e Infra-estruturas Estradas e aquedutos Romanos Cartografia dos descobrimentos Cadastro de Napoleão Cartografia XVIII-XX Caminho de ferro Auto-estradas, Aeroportos,… GPS, satélites de alta definiçao Transp. de átomos vs. transp.bits (Negroponte) Infra-estruturas físicas vs I.E. de informação (conteúdos): produção e transporte Os conhecimentos dos cartógrafos Portugueses constituíram uma importante vantagem competitiva na descoberta de novos caminhos e terras o que conduziu a uma primeira economia global, baseada no conhecimento do planeta. A informação recolhida durante as viagens era frequentemente guardada como segredo de Estado dos dois Impérios da época, mais tarde transferida para outras potências imperiais.

15 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

16 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

17 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

18 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Ikonos Landsat IRS

19 Infra-estrutura de I.G. em situações de crise
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Infra-estrutura de I.G. em situações de crise Emergency Operations Center (EOC) Condições climatéricas adversas Terrorismo biológico e químico Desastres de Aviação Situações de acidentes de massas Acidentes de transporte Fogos florestais Furacões e inundações Incidentes com materiais perigosos Falhas e emergências de abastecimento de redes de infra-estruturas. (Mass casuality and Mass Fatality)

20 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Onde se encontra ? IGP, IGeoE, organismos públicos: Cartas em papel, Mapas digitalizados, Ortofotos/digitais Empresas distribuidoras: Imagens satélite / alta definição, SLR

21 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
História dos SIG : Investigação Pioneira nos E.U.A. e R.U. : Investigação Governamental e Experiências formais 1982: Início da fase comercial 1990: Expansão da influência de utilizadores 2000: Grandes Servidoresde IG, SIG móveis, micro-localizadores, alta definição de Info Satélite

22 Definições de SIG (GIS)
A system for capturing, storing, checking, integrating, manipulating, analyzing and displaying data which are spatially referenced to the Earth. (Chorley, 1987) Automated systems for the capture, storage, retrieval, analysis, and display of spatial data. (Clarke, 1990)

23 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Software S.I.G. Internet, Hand Held, Professional ESRI: ArcIMS, ArcGis, ArcView, ArcPad Intergraf: GeoMedia Web Map, GeoMedia Pro Autodesk: MapGuide, AutoCad Map MapInfo: MapXtreme, MapX, MapInfo Professional Smallworld: Scout, Spatial Intelligence, Smallworld GIS

24 Acrónimos, sinónimos e termos inter-relacionados - II
AGIS (Automated Geographic Information System) AM/FM (Automated Mapping and Facilities Management) by itself allows storage and manipulation of map information. AM/FM systems add the ability to link stores of information about the features mapped. However, AM/FM is not used for spatial analysis, and it lacks the topological data structures of GIS. CAD (Computer-Assisted Drafting) These systems were designed for drafting and design. They handle spatial data as graphics rather than as information. While they can produce high-quality maps, generally they are less able to perform complex spatial analyses. CAM (Computer-Assisted Mapping, or Manufacturing)

25 Acrónimos, sinónimos e termos inter-relacionados III
Land Record System Land Resources Information System Natural Resources Inventory System Natural Resources Management Information System Planning Information System Resource Information System Spatial Data Handling System Spatial Database Spatial Information System Computerized GIS Environmental Information System GIS (Geographic Information System) Geographically Referenced Information System Geo-Information System Image-Based Information System LIS (Land Information System) Land Management System

26 Acrónimos, sinónimos e termos inter-relacionados IV
Multipurpose Cadastre These systems store information about parcels of land. They are used in urban geographic information systems in order to collect and maintain data associated with property. Identifiers assigned to each parcel link information to each plot of land. All information is carefully stored with a geodetic reference frame because a high degree of accuracy is necessary in maintaining information about parcel boundaries and ownership. Because information in multipurpose cadastres is also linked to street addresses, these systems can be used for keeping track of such things as emergency response, crime, delivery of municipal services, and tax assessments. All such information can then be integrated and analyzed together. Multipurpose Geographic Data System Multipurpose Land Record System

