A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONCEITOS ECONÔMICOS NA FORMAÇÃO DE PREÇOS ELASTICIDADE PREÇO – Medida da sensibilidade da demanda a mudanças no preço; – Mede a variação da quantidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONCEITOS ECONÔMICOS NA FORMAÇÃO DE PREÇOS ELASTICIDADE PREÇO – Medida da sensibilidade da demanda a mudanças no preço; – Mede a variação da quantidade."— Transcrição da apresentação:

1 CONCEITOS ECONÔMICOS NA FORMAÇÃO DE PREÇOS ELASTICIDADE PREÇO – Medida da sensibilidade da demanda a mudanças no preço; – Mede a variação da quantidade procurada de um bem quando seu preço varia. – Epd = Variação % Q / Variação % P – Epd > 1 = Demanda elástica Significa que a quantidade procurada reage fortemente a mudança no preço. – Epd < 1 = Demanda inelástica Quantidade procurada reage pouco a mudança no preço.

2 Curvas de Demanda Mostrando Diferentes Elasticidades-Preço Preço por Viagem Preço por Litro Quantidade demandada (número de viagens) Quantidade demandada (Litros) Demanda Elástica: Férias na Europa Demanda Inelástica: Gasolina

3 Elasticidade Preço da Demanda e a Receita Total Demanda Inelástica – Diminuição no preço: RT diminui; – Aumento no preço:RT aumenta. Demanda Elástica – Diminuição no preço:RT aumenta; – Aumento no preço:RT diminui.

4 Exemplo Elasticidade-preço da demanda (Epd) Calcule a elasticidade-preço da demanda: – p0 = preço inicial = R$ 20,00 – p1 = preço final =R$ 16,00 – q0 = quantidade demandada ao p0 = 30 – q1 = quantidade demandada ao p1 = 39

5 Exemplo Elasticidade-preço da demanda (Ed) SOLUÇÃO: Epd = Variação % q Variação % p q1 – q0 q0 p1 – p0 p0 = 39 – – Epd= 0,3 - 0,2 =1,5 Para uma queda de 20% no preço, a quantidade Demandada aumenta em 1,5 vezes os 20%, ou seja 30%.

6 Elasticidade Cruzada A quantidade demandada de um produto é afetada não somente pelo seu preço, mas também pelo preço dos bens relacionados a ele. Podem ser substitutos ou complementares. A elasticidade preço cruzada da demanda mede o efeito que a mudança no preço de um produto provoca na quantidade demandada de um outro produto. Exy = Variação % na quantidade do bem x Variação % no preço do bem y

7 Elasticidade-cruzada positiva – A quantidade demandada do bem x cresce com o aumento do preço do bem y. – Bens substitutos. Elasticidade-cruzada negativa – A quantidade demandada do bem x diminui com o aumento do preço do bem y. – Bens complementares Elasticidade-cruzada nula – Bens independentes Elasticidade Cruzada da Demanda

8 Elasticidade Cruzada Substitutos e Complementos Dois bens são substitutos se o aumento do preço de um leva ao aumento da procura do outro. Exemplo: carne bovina e frango. Dois bens são complementares se o aumento do preço de um leva à diminuição da procura do outro. Exemplo: caderno e caneta. Dois bens são independentes se a variação do preço de um não afetar a procura do outro. Exemplo: petróleo e arroz.

9 Elasticidade Cruzada: Exemplo Suponha que o preço do bem Y aumentou de R$ 2 para R$ 3, e a quantidade demandada do bem X, aumentou de 2 para 4. Pede-se: – A. Qual o coeficiente da elasticidade cruzada da demanda? – B. Que tipo de bem é esse? A Exy = Variação % Qx /Variação % Py = 2 = - 0,5 = 0, B. Elasticidade cruzada positiva = BENS SUBSTITUTOS


Carregar ppt "CONCEITOS ECONÔMICOS NA FORMAÇÃO DE PREÇOS ELASTICIDADE PREÇO – Medida da sensibilidade da demanda a mudanças no preço; – Mede a variação da quantidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google