A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento de Sistemas Pastoris DEFINIÇÃO DE OBJETIVOS PLANEJAMENTO DA PROPRIEDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento de Sistemas Pastoris DEFINIÇÃO DE OBJETIVOS PLANEJAMENTO DA PROPRIEDADE."— Transcrição da apresentação:

1

2 Planejamento de Sistemas Pastoris

3 DEFINIÇÃO DE OBJETIVOS PLANEJAMENTO DA PROPRIEDADE

4 MÃO-DE-OBRA ESPECIALIZADA E ENTUSIASMADA

5 MÃO-DE-OBRA 1,5 PESSOAS/200 VACAS

6 PLANEJAMENTO DA PROPRIEDADE

7 Planejamento Forrageiro = adequar Suprimento e Demanda

8 Taxas de crescimento Demanda Kg de MS/ha/dia Suprimento e Demanda alimentar de um rebanho leiteiro da NZ (3 vacas/ha)

9 Perfil alimentar de um rebanho bovino no RS (1 vaca/ha)

10 Perfil alimentar de um rebanho ovino típico no RS (4 ovelhas/ha)

11 Tipos de Planejamento Forrageiro Longo prazo: políticas gerais Médio prazo: decisões para um determinado período no futuro Curto prazo: decisões conforme condições do momento

12 O Planejamento deve ser Flexível

13 Planejamento a Longo Prazo Taxa de Lotação

14

15 Desempenho / animal Desempenho/ área Desempenho/animal Desempenho/hectare

16 tempo Produção de MS acumulada (%do máximo) Crescimento da pastagem (%da máxima taxa de crescimento) perdas por senescência e decomposição tempo

17 Oferta de Forragem (kg MS/100 kg PV/dia) Consumo de MS (kg MS/100 kg PV/dia)

18 Época de inseminação e produção de leite Planejamento a Longo Prazo

19

20 Taxa de Lotação X Época de Inseminação

21

22 Tipo Animal Planejamento a Longo Prazo

23

24

25 Planejamento a Médio Prazo

26 Demanda Animal X Oferta de Forragem durante o ano

27 DEMANDA ANIMAL

28

29

30 Semanas pré e pós-encarneiramento Kg de MS/ovelha/dia Requerimentos Padrão anual de requerimentos e ofertas de forragem necessárias ao seu atendimento (Beattie e Thompson, 1989)

31 Demanda alimentar de uma ovelha no RS encarneiramento parição

32 Ofertas de forragem, níveis de resíduo e pesos mínimos sugeridos para rebanhos de cria na Nova Zelândia (Smeaton et al., s.d.) Ofertas (kg MS/vaca/dia) Resíduos (kg MS/ha) Mínimo sugerido Whatawhata (86% desmame) Parição Desmame Peso da vaca (kg)

33 OFERTA DE FORRAGEM

34

35

36

37

38

39 RESÍDUO Bovinos Pastagens de Inverno ou prostradas de verão –1.500 kg MS/ha Pastagens Cespitosas de verão –2.000 kg MS/ha

40 Vacas em lactação - resíduo alto (mínimo 1500 kg MS/ha) Vacas secas - resíduo baixo (1000 kg MS/ha)

41 RESÍDUO O vino MANTENÇA kg MS/ha GANHO, FINAL GESTAÇÃO, LACTAÇÃO kg MS/ha

42 O que fazer para reduzir o déficit de forragem?

43 OPÇÕES Pastagem Silagem Feno Uso de concentrado Uso de Nitrogênio Arrendar campo Vender animais Secar vacas mais cedo

44 Fazer Pastagem de Inverno Exemplo

45

46

47 Planejamento a Curto Prazo

48 Adubação Nitrogenada

49

50

51 EXEMPLO

52

53

54 Ofertas de forragem (kg MS/vaca/dia) Peso do terneiro (kg) Efeito de ofertas de forragem durante as 8 semanas pré-parto no peso do terneiro à desmama (diferentes trabalhos; Smeaton et al., s.d.)

55 Meses em relação à parição Consumo (kg MS/vaca/dia) Sensibilidade a baixas ofertas de forragem Moderada mas crescente AltaDiminuiçãoBaixa PariçãoFinal entoure Requerimento de vacas de corte e sensibilidade a baixas ofertas de forragem (Smeaton et al., s.d.)

56 Efeito de ofertas de forragem pós-parto até entoure no peso do terneiro à desmama ( Nicoll, 1979; Whatawhata, 1978) Ofertas de forragem (kg MS/vaca/dia) Peso do terneiro (kg)

57 Efeito de ofertas de forragem durante as 8 semanas pré- parto no intervalo subsequente entre parição e o primeiro estro (diferentes trabalhos; Smeaton et al., s.d.) Ofertas de forragem (kg MS/vaca/dia) Intervalo (dias)

58 Efeito de ofertas de forragem baixas e altas durante os períodos pré e pós-parição no intervalo entre parição e o primeiro estro (Smeaton et al., s.d.) B/AB/BA/BA/A B = baixa A = alta Pré-parição/pós-parição Intervalo (dias)

59 Efeito de ofertas de forragem após a parição até entoure no intervalo entre parição e primeiro estro ( Nicoll, 1979; Whatawhata, 1978) Ofertas de forragem (kg MS/vaca/dia) Intervalo (dias)

60 Silagem Massa de forragem (kg MS/ha)

61 Massa de forragem (kg MS/ha) parição de agosto parição de setembro

62 Taxas de crescimento Demanda (parição de agosto) Kg de MS/ha/dia


Carregar ppt "Planejamento de Sistemas Pastoris DEFINIÇÃO DE OBJETIVOS PLANEJAMENTO DA PROPRIEDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google