A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Redes Ópticas Mestrado em Ciência da Computação Redes Ópticas Contextualização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Redes Ópticas Mestrado em Ciência da Computação Redes Ópticas Contextualização."— Transcrição da apresentação:

1 Redes Ópticas Mestrado em Ciência da Computação Redes Ópticas Contextualização

2 Redes Ópticas Controle de Topologia Tema 1- Cap 10: seções 10.1 a 10.3 Tema 2- Cap 10: seções 10.4 a 10.5 Protocolos de Roteamento Tema 3- Cap 11: seções 11.1 a 11.3 Tema 4- Cap 11: seções 11.4 a 11.6 Camada de Transporte e Qualidade de Serviço Tema 5- Cap 13: seções 13.1 a 13.3 Tema 6- Cap 13: seções 13.4 a 13.6 Suporte a Aplicações Avançadas (segurança, etc…) Tema 7- Cap 14: seções 14.1 a 14.3 Seminários Redes de Sensores Datas: 22/maio (2 grupos); 5/junho (4 grupos); 19/junho (1 grupo). Prova escrita: 03 de julho

3 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 3 Evolução dos sistemas e das redes –Paradoxo da Lei de Moore –Linha do Tempo da Transmissão Óptica –Crescimento do Tráfego Camadas Clientes –SONET-SDH –IP Colapso da Camadas Sumário

4 Redes Ópticas Evolução dos Sistemas e das Redes

5 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 5 Paradoxo da Lei de Moore Nó # ips #pps ( ips) ( pps) = ( ipp) #ipp#pps#ipsAnos ips= instruções por segundo pps= pacotes (ou bits) por segundo ipp= instruções por pacote (ou por bit)

6 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 6 Paradoxo da Lei de Moore Transmissão óptica cresce 1000 vezes por década; Lei de Moore: Velocidade de Processamento cresce 100 vezes por década; Portanto, provavelmente menos instruções por bit ou pacote podem ser feitas nos nós das redes atuais do que a 30 anos atrás!

7 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 7 A Camada Óptica Arquitura da nova Rede de Transporte

8 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 8 Linha do Tempo da Transmissão Óptica 1/2 PeríodoGargalo (Bottleneck) SoluçãoCapacidade Gbps.km Fibra Multimodo Fibra Monomodo.02 to nm 1310 nm

9 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 9 Linha do Tempo da Transmissão Óptica 1/2 PeríodoGargalo (Bottleneck) SoluçãoCapacidade Gbps.km Lasers Multimodo - Dispersão Cromática - Lasers SM - Fibras DSF nm 1550 nm

10 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 10 Linha do Tempo da Transmissão Óptica 2/2 PeríodoGargalo (Bottleneck) SoluçãoCapacidade Tbps.km Eletrônico (transmissão) - Perdas, atenuação - WDM - EDFAs 1 500

11 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 11 Linha do Tempo da Transmissão Óptica 2/2 PeríodoGargalo (Bottleneck) SoluçãoCapacidade Tbps.km Eletrônico (roteamento) IP / WDM (?)Transparency, Granularity (Networking)

12 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 12 Networking

13 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 13 Crescimento do Tráfego IP Tráfego IP domina a demanda gerando transições em: Negócios Serviços Sistemas Tecnologias Materiais

14 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 14 Crescimento do Tráfego IP Tráfego IP dobra a cada ano; A tabela mostra a medida do tráfego na NSFNet USA em dezembro de cada ano; AnoTB/mês 19901, , , , ,3 1995? – – – – 35000

15 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 15 Transições nos Negócios Do monopólio para a competição; Privatização; Da universalização dos serviços antigos para a distribuição de novos serviços; Massificação da informação;

16 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 16 Transições nos Serviços Desregulamentação; Novos atributos: mobilidade, interatividade, etc; Novo suporte: de canal de comunicação para ambiente de comunicação mediado por software

17 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 17 Novos Sistemas De redes segregadas para rede integradas; Tráfego heterogêneo; Plataformas IP, MPLS; Redes Ópticas: SDH/SONET, DWDM; Acesso sem fio: WAP, 3G, 4G,...

18 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 18 Novas Tecnologias Eletrônica Fotônica/Optoeletrônica; Redes Transparentes (All-optical Networks); Processamento Digital de Sinais.

19 Redes Ópticas Camadas Clientes

20 Redes Ópticas Camadas Clientes SONET / SDH IP IP / MPLS Gigabit Ethernet

21 Redes Ópticas SDH ATM Camadas Clientes - A rede óptica fornece caminhos ópticos transparentes para múltiplas redes clientes: estáticas ou dinâmicas; - Os clientes não enxergam a topologia da rede óptica; - As requisições vindas das redes clientes podem ser bloqueadas (?). Rede Óptica Redes Clientes

22 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 22 Camadas Clientes: SDH/SONET Synchronous Optical Network Synchronous Digital Hierarchy SONETSDHTAXA DE BITS (Mb/s) STS – 151,84 STS – 3STM – 1155,52 STS – 12STM – 4622,08 STS – ,16 STS – 48STM – ,32 STS – 192STM – ,28 STS – 768STM – ,32

23 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 23 Camadas Clientes: SDH/SONET Facilidade de Demultiplexagem O fato de não se ter um relógio universal fez com que as redes PDH (Plesiocronous Digital Hierarchy) apresentassem limitações como dificuldade para demultiplexar sinais de taxas básicas; Proteção e restauração (60 ms); Gerenciamento (alarmes, configuração manual de caminhos).

24 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 24 Camadas Clientes: SDH/SONET Gargalo eletrônico; Camadas SDH Regeneração 3R Regeneration Retiming Reshaping

25 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 25 Camadas Clientes: SDH/SONET Regeneração 3RRegeneration Retiming Reshaping Faz uma cópia fiel do sinal; Elimina a transparência de: taxa de bits, formato de modulação e protocolo. Portanto atualizações do sistema são caríssimas;

26 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 26 Camadas Clientes: SDH/SONET Mal uso da capacidade da fibra óptica; Opacas O – E – O Alto custo; (uso de regeneradores) Estáticas Topologias lineares (ex: anel)

27 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 27 Camadas Clientes: SDH/SONET Interfaces Físicas do SDH A ITU define 5 interfaces (G.957, G.691) – Conexões Intraoffice (I): L 2 Km; – Conexões Interoffice - curta distância (S): L 15 km em 1310 nm e L 40 km em 1550 nm; – Conexões Interoffice - longa distância (L): L 40 km em 1310 nm e L 80 km em 1550 nm; – Conexões Interoffice – longíssima distância (V): L 60 km em 1310 nm e L 120 km em 1550 nm; – Conexões Interoffice – ultra longa distância (U): L 120 km

28 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 28 Camadas Clientes: IP – Melhor Esforço (best-effort); – Nenhuma garantia de QoS; – Nenhum controle de admissão; – Roteamento pelo destino gerando congestionamento desnecessário.

29 Redes Ópticas O Colapso das Camadas

30 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 30 O Colapso das Camadas SDH IP WD M ATM SDH WD M IP/MPLS WD M IP/ATM/SDH/WDM IP/SDH/WDM IP/WDM Mercado QoS Confiabilidade Capacidade Mercado+QoS Confiabilidade Capacidade Conf. + Capacidade Mercado+ QoS

31 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 31 A Camada Óptica Arquitura da nova Rede de Transporte

32 Redes Ópticas Iguatemi E. Fonseca 32 Problemáticas para estudo


Carregar ppt "Redes Ópticas Mestrado em Ciência da Computação Redes Ópticas Contextualização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google