A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO - UFES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL JUNHO DE 2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO - UFES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL JUNHO DE 2004."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO - UFES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL JUNHO DE 2004

2 CARACTERIZAÇÃO HIDROLÓGICA E AMBIENTAL DA BACIA DO CÓRREGO SOSSEGO Mestrandos: Marco Aurélio Ripper Santo Vanuza Pratti Cristelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos

3 ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO Introdução Introdução Objetivos Objetivos Material e Métodos Material e Métodos Resultados e Discussões Resultados e Discussões Considerações Finais Considerações Finais

4 INTRODUÇÃO Importância do Diagnóstico Ambiental Importância do Diagnóstico Ambiental Gerenciamento de Recursos Hídricos Gerenciamento de Recursos Hídricos Utilização do Sistema de Informação Geográfica Utilização do Sistema de Informação Geográfica

5 Diagnóstico Ambiental Importante no processo de planejamento e zoneamento territorial. Importante no processo de planejamento e zoneamento territorial. Avaliação de impactos ambientais decorrentes de qualquer intervenção na região. Avaliação de impactos ambientais decorrentes de qualquer intervenção na região.

6 Gerenciamento de Recursos Hídricos O gerenciamento dos recursos hídricos através da adoção da bacia hidrográfica como unidade de intervenção constitui uma alternativa, tendo como vantagem o fato de que a rede de drenagem da bacia representa o caminho principal das relações causa- efeito da poluição, e particularmente os que envolvem o meio hídrico(LANNA,1995 ). O gerenciamento dos recursos hídricos através da adoção da bacia hidrográfica como unidade de intervenção constitui uma alternativa, tendo como vantagem o fato de que a rede de drenagem da bacia representa o caminho principal das relações causa- efeito da poluição, e particularmente os que envolvem o meio hídrico(LANNA,1995 ).

7 Utilização do Sistema de Informação Geográfica Componentes da modelagem hidrológica realizados por SIG. Componentes da modelagem hidrológica realizados por SIG.

8 OBJETIVOS Realizar a caracterização hidrológica, ambiental e morfométrica da bacia do córrego Sossego, por meio de levantamento e manipulação de dados pretéritos referentes aos aspectos físicos e morfológicos, utilizando sistema de informação geográfica. Realizar a caracterização hidrológica, ambiental e morfométrica da bacia do córrego Sossego, por meio de levantamento e manipulação de dados pretéritos referentes aos aspectos físicos e morfológicos, utilizando sistema de informação geográfica.

9 MATERIAL E MÉTODOS Caracterização da Área Caracterização da Área Geração da Base de Dados Geração da Base de Dados Análise Morfométrica da bacia Análise Morfométrica da bacia

10 RESULTADOS E DISCUSSÕES

11

12

13

14

15

16

17 CONSIDERAÇÕES FINAIS A ordem do curso dágua principal (ordem 3) segundo STRAHLER mostra que a bacia não apresenta uma elevada extensão de ramificação. A ordem do curso dágua principal (ordem 3) segundo STRAHLER mostra que a bacia não apresenta uma elevada extensão de ramificação. De acordo com os resultados do coeficiente de compacidade (Kc = 1,409) e do fator de forma (Kf = 0,17), a bacia está menos sujeita a enchente. De acordo com os resultados do coeficiente de compacidade (Kc = 1,409) e do fator de forma (Kf = 0,17), a bacia está menos sujeita a enchente. Em relação ao grau de desenvolvimento de drenagem (D d = 1,054 Km/Km 2 ), pode-se observar que a bacia estudada não apresenta uma boa eficiência de drenagem. Em relação ao grau de desenvolvimento de drenagem (D d = 1,054 Km/Km 2 ), pode-se observar que a bacia estudada não apresenta uma boa eficiência de drenagem. O uso de sistemas de informações geográficas tem se mostrado cada vez mais relevantes, para não dizer essenciais, como ferramentas de suporte à gestão e análise ambiental. O uso de sistemas de informações geográficas tem se mostrado cada vez mais relevantes, para não dizer essenciais, como ferramentas de suporte à gestão e análise ambiental.

18 BACIA DO CÓRREGO SOSSEGO

19 OBRIGADO !

20

21

22 TIN Modelo Numérico do Terreno (MNT) FILTER Modelo Numérico do Terreno (MNT) sem Distorções RECLASS Mapa de Hidrografia Hierarquizado Mapa de Curva de Nível Mapa de Hidrografia Mapa de Limite Mapa de Limite Reclassificado Modelagem Hidrológica e Análise Morfométrica da bacia do córrego Sossego Interpolação dos valores altimétricos das curvas de nível Eliminação das distorções da grade de interpolação Hierarquização da hidrografia segundo critério proposto por STRAHLER CARTA IBGE 1:50000

23 Modelo Numérico do Terreno (MNT) SLOPERECLASS 0 - 8% (Relevo plano) % (Relevo ondulado) % (Relevo fortemente ondulado % (Relevo montanhoso) >75% (Relevo fortemente montanhoso) Mapa de classes de declividade da bacia ASPECTRECLASS graus graus graus graus graus graus graus graus Mapa de orientação do terreno da bacia HILSHADE Mapa de modelo sombreado do terreno Declividade do terreno Orientação do terreno Modelo sombreado do terreno

24 Características Geométricas Área Total Perímetro Total Coeficiente de compacidade Fator de forma K c = 0,28 P A K f = A L2L2 Características da Rede de Drenagem Ordem dos cursos dágua Comprimento do curso dágua principal Comprimento total dos curso dágua Densidade de drenagem Extensão média do escoamento superficial D d = LtLt A I = A 4L t

25 Resultados obtidos na Análise Morfométrica Características GeométricasValores Área de drenagem (A)64,738 km 2 Perímetro total (P)40,487 km Coeficiente de compacidade (Kc)1,409 Fator de forma (Kf) 0,18 Características da Rede de DrenagemValores Ordem dos cursos dágua3 Comprimento do curso principal (L)18,984 km Comprimento total dos cursos dágua (Lt) 68,234 km Densidade de drenagem (Dd)1,054 km/km² Extensão média do escoamento superficial (l) 0,237 km


Carregar ppt "UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO - UFES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL JUNHO DE 2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google