27 Leituras recomendadas
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Leituras recomendadas Longley, Paul A., Goodchild, Michael F., Maguire, David J., Rhind, David W. (Wiley, 2001). Geographical Information, Systems and Science. Antenucci, J. C., Brown, K., Croswell, P.L., Kevany, M. (1992). Geographic Information Systems: A Guide to the Technology. Huxhold, W. E. (1991). An Introduction to Urban Geographic Information Systems. Oxford: Oxford University Press. pp Laurini, R., Thompson, D. (1992). Fundamentals of Spatial Information Systems. London: Academic Press Limited. pp

28 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Internet Sites GIS WWW Resource List Clarke, Getting Started with GIS, Prentice-Hall, 1995 Univ.of Colorado

29 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Internet Sites II Geo Spatial GIS Development ESRI GIS Cafe GeoWorld

30 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Internet Sites - III NCGIA Core Curriculum Open GIS Consortium TIGER Centennia HISTORICAL ATLAS GISDATA USGS

31 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Revistas Científicas International Journal of Geographical Information Science (IJGIS) Revue de Géomatique (Geom) Journal of the Urban and Regional Information Systems Association (URISA) GeoInformatica, An International Journal on Advances of Computer Science for Geographic Information Systems, Ed. Patrick Bergougnoux, Kluwer Academic Publishers (desde Abril de 1997) ...

32 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Revistas Técnicas GeoWorld, GeoEurope, GeoAsia GIS in Business Mapping Awareness and Geographic Information Geo Info Systems ...

33 Conferências Internacionais
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Conferências Internacionais GIS Planet 2005 UDMS ESIG, JEC GIS in Business AM/FM, GIS/LIS APRS URISA International Symposium on Spatial Data Handling

34 Associações, Programas e Organizações Internacionais
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Associações, Programas e Organizações Internacionais UDMS, GISIG, AGILE, AGI DFDe SORSA GISDATA NCGIA, USGS/NSDI AM/FM - CEN, TC 287, CERCO Open GIS Consortium GIPSIE

35 Grandes Áreas de Aplicação
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Grandes Áreas de Aplicação Cadastro Redes de Infraestruturas Planeamento Local e Regional Ambiente e Recursos Naturais Resposta a situações de emergência Transportes e Sistemas de Navegação Geomarketing Web Maps & Mobile Computing

36 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

37 A.Morais Arnaud, FCT/UNL
Thermal data helps the firemen

38 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

39 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

40 Infra-estrutura de Informação Geográfica
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Infra-estrutura de Informação Geográfica Rede Geodésica Nacional Cadastro de propriedades Limites Administrativos precisos e actuais; Sub-secções e secções estatísticas, NUTS Redes de infra-estruturas urbanas (águas, esgotos, gás, electricidade, telecomunicações,…) Rede viária completa e actualizada com atributos básicos; Rede hidrográfica Base de Localização pelo Endereço (designações de artérias, localidades, códigos postais,…) Pontos de Referência (Postos de abastecimento, Farmácias, Bancos,…)

41 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

42 Localização Indirecta
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Localização Indirecta

43 Informação Estatística em tempo real
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Informação Estatística em tempo real Dos Census decenais a Informação Administrativa em tempo real Integração da informação da Administr. Pública: Data-mining Sociedade da Informação e-government S.I. Municipais Descentralização e integração de fontes

44 A.Morais Arnaud, FCT/UNL

45 Referenciaçao Indirecta
A.Morais Arnaud, FCT/UNL Referenciaçao Indirecta Narrative descriptions (yellow house facing New Bank Office,...) Blocks of space on the Earth (Post Code Areas, Administrative, Electoral,...) Numeric or alfanumeric key (ID, Census units, Postcodes, building #,...) Postal Address "Address is a means of referencing an object for the purposes of unique identification and location", BS 7666. Set of information elements used mainly for postal delivery: street name, door number, locality and postal code, ...


Carregar ppt "A.Morais Arnaud, FCT/UNL António Morais Arnaud"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google