A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que é clonagem? A palavra clone (do grego klon, significa broto) é utilizada para designar um conjunto de indivíduos que deram origem a outros por reprodução.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que é clonagem? A palavra clone (do grego klon, significa broto) é utilizada para designar um conjunto de indivíduos que deram origem a outros por reprodução."— Transcrição da apresentação:

1 O que é clonagem? A palavra clone (do grego klon, significa broto) é utilizada para designar um conjunto de indivíduos que deram origem a outros por reprodução assexuada. A Clonagem é o processo natural ou artificial em que são produzidas cópias fiéis de outro indivíduo (homem, animais, etc.), ou seja, a clonagem é o processo que formará um clone. O termo clone foi criado em 1903, pelo botânico norte-americano Herbert J. Webber, segundo ele, o clone é basicamente um descendente de um conjunto de células, moléculas ou organismos geneticamente igual à de uma célula matriz. O processo de clonagem natural ocorre em alguns seres, como as bactérias e outros organismos unicelulares que realizam sua reprodução pelo método da bipartição, além disso, o tatu também produz um clone através da poliembrionia. No caso dos humanos, os clones naturais são os gêmeos univitelinos, ou seja, são seres que compartilham do mesmo material genético (DNA), sendo originado da divisão do óvulo fecundado. Clones são produzidos naturalmente desde o início do século xx, mas não chamaram a atenção da sociedade, pois eram restritos a microorganismos e a algumas plantas.

2 A técnica da clonagem A clonagem ainda não foi entendida por completo pelos médicos e cientista, no que se refere aos conhecimentos teóricos. Na teoria seria impossível fazer células somáticas atuarem como sexuais, pois nas somáticas quase todos os genes estão desligados.

3 Dolly- clone de ovelha A ovelha Dolly, foi gerada de células somáticas mamárias retiradas de um animal adulto. A parte nuclear das células, onde encontramos genes, foram armazenadas. Na fase seguinte, os núcleos das células somáticas foram introduzidos dentro dos óvulos de uma outra ovelha, de onde haviam sido retirados os núcleos. Desta forma, formaram-se células artificiais. Através de um choque elétrico, as células foram estimuladas, após um estado em que ficaram "dormindo". Os genes passaram a agir novamente e formaram novos embriões, que introduzidos no útero de uma ovelha acabou por gerar a ovelha Dolly. A ovelha Dolly morreu alguns anos depois da experiência, apresentava sinais de envelhecimento prematuro quando foi sacrificada (devido a uma infecção pulmonar) aos 6 anos de idade (a média de idade das ovelhas é de 12 anos). O telômero (parte do cromossomo responsável pela divisão celular) pode ter sido a causa do envelhecimento precoce do animal. Por isso, o telômero tem sido alvo de pesquisas no mundo científico. Os dados estão sendo até hoje analisados, com o objetivo de se identificar os problemas ocorridos no processo de clonagem.

4

5 A maioria dos embriões clonados morre, apresenta malformações ou tem maior probabilidade de desenvolver problemas genéticos. As principais vantagens da clonagem são: - A preservação de animais em extinção; - Desenvolvimento de animais imunes a algumas doenças que são contagiosas; - Clonagem de células humanas para tratamento de doenças, como: pâncreas para diabéticos e de células do sangue para os leucêmicos.

6 Clonagem de seres humanos Embora as técnicas de clonagem terem avançado nos últimos anos, a clonagem de seres humanos ainda está muito longe de acontecer, ela implicaria a morte de muitos embriões. Além disso, não haveria certeza de que o clone se desenvolveria sem problemas futuros clonagem Além de alguns limites científicos, a questão ética e religiosa tem se tornado um anteparo para estas pesquisas com seres humanos. De um lado, as religiões, principalmente cristãs, colocam-se radicalmente contra qualquer experiência neste sentido. Por outro lado, governos de vários países proíbem por considerar um desrespeito a ética do ser humano.ética

7

8 Clonagem terapêutica É a transferência de núcleo de uma célula para um óvulo sem núcleo Isso é feito em laboratório, em momento algum se utiliza o útero para o desenvolvimento desse óvulo. Vantagem: evitaria a rejeição. No caso de pessoas portadoras de doenças genéticas isso não seria possível, mas poderia utilizar um doador que fosse compatível. Desvantagem: abriria caminho para clonagem reprodutiva e o comercio de óvulos e embriões. Contra clonagem – Leis que impedissem a transferência para o útero de embriões produzido por clonagem terapêutica Contra o comércio – vivemos, hoje, com o comercio de órgãos. Logo, precisamos de leis mais rigorosas.

