A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tetralogia de Fallot Sirio Hassem Sobrinho Famerp Incor Rio Preto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tetralogia de Fallot Sirio Hassem Sobrinho Famerp Incor Rio Preto."— Transcrição da apresentação:

1 Tetralogia de Fallot Sirio Hassem Sobrinho Famerp Incor Rio Preto

2 TETRALOGIA DE FALLOT Descrita em 1888 por Etienne Louis Arthur Fallot O epônimo foi proposto em 1924 por Maude Abbot Cardiopatia Congênita Cianótica HFP É a CCC mais comum após o 1 ano de vida 20 a 30% apresentam anomalia extracardíaca. 2 a 3% apresentam DSAV

3 Etienne Louis Arthur Fallot França Contribution à LAnatomie Pathologique De La Maladie Bleue

4

5

6 Tetralogia de Fallot Tetralogia de Fallot Embriologia Um só erro embrionário – Anteriorização do septo conalUm só erro embrionário – Anteriorização do septo conal

7

8 Tetralogia de Fallot Anatomia 1) CIV 2) Dextroposição aórtica 3) Estenose pulmonar infundíbulo – ânulo-valvar. Valva Pulmonar Bicúspide. Estenose supra-valvar 4) Hipertrofia de VD * CIA – Pentalogia de Fallot

9

10

11 VD AO TP CIV

12

13

14

15 Tetralogia de Fallot Defeitos cardíacos associados 1.CIA – Pentalogia de Fallot 2.Veia cava esquerda persistente – 10% 3.Arco aórtico a direita – 20% 4.PCA 5.Artéria descendente anterior se originando da coronária direita – 15% 6.Anormalidade do tronco pulmonar e seus ramos 7.DSAV- Down

16 CD DA AO

17

18 Tetralogia de Fallot Defeitos Extracardíacos Associados 1)Escoliose 2)Estrabismo 3)Down 4)Fenilcetonúria 5)Hipospadia

19 Tetralogia de Fallot Outras Apresentações Fallot do Oriente Fallot com Agenesia da Valva Pulmonar

20 Tetralogia de Fallot com Agenesia da valva pulmonar (2%)

21 Tetralogia de Fallot com Agenesia da valva pulmonar

22 Tetralogia de Fallot Exame físico 1) Cianose variável. Pink Fallot. 2) Baqueteamento digital 3) Posição de cócoras 4) Frêmito sistólico 5) Impulsão de VD 6) 2º. Som único 7) 1º. e 2º. Bulhas hiperfonéticas no F.T. 8) Sopro sistólico de ejeção BEE > Sopro menos grave

23

24

25 Tetralogia de Fallot Sinais de gravidade 1. Grau de Cianose 2. Crise hipoxêmica 3. Sopro curto 4. Aorta grande 5. Sopro contínuo 6. ICC 7. Posição do estalido aórtico

26 Tetralogia de Fallot Eletrocardiograma 1) RS 2) SVD 3) Transição rápida V1-V2 4) BDAS – Associação com DSAV

27

28 RADIOGRAMA 1-Diminuição da Circulação Pulmonar 2-Área cardíaca normal 3-Arco médio escavado 4-Ponta levantada 5-Arco Aórtico a Direita 6- Coeur em Sabot: coração em bota. Taco de Golfe

29

30

31 Estudo Hemodinâmico Análise das coronárias Tronco Pulmonar e Ramos Circulação Sistêmico Pulmonar

32

33

34

35 J Thorac Cardiovasc Surg 1984;98:

36 Tetralogia de Fallot Complicações 1)Crise hipoxêmica – mais comum dos 3 meses aos 3 anos 2)Endocardite Infecciosa 3)Trombose Cerebral < 2 anos 4)Abscesso Cerebral > 2 anos 5)Hemoptises 6)Gota úrica 7) ICC – raríssima 8)Calculose de Vesícula 9)Acne

37

38

39 Fatores desencadeantes da crise hipoxêmica 1) Anemia – HT < 45% 2) Policitemia – HT > 70% 3) Anestesia 4) Drogas hipotensoras 5) Infecções 6) Contrastes iodados 7) Exercício físico 8) > Temperatura 9) Altas altitudes 10) Choro Ansiolíticos Dipirona

