A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Prof. M.Sc. Fábio Francisco da Costa Fontes Março - 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Prof. M.Sc. Fábio Francisco da Costa Fontes Março - 2009."— Transcrição da apresentação:

1 INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Prof. M.Sc. Fábio Francisco da Costa Fontes Março

2 Roteiro CONCEITOS FUNDAMENTAIS HISTÓRICO E EVOLUÇÃO DO COMPUTADOR

3 CONCEITOS FUNDAMENTAIS Os computadores invadiram cada canto de nossa vida cotidiana. Quer tenha ou não, particularmente, algum conhecimento a respeito, você utiliza computadores quando saca dinheiro no caixa eletrônico, quando faz compras no supermercado e até mesmo quando dirige seu carro. Em casa, as pessoas usam o computador para escrever textos escolares e cartas, controlar contas bancarias, comunicar-se com amigos e colegas, acessar conhecimento, fazer compras, entreter-se e muito mais. Praticamente qualquer carreira em seu futuro incorporará de alguma maneira um computador.

4 Informática: é informação automática, isto é, o tratamento da informação de modo automático. Portanto informática pressupõe o uso de computadores eletrônicos no trato da informação. Tem a informática comprometimentos tanto com a área das ciências exatas quanto com a área das ciências sociais. CONCEITOS FUNDAMENTAIS

5 A informática está situada na interseção de quatro áreas do conhecimento: Ciência da Computação: preocupa-se com o processamento dos dados, abrangendo a arquitetura das máquinas e as respectivas engenharias de software, isto é, sua programação. Ciência da Informação: volta-se ao trato da informação, notadamente no tocante a seu armazenamento e a sua veiculação. CONCEITOS FUNDAMENTAIS

6 Teoria dos Sistemas: sugere a solução de problemas a partir da conjugação dos elementos capazes de levar a objetivos pretendidos. Cibernética: preocupa-se com a busca da eficácia, através de ações ordenadas sob convenientes mecanismos de automação.

7 Principais áreas onde os computadores são utilizados: Educação: Comércio: Transporte: Agricultura: Saúde: Construção Civil: Aviação: Telecomunicação: etc; Você é capaz de relacionar algumas atividades dessas áreas onde o uso do computador é fundamental? CONCEITOS FUNDAMENTAIS

8 Os computadores classificam-se: Quanto à característica de operação Quanto à característica de utilização Quanto à característica de construção HISTÓRICO E EVOLUÇÃO DO COMPUTADOR

9 Quanto à característica de operação Analógicos: representa variáveis por meio de analogias físicas. Trata-se de uma classe de computadores que resolve problemas referentes a condições físicas, por meio de quantidades mecânicas ou elétricas, utilizando circuitos equivalentes como analogia ao fenômeno físico que está sendo tratado. Utilizado: laboratórios de pesquisa Digitais: Processa informações representadas por combinações de dados discretos ou descontínuos. Trata-se de um dispositivo projetado para executar sequências de operações aritméticas e lógicas. Utilizado: bancos, comércio, indústria, etc. voltar

10 Quanto à característica de Utilização Científico: quando é dirigido a emprego em áreas de cálculos e pesquisas científicas, onde são requeridos resultados de maior precisão, isto é, trato de problemas em que números muito grandes costumam ter unidades processadoras sofisticas e pequeno volume de entrada e saída de dados. Comerciais: utilizados nas empresas, caracterizam-se por permitirem o trato rápido e seguro de problemas que comportam grande volume de entrada e saída de dados. voltar

11 Quanto à característica de construção Em aproximadamente 55 anos, demos um salto sobre quatro gerações de tecnologia: A válvula a vácuo O transistor O circuito integrado O microprocessador

12 A Primeira Geração O UNIVAC foi o primeiro computador construído para uma aplicação comercial. Usava válvulas a vácuo como componentes internos: Gerava muito calor. Eles se queimavam com freqüência. Usava núcleos magnéticos para prover memória. Os dados eram armazenados em cartões perfurados. Entre 1930 e 1958 Voltar

