A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BRASIL: REPÚBLICA VELHA (1889 à 1930). REPÚBLICA VELHA A República velha é dividida em duas fases: República das Espadas República Oligárquica.

Cópias: 1
BRASIL: REPÚBLICA VELHA (1889 à 1930). REPÚBLICA VELHA A República velha é dividida em duas fases: República das Espadas República Oligárquica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BRASIL: REPÚBLICA VELHA (1889 à 1930). REPÚBLICA VELHA A República velha é dividida em duas fases: República das Espadas República Oligárquica."— Transcrição da apresentação:

1 BRASIL: REPÚBLICA VELHA (1889 à 1930)

2 REPÚBLICA VELHA A República velha é dividida em duas fases: República das Espadas República Oligárquica

3 REPÚBLICA DAS ESPADAS Período onde os militares estão à frente do governo brasileiro 1º Presidente = Marechal Deodoro da Fonseca 2º Presidente = Marechal Floriano Peixoto

4 MARECHAL DEODORO DA FONSECA

5 DESTAQUES * Autoritarismo * Crise econômica (encilhamento) * Constituição de 1891

6 Constituição de 1891 Influência dos EUA Influência da Ver. Francesa Presidencialismo Federalismo Divisão dos poderes Voto direto e aberto Separação entre Igreja e Estado Ensino Laico

7 MARECHAL FLORIANO PEIXOTO

8 MARECHAL FLORIANO PEIXOTO O Marechal de Ferro DESTAQUES Autoritarismo Sufocou duas revoltas (Revolução Federalista e Revolta da Armada) Consolidou a República

9 Revolução federalista Revolta da Armada

10 REPÚBLICA OLIGÁRQUICA Oligarquia = Governo de Poucos Período em que o Brasil é governado segundo os interesses de um pequeno grupo : Os fazendeiros ligados ao café.

11 FAZENDEIROS DO CAFÉ

12 REPÚBLICA OLIGÁRQUICA Cafeicultores no comando da nação Bachareis em cargos públicos Política do Café com Leite Coronelismo Política dos Governadores Fraudes eleitorais

13 POLÍTICA DOS GOVERNADORES Sistema Criado pelo presidente Campos Salles ( ) Governadores recebem verba e apoio do Presidente desde que apoiem campanhas de deputados e senadores fieis ao Governo Federal

14 PRESIDENTE CAMPOS SALLES

15 CORONELISMO CORONEL = Chefe político de uma localidade que pressiona os eleitores a votarem em quem eles indicam (voto do cabresto) O Coronel recebe autoridade local dos governantes desde que lhes garanta muitos votos

16 CORONELISMO E VOTO

17 CAFÉ COM LEITE Este é o apelido da República Oligárquica porque se alternavam no poder presidentes do PRP (Partido Republicano Paulista) e do PRM (Partido Republicano Mineiro), ou seja, somente São Paulo e Minas Gerais governavam o Brasil

18 CAFÉ COM LEITE CAFÉ SP LEITE MG

19 CONVÊNIO DE TAUBATÉ Reunião entre os governadores de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Nesse encontro, ocorrido no ano de 1906, os governadores oficializaram um acordo conhecido como o Convênio de Taubaté. Foi criada uma política de valorização do café e esses estados se comprometiam a comprar as sacas de café a um preço mínimo estipulado. A medida visava criar uma estocagem da produção excedente, esperando que preços melhores fossem alcançados no mercado internacional

20 CONVÊNIO DE TAUBATÉ

21 DESTAQUES DA REPÚBLICA OLIGÁRQUICA Guerra de Canudos Convênio de Taubaté Revolta da Chibata Guerra do Contestado Belle Époque Tropical Revolta da Vacina Semana da Arte Moderna

22 GUERRA DE CANUDOS

23 Movimento Messiânico Líder = Antonio Conselheiro Construção do Arraial de Canudos Crítica à República Resistência Armada Destruído após 4 investidas

24 Revolta de Canudos A revolta de Canudos ocorreu na Bahia entre 1893 e Consistiu num movimento de resistência das populações sertanejas contra a opressão do latifúndio. Os sertanejos (apelidados de jagunços pelo governo) uniram-se em torno do líder messiânico Antônio Conselheiro, originando uma resistência fanática e desesperada contra a estrutura agrário- latifundiária da região. Apesar de resistirem a três ataques das forças policiais, em 5 de outubro de 1897 os habitantes do arraial foram totalmente massacrados. Como bem observou Euclides da Cunha, que narrou a revolta em seu livro Os sertões, Canudos foi, antes de tudo, uma revolta social.

