A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IMPORTÂNCIA DO ESTUDO E PRÁTICA DA MEDIUNIDADE PARA O CENTRO ESPÍRITA Federação Espírita Brasileira * Feb.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IMPORTÂNCIA DO ESTUDO E PRÁTICA DA MEDIUNIDADE PARA O CENTRO ESPÍRITA Federação Espírita Brasileira * Feb."— Transcrição da apresentação:

1 IMPORTÂNCIA DO ESTUDO E PRÁTICA DA MEDIUNIDADE PARA O CENTRO ESPÍRITA Federação Espírita Brasileira * Feb

2 Allan Kardec, Obras Póstumas: Projeto Ensino espírita Curso regular de Espiritismo professado com o fim de desenvolver os princípios da Ciência e de difundir o gosto pelos estudos sérios. Esse curso teria a vantagem de a)fundar a unidade de princípios, b)fazer adeptos esclarecidos, capazes de espalhar as idéias espíritas e c)desenvolver grande número de médiuns. ESTUDO E PRÁTICA Mediunidade

3 « Todos os dias a experiência nos traz a confirmação de que as dificuldades e os desenganos, com que muitos topam na prática do Espiritismo, se originam da ignorância dos princípios desta ciência [...]. » Allan kardec. O Livro dos Médiuns, Introdução. Mediunidade ESTUDO E PRÁTICA

4 « A necessidade do estudo da mediunidade de forma contínua e sistematizada tem como finalidade preparar trabalhadores da mediunidade conscientes, responsáveis e esclarecidos, porém capazes de garantir a simplicidade e a segurança do intercâmbio com os Espíritos. Para tanto, a prática mediúnica deve está isenta de distorções doutrinárias, misticismos ou de comportamentos exóticos à Doutrina Espírita,(…) » Allan kardec. O Livro dos Médiuns, Introdução. Mediunidade ESTUDO E PRÁTICA

5 Mediunidade ESTUDO E PRÁTICA « De par com os médiuns propriamente ditos, há, a crescer diariamente, uma multidão de pessoas que se ocupam com as manifestações espíritas. Guiá-las nas suas observações, assinalar-lhes os obstáculos que podem e hão de necessariamente encontrar, lidando com uma nova ordem de coisas, iniciá-las na maneira de confabularem com os Espíritos, indicar-lhes os meios de conseguirem boas comunicações, tal o círculo que temos de abranger, sob pena de fazermos trabalho incompleto. » Allan kardec. O Livro dos Médiuns, Introdução.

6 Mediunidade ESTUDO E PRÁTICA Os candidatos ao trabalho mediúnico, junto das criaturas humanas, precisam refletir com segurança e discernimento, antes de abraçá-lo, conscientes de que se encontram diante de um dos mais sérios compromissos espirituais da vida. Francisco Cândido Xavier. Lições de Sabedoria.São Paulo: Editora Jornalística Fé, 1997, p.140

7 Mediunidade ESTUDO E PRÁTICA Não nos referimos, porém, à educação moral pelos livros e sim à que consiste na arte de formar carateres, à que incute hábitos, porquanto a educação é o conjunto dos hábitos adquiridos. Allan Kardec. O Livro dos Espíritos, Questão 685, comentário.

8 Tendo como referência essas orientações, a partir de março de 1998, foi disponibilizado ao Movimento Espírita, o Programa de Estudo e Educação da Mediunidade, organizado em dois níveis de estudo: Programas I e II. Em julho de 2001 e de 2005, respectivamente, a FEB publicou a segunda e a terceira edição, ambas substancialmente revisadas, cujo título foi modificado para Estudo e Prática da Mediunidade. Federação Espírita Brasileira

9 Em 2007, a segunda edição do Curso, foi revisada e atualizada. Os conteúdos estão centrados nas atividades da reunião mediúnica, desenvolvidos de forma objetiva e com coerência semântica. A idéia-sintese norteadora dos fins e dos objetivos do Curso foi mantida: priorizar a formação do trabalhador da mediunidade que atua num grupo mediúnico ou que dele pretende participar. Federação Espírita Brasileira

10 Conceito O Estudo e Prática da Mediunidade é uma reunião privativa que prioriza a participação efetiva dos inscritos, realiza-se através da técnica de grupo, de modo seqüenciado e contínuo, de caráter teórico e prático, com programação fundamentada na obras da Codificação e nas complementares a esta, conforme as diretrizes doutrinárias Espíritas e à moral dos Evangelhos de Jesus.