9 Transgênicos Organismos transgênicos, são organismos modificados geneticamente ( receberam genes de outra espécie de seres vivos). Trata-se de um ser vivo cuja estrutura genética - a parte da célula onde está armazenado o código da vida - foi alterada pela inserção de genes de outro organismo, de modo a atribuir ao receptor características não programadas pela natureza. O método mais comum para produzir transgênicos utiliza uma bactéria como elemento intermediário. O gene de interesse é introduzido na bactéria, que, depois, é usada para infectar a célula de um animal ou planta. Ao fazer isso, a bactéria transfere parte de seu DNA para o organismo que infecta e, junto, vai o gene de interesse.

10

11 Transgênico e a Agricultura -Gerar plantas resistentes aos herbicidas, aos vírus e às variações ambientais; nutricionais - Obter retardamento no amadurecimento de frutos, produtos úteis ao homem como medicamentos, hormônios ou vacinas e alterações nutricionais de aspecto ou de sabor em alimentos de consumo humano. Transgênico e a Pecuária Acelerar o crescimento e aumentar o peso de animais utilizados na alimentação humana.

12 Argumentos a Favor do Cultivo - A produção dos alimentos transgênicos em larga escala beneficia o consumo humano, pois é menos onerosa e isso a tornaria acessível a toda a população. - A manipulação genética de plantas é relativamente simples e fácil, pois a partir de uma única célula se pode obter outra planta (Amabis). - As propriedades dos genes bacterianos de resistência a pragas na lavoura seriam transportadas para as plantas transgênicas, com o mesmo efeito, e isso viria a baratear o custo dos alimentos. - Uma planta com maior teor de nutrientes pode saciar a fome e trazer benefícios à saúde. - Alguns alimentos tiveram comprovados certos benefícios, com alto teor de vitaminas. Uma instituição americana, a Sustainabele Maize and Wheat Systems for the Poor (Sistemas Sustentáveis de Milho e Trigo para Pobres), desenvolveu um milho híbrido mais rico em vitamina A, zinco e ferro. - A produção de um alimento transgênico permite introduzir, nesse alimento, elementos que antes não existiam como o betacaroteno (da vitamina A), tornando-o mais rico e saudável. - Em 1999 a Embrapa desenvolveu um tipo de feijão resistente ao vírus responsável por perdas de até 100% das plantas durante o cultivo. - Nos anos 60, durante a Revolução Verde, um pesquisador norte-americano contribuiu no desenvolvimento de variedades de trigo que permitiram triplicar sua produção e saciar a fome de milhares de pessoas, obtendo com isso o Prêmio Nobel.

13 Argumentos Contra o Cultivo - Os transgênicos representam um aumento de riscos para a saúde dos consumidores e as multinacionais querem negar o direito dos consumidores à informação. - Não há regulamentos técnicos para a segurança no uso dos produtos transgênicos, e estes tendem a provocar a perda da diversidade genética na agricultura. - A erosão genética ameaça o futuro da agricultura e os transgênicos tornam a agricultura mais arriscada, podendo provocar a poluição genética e o surgimento de superpragas, além de matar insetos benéficos para a agricultura. - Os transgênicos podem afetar a vida microbiana no solo e os impactos dos transgênicos na natureza são irreversíveis. - Os transgênicos podem provocar queda na produção e/ou aumento de seus custos. - Ninguém quer assumir a responsabilidade pelos riscos dos transgênicos. - Umas poucas multinacionais podem monopolizar a produção de sementes para a agricultura, tornando agricultores brasileiros e o Brasil dependentes de seus interesses. - Os transgênicos podem aumentar o desemprego e a exclusão social no Brasil e representam um risco para a segurança alimentar dos brasileiros. - Não existem conhecimentos científicos sobre os impactos do uso de transgênicos no meio ambiente ou na saúde humana para a realidade brasileira.

