A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Hardware: estrutura básica e seus periféricos Ana Paula & Lúcia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Hardware: estrutura básica e seus periféricos Ana Paula & Lúcia."— Transcrição da apresentação:

1 Hardware: estrutura básica e seus periféricos Ana Paula & Lúcia

2 Tipos de Computadores Supercomputadores: máquinas ultra-rápidas construídas para processar quantidades enormes de dados científicos. Simulações. Mainframes: grande porte, são destinados a operar grandes volumes de informação. Microcomputadores: PC (Personal Computer). São projetados para uso individual; Interconexão. Desktop. Notebooks : pequenos, fáceis de transportar e utilizam baterias. (Laptop e Palmtop)

3 Unidade de Entrada Unidade de Saída Processamento e Controle Armazenamento Secundário Esquema básico do computador

4 Computador Hardware Software Usuário(Peopleware) Hardware: parte física do sistema de computação (mecânicas e eletrônicas). Software: parte lógica do sistema de computação, ou seja, o conjunto de instruções para o hardware executar. Peopleware: pessoas que trabalham com o computador.

5 Unidade de Saída Entrada MemóriaAuxiliar Sistema Central CPU MemóriaPrincipal UC ULA Cérebro do Computador Armazena dados e programas necessários para a realização de um trabalho Realiza as operações lógicas e aritméticas Comanda as outras unidades

6 Hardware Unidade Central de Processamento: Parte principal do computador, executa todo o processamento numérico e lógico. É responsável por interpretar e executar uma seqüência de instruções chamada PROGRAMA. Determina a velocidade de processamento do computador, que é medida em MHz ou GHz.

7 UCP ou CPU O processamento é feito através do ciclo: Buscar (copiar) instrução na memória principal; Executar a instrução; Buscar a instrução seguinte; Executar a instrução seguinte; e assim por diante

8 Memória Armazenar informações. As informações são armazenadas na forma de bits (0 e 1) Bit (BInary digiT ) - é a menor unidade de informação com que o computador trabalha. Podem assumir 2 valores, 0-desligado, 1 - ligado. Informação representada por um conjunto de zeros e uns (0 e 1).

9 Memória Byte - 8 bits, podem representar um único caracter. Um caracter pode ser uma letra, um número ou símbolo. Multiplos de bytes - medir a capacidade de armazenamento da memória Kilo K mil bytes Mega M milhão bytes GigaG bilhão bytes TeraT trilhão bytes

10 Tipos de Memória Principal: armazena dados que são processados pela CPU memória volátil (RAM - Random Access Memory) - armazena temporariamente os dados que são processados e permite a rápida recuperação destes. Ela é custosa e por isso tem o seu tamanho limitado. memória não-volátil (ROM - Read Only Memory) - gravada pelo fabricante do computador, só pode ser lida pela CPU.

11 Tipos de Memória Memória Auxiliar (Secundária) memórias mais lentas grande capacidade de armazenamento utilizadas para armazenar informações que não estão sendo processadas no momento disquete, CD-ROM, Winchester, disco de zip

12 Tipos de Memória Memória Cache É um tipo especial de memória, uma memória RAM de alta velocidade de acesso, localizada entre a CPU e a memória RAM. Seu objetivo é aumentar a velocidade de transferência de dados e instruções. Mantém os dados que são mais solicitados

13 Memórias: classificação Memória do Computador Memória Principal (inclui a memória cache) Memória Auxiliar Memória Volátil Memória Não Volátil

14 AltaPen Drive 30 GbytesAltaFita DLT D ou E C e D A e/ou B Unidade 4,2 GbytesAltaFita DAT 4,1 GbytesAltaFita Exabyte VáriasAltaVáriosDisco Rígido 650 MbytesAlta5 ¼ CD-ROM 4,7 GbytesAlta5 ¼ DVD 100 MbytesAlta3 ½ Zip Disk 720 Kbytes 1,44 Mbytes Dupla Alta 3 ½ Disquete CapacidadeDensidadeTamanhoMeio de Armazenamento Hardware: Armazenamento Secundário Várias

15 Memória: Comparações

16 O tamanho da memória principal afeta o custo e a velocidade da aplicação (programa) O tamanho máximo da memória principal é limitada pela arquitetura do sistema (CPU)

17 Hardware: Periféricos Dispositivos (periféricos) de entrada e saída: conectados ao computador através de uma interface permitem a comunicação do computador com o mundo externo. quatro tipos de periféricos: de entrada, de saída, de entrada e saída, e de armazenamento.

