A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ECOLOGIA. Cadeias Alimentares Quando um ser vivo serve de alimento para outro, este para o seguinte, e, assim, sucessivamente, de forma linear, configura-se.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ECOLOGIA. Cadeias Alimentares Quando um ser vivo serve de alimento para outro, este para o seguinte, e, assim, sucessivamente, de forma linear, configura-se."— Transcrição da apresentação:

1 ECOLOGIA

2 Cadeias Alimentares Quando um ser vivo serve de alimento para outro, este para o seguinte, e, assim, sucessivamente, de forma linear, configura-se uma cadeia alimentar. Quando várias cadeias interagem entre si, forma-se uma teia alimentar. Quando um ser vivo serve de alimento para outro, este para o seguinte, e, assim, sucessivamente, de forma linear, configura-se uma cadeia alimentar. Quando várias cadeias interagem entre si, forma-se uma teia alimentar.

3 Fluxo de Matéria e Energia A energia do Sol é fixada pelos produtores; no entanto, essa energia diminui à medida que passa pelos níveis tróficos (perdida em forma de calor). Não há como reaproveitar toda a energia liberada pelos seres vivos – fluxo unidirecional. A energia do Sol é fixada pelos produtores; no entanto, essa energia diminui à medida que passa pelos níveis tróficos (perdida em forma de calor). Não há como reaproveitar toda a energia liberada pelos seres vivos – fluxo unidirecional. A matéria, por sua vez, é continuamente reciclada, razão pela qual apresenta fluxo cíclico. A matéria, por sua vez, é continuamente reciclada, razão pela qual apresenta fluxo cíclico.

4 Relações entre os seres vivos

5 Predatismo Nessa relação, um indivíduo de uma das espécies envolvidas (predador) mata outro indivíduo de uma espécie diferente (presa), para obter alimento. Nessa relação, um indivíduo de uma das espécies envolvidas (predador) mata outro indivíduo de uma espécie diferente (presa), para obter alimento.

6 Parasitismo Ocorre quando uma das espécies, conhecida por parasita, causa prejuízo à outra espécie, conhecida por hospedeira, da qual retira alimento. Geralmente o parasita não causa a morte imediata do hospedeiro, mantendo assim sua fonte de alimento. Ocorre quando uma das espécies, conhecida por parasita, causa prejuízo à outra espécie, conhecida por hospedeira, da qual retira alimento. Geralmente o parasita não causa a morte imediata do hospedeiro, mantendo assim sua fonte de alimento.

7 Canibalismo Relação em que um indivíduo, para alimentar-se, mata outro da mesma espécie. Quando a falta de alimento se torna constante no local onde vive, o canibalismo pode ser a única maneira de sobreviver. Relação em que um indivíduo, para alimentar-se, mata outro da mesma espécie. Quando a falta de alimento se torna constante no local onde vive, o canibalismo pode ser a única maneira de sobreviver.

8 Sociedade As sociedades se caracterizam por grupos de organismos da mesma espécie que cooperam entre si. Exemplos: abelhas, cupins, formigas, etc. As sociedades se caracterizam por grupos de organismos da mesma espécie que cooperam entre si. Exemplos: abelhas, cupins, formigas, etc.

9 Colônias Tipo de relação em que os seres vivos da mesma espécie se encontram ligados fisicamente, sendo difícil distinguir um organismo individual. Tipo de relação em que os seres vivos da mesma espécie se encontram ligados fisicamente, sendo difícil distinguir um organismo individual.

10 Mutualismo Relação de benefícios para as espécies envolvidas; porém, existe uma dependência mútua, pois uma não consegue viver sem a outra. Relação de benefícios para as espécies envolvidas; porém, existe uma dependência mútua, pois uma não consegue viver sem a outra.

11 INQUILINISMO Nessa relação apenas um indivíduo é beneficiado e, para o outro a relação é indiferente. Nessa relação apenas um indivíduo é beneficiado e, para o outro a relação é indiferente. Ela ocorre quando um ser busca abrigo no outro, sem prejudicá-lo. Ela ocorre quando um ser busca abrigo no outro, sem prejudicá-lo.

12 Protocooperação Relação em que as duas espécies envolvidas são beneficiadas, porém podem viver isoladamente. Relação em que as duas espécies envolvidas são beneficiadas, porém podem viver isoladamente.

13 Comensalismo Essa relação ocorre quando um animal se alimenta dos restos da caça do outro. Essa relação ocorre quando um animal se alimenta dos restos da caça do outro. Apenas um indivíduo obtém benefício e o outro não é prejudicado. Apenas um indivíduo obtém benefício e o outro não é prejudicado.

14 Mimetismo Consiste em um determinado organismo imitar outro ser vivo. Consiste em um determinado organismo imitar outro ser vivo. Cobras corais falsas podem se assemelhar às verdadeiras, sendo evitadas por predadores. Cobras corais falsas podem se assemelhar às verdadeiras, sendo evitadas por predadores.

15 Camuflagem Ocorre quando o organismo se disfarça em relação ao ambiente. Ocorre quando o organismo se disfarça em relação ao ambiente. O linguado e o camaleão podem alterar sua pigmentação dependendo da coloração do meio. O linguado e o camaleão podem alterar sua pigmentação dependendo da coloração do meio.


Carregar ppt "ECOLOGIA. Cadeias Alimentares Quando um ser vivo serve de alimento para outro, este para o seguinte, e, assim, sucessivamente, de forma linear, configura-se."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google