A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EDUCAÇÃO MOTORA E SUAS INFLUÊNCIAS NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA. Conceitos, dificuldades evitadas e atividades práticas. Elaboração Professora Josiane.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EDUCAÇÃO MOTORA E SUAS INFLUÊNCIAS NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA. Conceitos, dificuldades evitadas e atividades práticas. Elaboração Professora Josiane."— Transcrição da apresentação:

1 EDUCAÇÃO MOTORA E SUAS INFLUÊNCIAS NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA. Conceitos, dificuldades evitadas e atividades práticas. Elaboração Professora Josiane A.S.F.Benvenutti

2 Desenvolvimento motor, segundo GALLAHUE,2008. MOVIMENTOS REFLEXOS: 0 a 4 meses MOVIMENTOS RUDIMENTARES: 4 meses a 2 anos MOVIMENTOS FUNDAMENTAIS: 2 A 7 ANOS, Divide-se em 3 estágios: maduro 6 a 7 anos, elementar 4 a 5 anos, Inicial 2 a 3 anos. andar,correr, saltar,arremessar e receber chutar, quicar,etc. FASE DE COMBINAÇÕES DOS MOVIMENTOS FUNDAMENTAIS 7 A 10 ANOS. MOVIMENTOS ESPECIALIZADOS 10 ANOS EM DIANTE.

3 Jogos e brincadeiras Dão ás crianças a oportunidade de utilizar combinações de habilidades motoras(e,m,l)e conceito de movimento(consciência de espaço,mudança de direção,consciência de esforço,mudança de velocidade,consciência de relacionamentos.)com intuito de atingir uma meta.(Gallahue,2008.)

4 Propósito dos jogos Jogos devem ser divertidos,mas a diversão não é a razão primordial para incluí-los no planejamento. As razões são desde a prática de habilidades motoras até a promoção da aprendizagem social e o desenvolvimento do cognitivo.

5 PAPEL DO PROFESSOR NO ENCAMINHAMENTO DOS JOGOS: PROVOCAR A PARTICIPAÇÃO COLETIVA OFERECENDO SEMPRE OS SUBSÍDIOS NECESSÁRIOS PARA INICIAR O JOGO. DESAFIAR O ALUNO NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS. CRIAR UM CLIMA PARA O DESENVOLVIMENTO DA AUTONOMIA, CRIAR DESAFIOS.

6 PAPEL DO PROFESSOR NO ENCAMINHAMENTO DOS JOGOS: INCREMENTAR AS AÇÕES E SUGESTÕES DAS QUESTÕES SUGERIDAS CRIAR AMBIENTE LÚDICO EM SALA DE AULA cantinho do faz de conta, lojinha,mercadinho,casinha, cabana, trabalhar com dramatização de histórias infantis, etc.

7 Jogos auxiliam no desenvolvimento físico,motor cognitivo,afetivo e social da criança.

8 Desenvolvimento físico e motor. ajuda na exploração sensorial, desenvolve a coordenação fina, viso-motora e ampla, a lateralidade, noção de tempo e espaço, desenvolve habilidades motoras básicas e específicas,etc.

9 Desenvolvimento social Aprende a respeitar os outros e a si mesmo, ajuda a expressar-se e lidar com sentimentos,alivia o stress e tensões da criança. Ajuda a desenvolver estilo e perspectivas pessoais, brincar da oportunidades para a criança fazer suas escolhas, poder de decisão.

10 Desenvolvimento cognitivo resolve problemas,desafios mentais são propostos através dos jogos e das brincadeiras.

11 CONTEÚDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL ELEMENTOS DA PSICOMOTRICIDADE, JOGOS DE FAZ DE CONTA, JOGOS DE CONSTRUÇÃO, JOGOS DE REGRAS, BRINQUEDOS CANTADOS e GINÁSTICA.

