A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula Prática 9 Turno P1: Terça, dia 14, das 8:00 às 10:00, Sala 1.2 do Edifício VII Turno P2: Segunda, dia 13, das 9:00 às 11:00 Sala 1.16 do Edifício.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula Prática 9 Turno P1: Terça, dia 14, das 8:00 às 10:00, Sala 1.2 do Edifício VII Turno P2: Segunda, dia 13, das 9:00 às 11:00 Sala 1.16 do Edifício."— Transcrição da apresentação:

1 Aula Prática 9 Turno P1: Terça, dia 14, das 8:00 às 10:00, Sala 1.2 do Edifício VII Turno P2: Segunda, dia 13, das 9:00 às 11:00 Sala 1.16 do Edifício VII Turno P3: À escolha

2 Aula Prática 8 Método Científico: Análise de hipóteses e experiências

3 Vida em Marte Qual é o problema ou fenómeno? Qual é a pergunta?

4 Vida em Marte Viking 1 e 2, 1976

5 Vida em Marte Qual é o problema ou fenómeno? Qual é a pergunta? Há vida em Marte?

6 Vida em Marte Formular hipóteses:

7 Vida em Marte Formular hipóteses: H1: Há vida em Marte

8 Vida em Marte Formular hipóteses: H0: Não há vida em Marte H1: Há vida em Marte

9 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses.

10 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. Atenção: não é confirmar uma hipótese (os malefícios do pão...)

11 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. 1º Experiência: Labeled Release

12 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. 1º Experiência: Labeled Release Incubar com meio rico em 14 C (10 dias) Detectar libertação de 14 C

13 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. 2º Experiência: Gas Exchange

14 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. 2º Experiência: Gas Exchange Incubar com nutrientes (12 dias) Detectar O 2, CH 4, N 2, H 2

15 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. 3º Experiência: Pyrolytic Release

16 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. 3º Experiência: Pyrolytic Release Incubar 5 dias com 14 CO 2 Condições marcianas Detectar incorporação de 14 C

17 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. Como controlar os resultados?

18 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. Como controlar os resultados? Para cada experiência, duas amostras: -Não tratada -Esterilizada por calor

19 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. Quais os resultados esperados?

20 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. Quais os resultados esperados? Se houver vida: Exp.AmostraControlo GEXO 2 ou CO 2 Nada LRGás marcado Nada PR 14 C Nada

21 Vida em Marte Desenhar experiências que distingam as hipóteses. Quais os resultados esperados? Se não houver vida: Exp.AmostraControlo GEXNadaNada LRNadaNada PRNada Nada

22 Vida em Marte Quais os resultados observados?

23 Vida em Marte Quais os resultados observados? Exp.AmostraControlo GEXO 2 O 2 LRGás marcadoNada PR 14 C 14 C

24 Vida em Marte Interpretar os resultados: Quais os resultados observados? LRGás marcadoNada Libertação rápida de gás, redução do ritmo, seguido de aumento lento. Processo não biológico?

25 Vida em Marte Interpretar os resultados: Explicação mais provável: não há vida em Marte. Importante: rever crenças acerca dos resultados esperados, redesenhar experiências.

26 Carneiro

27 Tente dizer a um Carneiro para seguir o chefe. Eles fogem! Batem com os pés, esfumaçam e abanam os braços furiosamente. Os Carneiros não seguem, eles são os líderes... Como testar?