14

15 Células – tronco Células-troncos são células mestras que têm a capacidade de se transformar em outros tipos de células, incluindo as do cérebro, coração, ossos, músculos e pele Células-tronco embrionárias são aquelas encontradas em embriões. Essas células têm a capacidade de se transformar em praticamente qualquer célula do corpo. São chamadas pluripotentes. É essa capacidade que permite que um embrião se transforme em um corpo totalmente formado. Cerca de cinco dias após a fertilização, o embrião humano se torna um blastocisto-uma esfera com aproximadamente 100 células. O que são células-tronco adultas? Esse nome é um erro, porque são encontradas em tecidos maduros, no corpo de crianças e adultos. As células-tronco de adultos são mais especializadas que as embrionárias e dão origem a tipos específicos de células. São chamadas multipotentes. Algumas pesquisas sugerem que as células-tronco adultas podem se transformar em tipos muito mais variados de células do que se supunha anteriormente. Quais os possíveis usos médicos das células-tronco? As qualidades de transformação das células tronco podem representar tratamentos para muitas doenças que afetam milhões de pessoas no mundo. Por exemplo, uma injeção de células-tronco no cérebro de um portador de mal de Parkinson pode regenerar as funções dos neurônios do paciente e levar à cura. Outras terapias podem incluir diabete, mal de Alzheimer, derrames, enfartes, doenças sanguíneas ou na espinha e câncer

16 As células-tronco são classificadas como: Totipotentes ou embrionárias - São as que conseguem se diferenciar em todos os 216 tecidos (inclusive a placenta e anexos embrionários) que formam o corpo humano. Pluripotentes ou multipotentes - São as que conseguem se diferenciar em quase todos os tecidos humanos, menos placenta e anexos embrionários. Alguns trabalhos classificam as multipotentes como aquelas com capacidade de formar um número menor de tecidos do que as pluripotentes, enquanto outros acham que as duas definições são sinônimas. Oligopotentes - Aquelas que conseguem diferenciar-se em poucos tecidos. Unipotentes - As que conseguem diferenciar-se em um único tecido. As células-tronco totipotentes e pluripotentes (ou multipotentes) só são encontradas nos embriões. As totipotentes são aquelas presentes nas primeiras fases da divisão, quando o embrião tem até células (até três ou quatro dias de vida). As pluripotentes ou multipotentes surgem quando o embrião atinge a fase de blastocisto (a partir de células, aproximadamente a partir do 5.o dia de vida) - as células internas do blastocisto são pluripotentes enquanto as células da membrana externa do blastocisto destinam-se a produzir a placenta e as membranas embrionárias. As células-tronco oligopotentes ainda são objeto de pesquisas, mas podemos dizer como exemplo que são encontradas no trato intestinal. As unipotentes estão presentes no tecido cerebral adulto e na próstata, por exemplo.

17 Quais as funções naturais das células-tronco no corpo humano? Elas funcionam como células curingas, ou seja, teriam a função de ajudar no reparo de uma lesão. As células-tronco da medula óssea, especialmente, têm uma função importante: regenerar o sangue, porque as células sangüíneas se renovam constantemente Totipotente ou embrionária – se diferenciam nos 216 tecidos, incluindo placenta e anexos embrionários Pluripotentes ou multipotentes – se diferenciam em quase todos os tecidos humanos, menos placenta e anexos embrionários. oligopotente – se diferenciam em poucos tecidos Unipotente – se diferenciam em um único tecido. Como é o uso de células – tronco Células Adultas São encontradas: medula, sangue, fígado, polpa dentária; e cordão umbilical e placenta. O auto-transplante. A limitação é para pessoas portadoras de doenças genéticas. Células de embrião Embriões excedentes que são descartados Clonagem terapêutica

18

19


Carregar ppt "O que é clonagem? A palavra clone (do grego klon, significa broto) é utilizada para designar um conjunto de indivíduos que deram origem a outros por reprodução."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google