18 Dispositivos de entrada convertem dados e informação em sinais que o computador pode utilizar e processar. Teclado Mesa digitalizadora Tela sensível ao toque Caneta luminosa Joystick Mouse (mecânico, ótico, touchpad e sem fio) Trackball Leitora da caracter ótico Digitalizador de vídeo Luva eletrônica (data glove) Câmaras digitais

19 Dispositivos de saída convertem sinais digitais internamente armazenados para formas úteis externamente. A informação pode sair do sistema em diferentes formas: texto, imagem, som, sinais luminosos, etc. Impressoras de impacto ou matriciais Impressoras a jato de tinta Impressoras a laser Ótima qualidade Muita memória Impressoras de transferência térmica Lenta, mas com qualidade excelente Tinta: aquecida Papel especial

20 Traçadores gráficos ou Plotters Stereo Glasses Visão estereoscópica. Óculos com lentes de cristal líquido capazes de bloquear a visão quando necessário. Head Mounted Displays - HMD Duas pequenas telas. Fone de ouvido. Dispositivos Geradores de Sensação de tato e de força (haptic displays) Usados em aplicações de realidade virtual. Tato: geometria, textura e temperatura. Força: peso e maciez ou dureza.

21 Monitores (unidades de vídeo) Coloridos ou monocromáticos CRT x Cristal Líquido (tela plana) Qualidade: CGA, VGA, SuperVGA Unidade de fita magnética Unidade de disco magnético Unidade de disco ótico Modem e Fax/Modem: Unidade de comunicação do micro com a linha telefônica. Pode ser interno ou externo. Apresenta velocidades de comunicação em Kbps (Kilo bits por segundo).

22 Detalhamento de alguns periféricos......

23 Monitor Os monitores podem ser classificados em monocromáticos ou coloridos, e se podem exibir somente texto ou texto e gráficos. Os monitores podem ser CTR (Cathode Ray Tube / Tubo de Raios Catódicos) ou LCD (Liquid Cristal Display / Monitores de Cristais Líquidos).

24 Resolução Resolução é o número de pixels apresentados em uma tela de um monitor, expresso nos eixos horizontal e vertical. CGA – 640x200 pixels com até 16 cores EGA – 640x350 pixels com até 64 cores VGA – 640x480 pixels VGAPLUS – 800x600 pixels SVGA (super VGA) – 1.024x768 pixels UVGA UVGA (ultra VGA) – 1.280x1.024 e 1.600x1.280 pixels

25 Dot Pitch Dot pitch é a distância entre dois pixels. O mais comum é encontrarmos monitores com dot pitch de 0,29 milímetros quadrados.

26 FDA Radiation Performance É o que garante que o monitor não emita radiações em níveis maiores que os tolerados de acordo com os padrões internacionais, o que pode ser muito perigoso para a saúde.

27 Tamanho da Tela Quanto ao tamanho, é a medida em polegadas entre as diagonais da tela. Tamanhos de tela: Monitores de 14 polegadas Monitores de 15 polegadas Monitores de 17 polegadas Monitores de 19 a 21 polegadas

28 Os monitores CRT, porém, possuem duas medidas de área: Nominal – que é o tamanho do tubo CRT. Visível – que é a área do tubo menos a área da moldura do monitor. Monitor: Medidas

29 Monitortes LCD - Vantagens Economia de espaço; Baixo consumo de energia; Quantidade baixa de radiação nociva emitida.

30 Monitor LCD x Monitor CRT

31 TECLADO: funcionamento básico CPU Driver do Teclado Microcontrolador Teclas Microcontrolador: encarrega-se de monitorar o acionamento de alguma tecla e enviar seu respectivo código para a CPU; Driver do Teclado: Software responsável por converter o código da tecla acionada, no código de caracter (código ASCII) que é utilizado nos aplicativos em geral, o qual corresponde à letra desejada.

32 Modelos de Teclado Teclado marca Longitech, com teclas de atalho para a Internet. Teclado, com teclas de atalho para o Office

33 Teclado: modelos Teclado, marca Troni, com funções básicas, padrão ABNT. Teclado sem fio

34 Mouse: Histórico Seu inventor, Douglas Engelbart, apresentou-o pela primeira vez em 1968 como XY Position Indicator For A Display System. Era uma caixinha de madeira e tinha apenas um botão. O invento de Engelbart ficou sem muita utilização devido a falta de necessidade de tal dispositivo. Afinal a maioria dos computadores utilizavam apenas textos sem cursores na tela. A partir da primeira metade da década de 80, a Apple passou a utilizar o mouse como dispositivo apontador em seus micros Lisa. De de lá pra cá o nosso velho e querido mouse, ou XY Position Indicator For A Display System, tornou-se parte integrante dos atuais PCs.

35 Mouse no Notebook Existem três tipos de mouse usados em notebooks, o trackball, o touchpad e um terceiro tipo, o trackpoint, que se parece com um mini-joystick, usado nos modelos mais compactos. O trackball foi o primeiro modelo de mouse para notebooks, tem um sistema muito parecido com os mouses de mesa, a diferença é que você controla o movimento tocando diretamente na bolinha situada bem à frente do teclado. O Touchpad é um sistema mais moderno, onde ao invés da bolinha, é usada uma tela sensível ao toque, um quadradinho cinza no mesmo local onde estaria o touchpad.