28 Carneiro 1.Washington (F)32/22/ J. Adams (F)10/30/ Jefferson (DR)4/13/ Madison (DR)3/16/ Monroe (DR)4/28/ J. Q. Adams (DR)7/11/ Jackson (D)3/15/ Van Buren (D)12/5/ W. H. Harrison (W)42/9/ Tyler (W)3/29/ Polk (D)11/2/ Taylor (W)411/24/ Fillmore (W)1/7/ Pierce (D)11/23/ Buchanan (D)4/23/ Lincoln (R)52/12/ A. Johnson (U)612/29/ Grant (R)4/27/ Hayes (R)10/4/ Garfield (R)511/19/ Arthur (R)10/5/ Cleveland (D)3/18/ B. Harrison (R)8/20/ Cleveland (D)83/18/ McKinley (R)51/29/ T. Roosevelt (R)10/27/ Taft (R)9/15/ Wilson (D)12/28/ Harding (R)411/2/ Coolidge (R)7/4/ Hoover (R)8/10/ F. D. Roosevelt (D)41/30/ Truman (D)5/8/ Eisenhower (R)10/14/ Kennedy (D)55/29/ L. B. Johnson (D)8/27/ Nixon (R)91/9/ Ford (R)7/14/ Carter (D)10/1/ Reagan (R)2/6/ G.H.W. Bush (R)6/12/ Clinton (D)8/19/ G. W. Bush (R)7/6/46

29 Carneiro 43 Presidentes dos EUA 2 do signo Carneiro... (43/12= 3.6)

30 Touro

31 Fortes, confiáveis e estáveis, os Touros são quase aborrecidos e o termo não os ofende. Actores e actrizes?

32 Touro Fortes, confiáveis e estáveis, os Touros são quase aborrecidos e o termo não os ofende. Actores e actrizes?

33 Touro

34 Touro Actor ou Actress: 854 no total 55 no signo Touro 854 / 12 = 71.2

35 Gémeos A maneira mais fácil para conhecer um Gémeo é numa festa. Vemo-los entrar em todas as conversas. Querem-se sentar com a banda, meterem-se com as empregadas, e discutirem misturas com o empregado do bar. Eles rodopiam mais rápido do que conseguimos seguir. Se tentar pedir a um Gémeo para se concentrar numa só coisa, eles simplesmente não conseguem. Têm de mostrar o pouco conhecimento que têm sobre todos os assuntos, e procurar saber o que nós sabemos e porquê e onde e como conseguimos essa informação. São faladores, e espalham o seu talento pelo mundo. Adoram receber nova e interessante informação, para de seguida a espalharem. Não esquecer que existem duas pessoas dentro de um Gémeo, e ambas querem mudança, variedade e estimulação mental constante....

36 Gémeos Têm de mostrar o pouco conhecimento que têm sobre todos os assuntos, e procurar saber o que nós sabemos e porquê e onde e como conseguimos essa informação. São faladores, e espalham o seu talento pelo mundo. Adoram receber nova e interessante informação, para de seguida a espalharem Cientistas?

37 Gémeos Cientistas? Membros da Royal Society: 4950 datas de nascimento Esperados:412 Observado:409

38 Tartaruga Verde do Atlântico

39 Migram ~2000 Km até à Ilha da Ascensão

40 Tartaruga Verde do Atlântico Archie Carr, Patrick Coleman: 40 M. Anos, Atlântico mais estreito

41 Tartaruga Verde do Atlântico Archie Carr, Patrick Coleman: 40 M. Anos, Atlântico mais estreito Mas evidência genética: Havaí Florida Venezuela ~ anos

42 Tartaruga Verde do Atlântico 1) Qual o problema no mundo real?

43 Tartaruga Verde do Atlântico 1) Qual o problema no mundo real? Porque é que as tartarugas fazem esta viagem tão grande.

44 Tartaruga Verde do Atlântico 1) Qual o problema no mundo real? Porque é que as tartarugas fazem esta viagem tão grande. 2) Modelo

45 Tartaruga Verde do Atlântico 1) Qual o problema no mundo real? Porque é que as tartarugas fazem esta viagem tão grande. 2) Modelo Começaram quando o Atlântico era estreito, há 40 M anos

46 Tartaruga Verde do Atlântico 1) Qual o problema no mundo real? Porque é que as tartarugas fazem esta viagem tão grande. 2) Modelo Começaram quando o Atlântico era estreito, há 40 M anos 3) Previsão O DNA destas tartarugas mostra que divergiram de outras populações há 40 M anos

