A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Reino de Deus é um mundo novo no qual o sofrimento foi abolido, um mundo totalmente redimido ou de seres humanos salvos que convivem sob o império da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Reino de Deus é um mundo novo no qual o sofrimento foi abolido, um mundo totalmente redimido ou de seres humanos salvos que convivem sob o império da."— Transcrição da apresentação:

1

2 O Reino de Deus é um mundo novo no qual o sofrimento foi abolido, um mundo totalmente redimido ou de seres humanos salvos que convivem sob o império da paz e na ausência de toda a relação senhor-escravo E. Schillebeeckx Texto: João 18, 33b-37 // Tempo Comum 34. Último domingo do ano B. sús Rey del Universo. Comentários e apresentação: Asun Gutiérrez Cabriada. Música: Bruch. Adagio.

3 A festa de Cristo-Rei do Universo foi instaurada por Pio XI em 11 de Março de Corriam na Europa ares anticlericais e republicanos. Pretendia-se, com esta festa afirmar a soberania de Cristo e da Igreja Católica em todas as esferas da vida humana. O Concílio Vaticano II modificou o sentido desta Solenidade. O Concílio Vaticano II modificou o sentido desta Solenidade.

4 Naquele tempo, disse Pilatos a Jesus: «Tu és o rei dos Judeus?». Para Jesus o Reino de Deus, o que Ele esperava e anunciava, é aquele que acontece quando reina Deus, em vez de outro poder qualquer. Significa que a paz, a justiça e o amor reinam entre os seres humanos e na natureza. O reino de Deus, tema central da mensagem gozosa de Jesus, baseia-se nas Parábolas e nas Bem-aventuranças e responde ao projecto de Deus para a humanidade. Se a esperança activa do reino de Deus foi o decisivo, o fundamental para Jesus, assim tem de ser também para nós.

5 Jesus respondeu-lhe: «É por ti que o dizes, ou foram outros que to disseram de Mim?». Disse-Lhe Pilatos: «Porventura eu sou judeu? O teu povo e os sumos sacerdotes é que Te entregaram a mim. Que fizeste?». O que Ele fez foi consolar, escutar, perdoar, curar, libertar, acolher, tocar leprosos, dar de comer, exercer o seu poder lavando os pés a todos, devolver bem por mal, praticar a compaixão e a misericórdia, oferecer alegria, esperança e paz, anunciar que, finalmente, se vai implantar a justiça, a protecção, a ajuda às pessoas empobrecidas, marginalizadas, oprimidas, indefesas. Esta é a promessa melhor que se pode oferecer ao mundo e, ao mesmo tempo, a maior ameaça para a ordem estabelecida.

6 Jesus respondeu: «O meu reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, os meus guardas lutariam para que Eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu reino não é daqui». O reino de Jesus, reino de justiça, paz e serviço, deve crescer no meio das pessoas e do mundo. Jesus não fugiu do mundo nem convida ninguém a fugir dele. O meu reino não é deste mundo não deve levar-nos a nos despreocuparmos e a nos evadirmos. Somos chamados a colaborar na construção dum Reino que não se identifica com os poderes deste mundo e que temos que começar a realizar nele. A isso se dedicou Jesus.

7 Disse-Lhe Pilatos: «Então, Tu és rei?». Pilatos insiste. Jesus responde sem evasivas. Se sou rei. Para isso vim. Para instaurar um reino de paz e fraternidade, de justiça e respeito pelos direitos e a dignidade de todos. Reinado que não é só para o futuro, que está presente desde já. O seu domínio é eterno (Dan 7, 14). Quem é o rei da minha vida? Que reis permito que me tirem a liberdade? Quem ou o quê determina a minha vida? Há muitos reis, muitos deuses dispostos a impedir que eu seja pessoa livre, consciente, solidária, comprometida?.. Passe o que se passar, tenho a capacidade e a sorte de poder escolher e decidir quem quero que reine em mim.

8 Jesus respondeu-lhe: «É como dizes: sou rei. Para isso nasci e vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade escuta a minha voz». Jesus identifica a sua realeza com a sua missão. Testemunho e serviço. O poder cria domínio, uniformidade, produz despersonalização e submissão. A força do testemunho e o serviço não domina, nem se impõe, nem castiga, nem condena, nem excomunga, mas que convence, cria igualdade, liberdade e unidade na diversidade, cria autêntica comunhão. Escutar Jesus não é só ouvir, mas comprometer-se com a sua Pessoa e a sua forma de actuar. Põe em nossas mãos a tarefa de construir o seu Reino no mundo e na vida dos homens e mulheres, transformando-o de acordo com o desejo de Deus.

9 Que venha o teu Reino, esse mundo novo que ansiamos. Que venha depressa. Levamos mil anos esperando-o. Ah! Se nos enviasses o teu alento vivo y luminoso que torna gente solidária até das pedras. Com ele construiremos o teu Reino. Patxi Loidi


Carregar ppt "O Reino de Deus é um mundo novo no qual o sofrimento foi abolido, um mundo totalmente redimido ou de seres humanos salvos que convivem sob o império da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google