36 Mouse sem fio Liberta o usuário do emaranhado de fios A Microsoft lançou seu Cordless Wheel Mouse (Mouse Sem Fio), que combina a confiabilidade da tecnologia digital de rádio de dois canais à liberdade de um mouse sem fio.

37 Multimídia É o uso de tecnologia para melhorar a comunicação da informação. Um sistema multimídia descreve pelo menos três dos recursos abaixo: uso de vídeo digital programas interativos conteúdo Internet Gráficos Áudio animações 3D ilustrações 2D qualquer outra mídia disponibilizada por computador.

38 Multimídia: Histórico Popularização no Brasil dos Kits Multimídia Placas de som de 128 bits CDROMs com mais de 32x Aumentam as vendas de computadores com recursos de som e vídeo onboard São vendidas (ainda que em baixa escala) no Brasil placas de vídeo 3D com aceleração de polígonos em hardware para PCs

39 Histórico explodem as vendas de placas de video 3D (impulsionadas pela necessidade de recursos adicionais para jogos de ação) popularização de web cams muitos computadores e notebooks vem com recusos onboard para vídeo 3D e captura de vídeo. aumentam as vendas de sistemas de som 3D Home Theather para Pcs aumentam as vendas de DVD ROM

40 Histórico 2002 Caem os preços de placas mãe para Pentium IV que já vem com sistemas de som de 6 canais e suporte para DV (Digital Vídeo). Lançamento de Pocket PCs com mais de 400 Mhz, com suporte a DivX, retiram de vez a exclusividade de multimídia dos Pcs

41 Padrões para Multimídia Imagens Windows Bitmaps (.BMP): padrão Windows de Imagens. Não utiliza compressão. GIF (.GIF): padrão Compuserv de imagens. Utiliza compressão. Máximo de 256 cores. JPEG (.jpg): Utiliza alta taxa de compressão.

42 Padrões para Multimídia Animações GIF: Sequência de imagens GIF formando uma animação FLASH: Padrão da Macromedia para animações

43 Recursos de Áudio para Aplicações Mutimídia Mono: apenas uma saída de áudio Stereo: duas saídas de áudio, independentes Som 3D: quatro saídas de áudio, independentes Dolby 5.1: 6 saídas de som, espalhadas pelo ambiente, sendo 5 caixas acústicas e 1 subwoofer DTS (Digital Theater System ): Compete com o Dolby 5.1. Utilizado pela 1ª vez em 1993, no filme Jurassic Park.

44 Equipamentos para gravação de material multimídia Gravador de CD-R(W): Utilizado para guardar até 700 Mb. O CD pode ser lido em unidades de CD normais. Gravador de DVD-R(W): Utilizado para guardar até 4,5 Gb. Os DVDs podem ser lidos em DVD- ROMs ou aparelhos de DVD, no caso de filmes. Gravador de DVD-RAM: Utilizado para gravar até 7 Gb. Pode ser lido apenas em outro aparelho de DVD-RAM.

45 Periféricos / Componentes Web Cam Microfone Placa de som Microfone Caixa de som Cabos Cabo USB/SERIAL

46 Características Importantes da Configuração do Computador Capacidade do disco rígido Velocidade do modem, essencial para reduzir o custo da linha telefônica Memória para rodar os programas (RAM) Velocidade de processamento Audio e vídeo (multimídia) requer maior poder computacional para ser processado.

47 Exemplo de Configuração Pentium IV 1Ghz - Intel : processador Pentium IV com velocidade de 1Ghz da marca Intel; 256 Mb memória RAM do computador; HD 80 Gb HD = Hard Disk (disco rígido). 80 Gb é a capacidade de armazenamento do periférico;

48 Exemplo de Configuração Drive 1.44 acionador de disquete de 31/2 polegadas; Gabinete Mini Torre refere-se ao gabinete tipo mini torre, que fica na posição vertical; Monitor 14 NE SVGA color padrão do monitor (Super VGA) colorido não entrelaçado;

49 Exemplo de Configuração Placa de Vídeo 3D AGP 4Mb memória da placa de vídeo com tecnologia AGP (Accelerated Graph Port) que acelera as operações de vídeo; Teclado, Mouse; Fax/Modem 56K c/ voice placa de fax/modem com bps de velocidade na transmissão dos dados via linha telefônica e com capacidade de transmissão de voz;

50 Qual o computador ideal? Passos Importantes: 1) Definir as necessidades do usuário 2) Definir os software que atendem as necessidades do usuário 3) Definir o hardware 4) Comprar

51 Bibliografia Livros: Introdução à Ciência da Computação. Ricardo Fideli et al., Norton, Peter. Introdução à Informática. Ed. Makron Books Fernando Meireles, Informática - novas aplicações com computadores. MCGraw-Hill Sites sobre vendas de computadores


Carregar ppt "Hardware: estrutura básica e seus periféricos Ana Paula & Lúcia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google