12 ELEMENTOS DA PSICOMOTRICIDADE

13 ESQUEMA CORPORAL Esquema corporal: conceito que o indivíduo tem do seu próprio corpo, de suas partes e de sua capacidade de movimentação. BORGES,1998, p 43, seleciona alguns níveis do esquema corporal a serem alcançados durante a Educação Infantil: apontar partes do corpo nomear partes do corpo movimentar partes do corpo, de todas as maneiras reproduzir movimentos e posições obedecendo ordens verbais localizar sensações identificando-as representar graficamente o corpo expressar-se corporalmente

14 Esquema corporal Dificuldades que poderão ocorrer se não for trabalhado. Segundo MORAIS (1986), a criança que não consegue desenvolver a imagem corporal terá problemas sérios em orientação espacial e temporal, na aquisição dos conceitos em cima, embaixo, dentro, fora, esquerda, direita. Essas dificuldades se transferirão para o papel. Será difícil para a criança obedecer os limites de seu caderno, de sua folha.

15 COORDENAÇÃO Coordenação ampla – conjunto de habilidades desempenhadas com o corpo todo, buscando harmonia e controle de movimentos amplos. Coordenação fina – é o resultado do desenvolvimento de pequenos grupos musculares a ponto de ser possível realizar pequenos movimentos específicos. Coordenação viso-motora: visão orientada somente os pequenos grupos musculares.

16 Coordenação ampla,fina e viso - motora Dificuldades que poderão ser evitadas: letra legível e realizada sem tanta força muscular, cópia da lousa coordenando os movimentos dos olhos e da mão.

17

18

19 LATERALIDADE Lateralidade – é a manifestação de um lado referencial na ação vinculado ao hemisfério cerebral. Lateralização: organização do espaço a ser percorrido em relação à direita e esquerda.

20 A lateralidade, é outro conceito importante que se for trabalhada pode evitar dificuldades como: a disgrafia, a discriminação de letras, ex: b – d, o sentido direcional da leitura e escrita, escrita especular conhecida como espelhamento, ex: em vez de escrever CASA escreve SACA.

21

22

23 ORGANIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO ESPACIAL Organização e Orientação espacial – capacidade de situar-se, orientar-se e movimentar-se em qualquer espaço, tendo sempre como referência a sua própria pessoa.

24 ORGANIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO ESPACIAL Dificuldades que poderão ocorrer se não for trabalhada. Segundo FROSTIG (apud MORAIS, 1986, p.35) a posição espacial é a relação entre um objeto e o observador. A criança que tem uma boa orientação espacial consegue discriminar os diferentes conceitos relacionados a posição espacial o que evitará problemas como: dificuldades em locomover os olhos durante a leitura, na escrita não respeitar a direção horizontal do traçado, não respeitar o limite da folha, acumulando palavras ao sentir que a folha vai acabar.

25 ORGANIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO TEMPORAL E RITMO. Organização e Orientação temporal – representação mental do passado, presente e futuro, o antes, o agora e o depois, tempo do corpo,tempo de um objeto em relação ao corpo. Ritmo: conhecer seu próprio ritmo e identificar seu movimento corporal com ou sem música. É a ordenação específica, característica e temporal de um ato motor. ( Meinel e Schabel – 1994, p.73)

26 ORGANIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO TEMPORAL E RITMO. Dificuldades que poderão ocorrer se não for trabalhado. Para CONDEMARIN e BLOMQUIST (apud MORAIS,1986) quando se fala em tempo, sempre se engloba dois conceitos fundamentais, duração e sucessão. A criança precisa captar e discriminar a duração e a sucessão de sons, essa orientação temporal ausente pode causar dificuldades nas pronúncias e na escrita das palavras, trocando a ordem das letras ou inventando-as, dificuldades na retenção de uma série de palavras dentro da sentença, problemas de correspondência de sons com as respectivas letras. O ritmo é outra habilidade relacionada com o fator tempo, se a criança não for trabalhada poderá ter dificuldades como de perceber a ocorrência dos sons que causará em leitura lenta e silabada.


Carregar ppt "EDUCAÇÃO MOTORA E SUAS INFLUÊNCIAS NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA. Conceitos, dificuldades evitadas e atividades práticas. Elaboração Professora Josiane."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google