11 Objetivos do estudo: Programa I Propiciar conhecimento aprofundado da Doutrina Espírita, com enfoque no estudo da mediunidade. Favorecer o desenvolvimento natural das faculdades psíquicas do participante, por meio de exercícios específicos. Realiza-se em atividades plenárias e em grupos, em dois momentos: um teórico (1h30m) e outro prático (30m). Objetivos e metodologia

12 Objetivos do estudo: Programa II Ensejar um estudo mais aprofundado da mediunidade, tendo em vista a formação ética, moral e intelectual dos participantes. Favorecer o desenvolvimento e a educação das faculdades mediúnicas ou psíquicas dos participantes. Realiza-se o estudo teórico, expositivo, (30m), seguido de reunião mediúnica supervisionada pelos monitores do Curso e/ou trabalhadores experientes da reunião mediúnica da Casa Espírita Objetivos e metodologia

13 FUNDAMENTAÇÃO ESPÍRITAPRÁTICA/EXERCÍCIOS Módulo Introdutório – Pontos principais da Doutrina Espíritas Não há Módulo nº 1 – Fundamentação Espírita: Introdução ao estudo da mediunidade Prece Módulo nº 2 - Fundamentação Espírita: A prática mediúnica Irradiação mental Módulo nº 3 - Fundamentação Espírita: Mediunidade, obsessão, desobsessão Harmonização psíquica Módulo nº 4 - Fundamentação Espírita: A vida no Mundo Espiritual Percepção psíquica PROGRAMA I

14 PROGRAMA II Módulo I - As reuniões mediúnicasDesenvolvimento supervisionado: a)das faculdades mediúnicas, em quem possua condições naturais para tal; b)das faculdades psíquicas e da conduta moral. Módulo II – Os participantes da reunião mediúnica Módulo III - Mecanismos da mediunidade Módulo IV – Os Espíritos Comunicantes Módulo V – Atendimento aos Espíritos Comunicantes

15 O Centro Espírita Não se trata somente de uma construção física, adequada às necessidades de natureza educativa, mas, sobretudo, de uma edificação espiritual, cujas as bases devem estar fincadas na rocha da Espiritualidade, de onde nascem as legítimas realizações para o engrandecimento moral das criaturas humanas. (…) Santuário de bênçãos… Oficina de trabalho edificante Escola de educação integral Lar que propicia a legítima fraternidade Bezerra de Menezes, por Divaldo Pereira Franco. Suely Caldas Schubert. Dimensões espirituais do Centro Espírita. 2 ed. – Rio de Janeiro: FEB, Conhecer para melhor atender às necessidades do Centro Espírita

16 Orientação AO CENTRO ESPÍRITA 4) … para bem atender às suas finalidades, o Centro Espírita deve ser núcleo de estudo, de fraternidade, de oração e de trabalho, com base no Evangelho de Jesus, à luz da Doutrina Espírita; (…)

17 POR QUE É NECESSÁRIO ESTUDAR A MEDIUNIDADE 1.Evitar dificuldades e desenganos relativos ao desconhecimento do assunto. 2.Educar médiuns de forma correta e equilibrada. 3.Conhecer obstáculos e desafios relacionados : à manifestação dos Espíritos e ao diálogo com Entidades sofredoras; à obtenção de boas comunicações mediúnicas e à neutralização de atos oriundos de Espíritos moralmente inferiores. Allan Kardec: O Livro dos Médiuns. Introdução.

18 Na dúvida, abstém-te.(...) Desde que uma opinião nova venha a ser expedida, por pouco vos pareça duvidosa, fazei-a passar pelo crisol da razão e da lógica e rejeitai desassombradamente o que a razão e o bom-senso reprovarem. Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma única falsidade, uma só teoria errônea. ERASTO. Allan Kardec. O Livro dos Médiuns, cap. XX it. 230)


Carregar ppt "IMPORTÂNCIA DO ESTUDO E PRÁTICA DA MEDIUNIDADE PARA O CENTRO ESPÍRITA Federação Espírita Brasileira * Feb."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google