25 Arraial de Canudos visto pela estrada do Rosário. Desenho de Urpia.

26 REVOLTA DA CHIBATA Ocorreu no Governo de Hermes da Fonseca ( ) Oficiais Brancos da Marinha puniam marujos (maioria negra) com chibatadas

27 REVOLTA DA CHIBATA

28 REVOLTA DA CHIBATA

29 GUERRA DO CONTESTADO

30 Revolta do Contestado A revolta do Contestado ocorreu numa região disputada pelos Estados do Paraná e de Santa Catarina. Quando a empresa norte-americana Brazil Railway Company iniciou a construção de uma estrada de ferro ligando São Paulo ao Rio Grande do Sul, os camponeses que viviam nas terras mais valorizadas da região do Contestado foram sumariamente expulsos. O monge João Maria conseguiu articular a resistência dos camponeses, mas, evidentemente, a repressão governamental foi extraordinária, levando ao esmagamento do movimento, em 1912 e à destruição das pequenas e várias comunidades, as VILAS SANTAS.

31 BELLE ÉPOQUE TROPICAL

32 Manaus

33 Ciclo da borracha Três fases da borracha: –1 a fase - solução a curto prazo, produção na Amazônia de forma extrativa. –2 a fase - solução economicamente racional, produção onde houvesse maior infra-estrutura e oferta de mão de obra. –3 a fase - borracha sintética.

34 Ciclo da Borracha Imigração para a Amazônia pessoas de 1872 a A maior parte deste fluxo foi proveniente do Nordeste. Evidência de que estoque de mão de obra interno poderia ter sido uma solução para o café. Furtado compara a imigração européia para a região do café com a migração nordestina para a região da borracha. Os últimos sofreram um isolamento que talvez nenhum outro sistema econômico haja imposto ao homem.

35 BELLE ÉPOQUE TROPICAL

36

37 REVOLTA DA VACINA Ocorreu no governo de Rodrigues Alves ( ) Rio de Janeiro era foco de epidemias e o sanitarista Osvaldo Cruz decretou a Vacinação Obrigatória

38 REVOLTA DA VACINA PRESIDENTE RODRIGUES ALVES

39 REVOLTA DA VACINA OSVALDO CRUZ

40 REVOLTA DA VACINA

41 SEMANA DA ARTE MODERNA NOVA PROPOSTA CULTURAL PARA O BRASIL DO SÉCULO XXNOVA PROPOSTA CULTURAL PARA O BRASIL DO SÉCULO XX Ocorreu no Teatro Municipal de São Paulo nos dias /02/1922 Contou com: »apresentações de Músicas »Exposições de Pintura e Escultura »Declamações de Poemas

42 SEMANA DA ARTE MODERNA FoiFoi um movimento influenciado pelo Modernismo Europeu mas seu objetivo era exatamente o oposto OBJETIVOSOBJETIVOS da Semana de Arte Moderna: »Afirmar o valor da Cultura Brasileira »Criar a identidade artística nacional »Combater Estrangeirismos

43 SEMANA DA ARTE MODERNA RESULTADO DA SEMANA DE ARTE MODERNARESULTADO DA SEMANA DE ARTE MODERNA Opinião Pública fica chocada Elite Paulistana boçal e conservadora critica este novo estilo

44 SEMANA DA ARTE MODERNA

45 SEMANA DA ARTE MODERNA

46 SEMANA DA ARTE MODERNA


Carregar ppt "BRASIL: REPÚBLICA VELHA (1889 à 1930). REPÚBLICA VELHA A República velha é dividida em duas fases: República das Espadas República Oligárquica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google