13 A Segunda Geração Utilizava transistores – dispositivos que transferem sinais eletrônicos através de um resistor. Mais rápidos e mais confiáveis do que as válvulas a vácuo. Consumiam menos energia e geravam menos calor. As linguagens modificaram-se de linguagens de máquina para linguagens assembly e depois para linguagens de alto nível. O armazenamento de dados passou de cartões perfurados a armazenamento em fita, e, depois, em disco. Maior capacidade de armazenamento. Computadores menores e mais tempo de funcionamento Entre 1955 e 1965 Voltar

14 A Terceira Geração Utilizava circuitos integrados – circuitos eletrônicos completos em um pequeno chip de silício. Muitos transistores em um chip Apresentava muitas vantagens: Confiabilidade. Eram mais compactos. Baixo custo: Podem ser manufaturados a baixo custo. Surgiram os discos magnéticos (disquetes) o que possibilitou a criação de programas grandes. Entre 1965 e 1980 Voltar

15 A Quarta Geração Utiliza microprocessador – um processador de uso geral em um chip. Contém milhões de minúsculos transistores. Custo ainda mais barato. É a geração do computador pessoal Entre 1980 e …

16 Exemplos Computadores pessoais Computadores notebook Computadores manuais (handheld) Computadores manuais (handheld) Computadores midrange Mainframes Supercomputadores

17 Computadores Pessoais Computadores de mesa (desktop) : Também conhecidos como PCs, microcomputadores, ou computadores domésticos. Divididos em três categorias:categorias Computadores de segunda linha (low-end). Computadores pessoais com plena capacidade. Estações de trabalho (workstations). Computador de rede (Network Computer - NC): Unidade central de processamento e memória mínima. Projetado para ser usado em uma rede. Às vezes chamado de cliente magro (thin client) Voltar

18 Categorias de PCs Computadores de segunda linha (low-end) Adequados para usuários domésticos, para processamento de texto, jogos simples e acesso à Internet. Computadores com plena capacidade Bons para acentuado uso de gráficos, programação ou jogos baseados em ação. Estações de trabalho Computadores de primeiríssima linha usados por engenheiros, operadores financeiros e designers gráficos. Voltar

19 Computadores Notebook Computadores pequenos e leves. Suas capacidades se comparam às dos computadores de mesa: Processamento e memória similares. A maioria tem disco rígido e uma unidade de disquete ou CD-ROM. Tipicamente, mais caros do que um computador de mesa equivalente. Versões maiores e mais pesadas são conhecidas como laptops e podem ser usados no lugar dos computadores de mesa por pessoas que necessitam de portabilidade Voltar

20 Computadores Manuais (Handheld) Assistente Digital Pessoal – Personal Digital Assistant (PDA): Controla a agenda de compromissos, contatos etc. Aceita entrada por meio de um estilo manual. PC de Bolso (Pocket PC): Oferece as capacidades existentes nos PDAs, além da capacidade de rodar versões reduzidas de software, como, por exemplo, processador de texto e planilhas eletrônicas. Voltar

21 Computadores Midrange Computadores multiusuário projetados para suprir as necessidades de organizações de porte médio. Centenas ou milhares de usuários conectados. Usados para controle de estoques, entrada de pedidos e outras aplicações da companhia como um todo. Voltar

22 Mainframes Computadores muito grandes e potentes: Capazes de processar bilhões de instruções por segundo. Capazes de manipular bilhões de caracteres de dados. Freqüentemente usados para aplicações com muitos usuários: Sistemas de reservas de passagens aéreas. Grandes estabelecimentos de vendas por encomenda postal. Servidores de . Voltar

23 Supercomputadores Os computadores mais rápidos e mais poderosos: Capazes de processar trilhões de instruções por segundo. Usados para aplicações muito sofisticadas que requerem gigantescas manipulações de dados: Previsão do tempo. Pesquisa de armamentos. Efeitos especiais para cinema.

24 Referências CAPRON, H. L. e JOHNSON, J. A. Introdução a Informática. 8ª Ed., São Paulo: Pearson Editora, CAPRON, H. L. e JOHNSON, J. A. Material de apoio ao professor para o livro Introdução a Informática. 8ª Ed., Pearson Editora, Disponível em:. Acesso em: 03 dez VELLOSO, F. C. Informática: conceitos básicos. 7ª Ed., Rio de Janeiro: Editora Campus/Elsevier, 2004.


Carregar ppt "INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO Prof. M.Sc. Fábio Francisco da Costa Fontes Março - 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google