47 Tartaruga Verde do Atlântico 4) Dados:

48 Tartaruga Verde do Atlântico 4) Dados: DNA indica que se separaram há anos.

49 Tartaruga Verde do Atlântico 4) Dados: DNA indica que se separaram há anos. 5) Evidência negativa?

50 Tartaruga Verde do Atlântico 4) Dados: DNA indica que se separaram há anos. 5) Evidência negativa? Sim

51 Leitura Inconsciente Anthony Marcel, Cambridge Uma palavra (e.g. blood) mostrada rapidamente, e ocultada no meio de várias palavras sem sentido (e.g. esnesnon) Apesar de incapazes de identificar a palavra, 90% identificava correctamente qual a palavra mais parecida (e.g. flood, week)

52 Leitura Inconsciente 1) Qual o problema no mundo real?

53 Leitura Inconsciente 1) Qual o problema no mundo real? Percepção humana

54 Leitura Inconsciente 1) Qual o problema no mundo real? Percepção humana 2) Modelo

55 Leitura Inconsciente 1) Qual o problema no mundo real? Percepção humana 2) Modelo Memória inconsciente

56 Leitura Inconsciente 1) Qual o problema no mundo real? Percepção humana 2) Modelo Memória inconsciente 3) Previsão

57 Leitura Inconsciente 1) Qual o problema no mundo real? Percepção humana 2) Modelo Memória inconsciente 3) Previsão Mesmo sem conseguir identificar as palavras conscientemente, facilita a escolha de palavras semelhantes

58 Leitura Inconsciente 4) Dados

59 Leitura Inconsciente 4) Dados 90% conseguem identificar a palavra mais parecida

60 Leitura Inconsciente 4) Dados 90% conseguem identificar a palavra mais parecida 5) Evidência negativa?

61 Leitura Inconsciente 4) Dados 90% conseguem identificar a palavra mais parecida 5) Evidência negativa? Não

62 Leitura Inconsciente 4) Dados 90% conseguem identificar a palavra mais parecida 5) Evidência negativa? Não 6) Evidência positiva?

63 Leitura Inconsciente 4) Dados 90% conseguem identificar a palavra mais parecida 5) Evidência negativa? Não 6) Evidência positiva? Sim. Difícil de acertar 90% das vezes escolhendo ao acaso.

64 Viking 1) Qual o problema no mundo real?

65 Viking 1) Qual o problema no mundo real? Vida em Marte

66 Viking 1) Qual o problema no mundo real? Vida em Marte 2) Modelo

67 Viking 1) Qual o problema no mundo real? Vida em Marte 2) Modelo Actividade metabólica

68 Viking 1) Qual o problema no mundo real? Vida em Marte 2) Modelo Actividade metabólica 3) Previsão

69 Viking 1) Qual o problema no mundo real? Vida em Marte 2) Modelo Actividade metabólica 3) Previsão Emissão de gás, incorporação de Carbono no solo não esterilizado, nada no solo esterilizado

70 Viking 4) Dados

71 Viking 4) Dados Incorporação de Carbono e emissão de O 2 em ambos, emissão de gás marcado apenas na amostra não esterilizada

72 Viking 4) Dados Incorporação de Carbono e emissão de O 2 em ambos, emissão de gás marcado apenas na amostra não esterilizada 5) Evidência negativa?

73 Viking 4) Dados Incorporação de Carbono e emissão de O 2 em ambos, emissão de gás marcado apenas na amostra não esterilizada 5) Evidência negativa? Não.

74 Viking 4) Dados Incorporação de Carbono e emissão de O 2 em ambos, emissão de gás marcado apenas na amostra não esterilizada 5) Evidência negativa? Não. 6) Evidência positiva?

75 Viking 4) Dados Incorporação de Carbono e emissão de O 2 em ambos, emissão de gás marcado apenas na amostra não esterilizada 5) Evidência negativa? Não. 6) Evidência positiva? Não. Os dados podem ser explicados por processos não biológicos.


Carregar ppt "Aula Prática 9 Turno P1: Terça, dia 14, das 8:00 às 10:00, Sala 1.2 do Edifício VII Turno P2: Segunda, dia 13, das 9:00 às 11:00 Sala 1.16 do Edifício."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google