40 Medidas gerais na crise hipoxêmica 1)Oxigênio terapia 2)Aquecimento 3)Fletir as pernas 4)Correção dos distúrbios hidroeletrolíticos 5)Correção da acidose 1 MEQ/KG Bicarbonato 8,4%

41 Terapêutica medicamentosa 1)Morfina 1 CC = 10 mg1 CC = 10 mg 0,1 mg/kg – IM0,1 mg/kg – IM 2)Propranolol 0,05 a 1 mg/kg – EV0,05 a 1 mg/kg – EV 3)Prostaglandina E1 Nas doenças ducto dependentesNas doenças ducto dependentes

42 Prostaglandina Prostaglandina Dose inicial- 0,01 mcg/kg/min Dose inicial- 0,01 mcg/kg/min HipotensãoHipotensão HipertermiaHipertermia Alterações daAlterações da frequência cardíaca frequência cardíaca VasodilataçãoVasodilatação Efeitos colaterais ConvulsõesConvulsões ApnéiaApnéia Insuficiência cardíacaInsuficiência cardíaca Hiperostose corticalHiperostose cortical

43 Terapêutica de manutenção Propranolol 2 a 4 mg/kg/dia Propranolol 2 a 4 mg/kg/dia * Não utilizar digital * Não utilizar digital

44

45 Tetralogia de Fallot Tetralogia de Fallot Tratamento cirúrgico 1)Paliativo < 6 meses ou má anatomia PottsPotts Blalock TaussigBlalock Taussig Waterson CooleyWaterson Cooley 2)Definitivo – após 6 meses

46 Fatos Históricos

47

48 Dr. Gross Dr Hellen Talssig

49 Alfred Blalock Hellen B. Taussig 29 Novembro 1944 Johns Hopkins Hospital- Baltimore.Maryland

50 Vivien T. Thomas

51

52 Eileen Saxon

53

54 The Journal of the American Medical Association (128:189, May 19, 1945) Copyright 1945 American Medical Association

55

56

57 BT modificado TBC-APD

58

59

60

61

62 Croti UA, Braile DM, Hassem Sobrinho S, Moscardini AC. Obstrução de derivação sistêmico-pulmonar na tetralogia de Fallot. Rev Bras Cir Cardiovasc. 2005;(2):194-95

63 O que ocorreu com o Vivien Thomas?

64

65 CORREÇÃO TOTAL FALLOT Após 6 meses de vida Boa evolução a longo prazo Pode ser feita em adultos Gravidez não é contra-indicada após a cirurgia Complicações Tardias: Disfunção da Valva Pulmonar Disfunção do VD Arritmias

66

67 Automated external debrillator (AED) recording of a patient with tetralogy of Fallot successfully resuscitated from VF arrest

68 WALTON LILLEHI CHRISTIAAN BARNARD

69

70

71 The first cross-circulation operation on March on baby Gregory Glidden and father by: Dr. Lillehei and associates.

72

73 31 AGOSTO WALTON LILLEHI. MINNESSOTA

74 História da Cirurgia Cardíaca 1943 – Fundação da Sociedade Brasileira de Cardiologia 1944 – Inaugurado o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, cuja clínica cirúrgica foi um marco para a cardiologia 1945 – Gross, nos EUA, e C. Craaford, na Suécia, corrigem pela primeira vez uma coarctação de aorta 1946 – O cirurgião Arthur Domingues Pinto realiza, na Santa Casa de Santos, a primeira cirurgia de Blalock- Taussig no Brasil, para correção de cardiopatia congênita, dois anos após o feito do pioneiro Alfred Blalock (EUA)

75

76

77

78

79

80

81

82

83 Sabot tamanco sabotagem

84

85

86

87

88

89 AO

90

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

111

112

113

114

115

116

117


Carregar ppt "Tetralogia de Fallot Sirio Hassem Sobrinho Famerp Incor Rio Preto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google