A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SELEÇÃO SEXUAL A LÓGICA DA PAIXÃO. A vida é uma dança de parceiros vírus e hospedeiros orquídeas e insetos polinizadores serpentes e salamandras venenosas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SELEÇÃO SEXUAL A LÓGICA DA PAIXÃO. A vida é uma dança de parceiros vírus e hospedeiros orquídeas e insetos polinizadores serpentes e salamandras venenosas."— Transcrição da apresentação:

1 SELEÇÃO SEXUAL A LÓGICA DA PAIXÃO

2 A vida é uma dança de parceiros vírus e hospedeiros orquídeas e insetos polinizadores serpentes e salamandras venenosas machos e fêmeas # Seria o sexo um enigma brilhante e glorioso? 1. Por que pavões arrastam caudas tão grandes, mas suas fêmeas não? 2. Por que um formigueiro contém milhares de operárias fêmeas estéreis, todas servindo a uma única rainha fértil? 3. Por que os machos possuem espermatozóides pequenos e móveis, enquanto as fêmeas possuem gigantescos óvulos imóveis? 4. Por que existem machos e fêmeas? A EVOLUÇÃO DO SEXO

3 Pesquisas recentes tem apontado o sexo como uma valiosa adaptação evolutiva. oferece aos organismos sexuais vantagens competitivas sobre àqueles que se reproduzem sem machos e fêmeas. No entanto, embora o sexo oportunize benefícios, ele gera conflitos de interesses. O resultado desta dinâmica ininterrupta são animais moldados em diferentes aspectos (desde sua anatomia até seu comportamento). # Seriam algumas partes da psicologia humana o resultado da pressão evolucionária do sexo? A EVOLUÇÃO DO SEXO

4 Fazemos sexo porque queremos ter filhos, ou porque nos faz sentir bem ( ou ambas as coisas ) Contudo, quais seriam suas vantagens evolutivas? O sexo é um modo ineficiente de reprodução (organismos assexuados podem ter filhotes por sua conta). Haveria de se esperar que se membros assexuais e sexuais de uma espécie vivessem lado a lado, os assexuais logo afogariam os sexuais com sua taxa explosiva de nascimento. Além disso, o gasto energético do sexo é imenso (expondo os machos, em muitos casos, sob o risco de serem atacados por um predador). SEXO PARA QUÊ?

5 Por que o sexo é um sucesso, apesar de todas suas desvantagens? O sexo vence os parasitas. SEXO PARA QUÊ?

6 As vantagens do sexo fizeram com que ele aparecesse dezenas de vezes em muitas linhagens plantas, animais, algas vermelhas, etc. Embora o sexo tenha evoluído independentemente várias vezes, a maioria dos gametas mostra-se muito parecida: óvulos grandes e imóveis espermatozóides pequenos e nadadores # Tal mecanismo mostra-se popular porque funciona extremamente bem. ESPERMA E ÓVULO

7 A seleção natural selecionou óvulos com tamanhos cada vez maiores (alimentação da divisão celular após a fertilização) Os espermatozóides evoluíram para serem pouco mais do que engradados móveis de genes (aumentando exponencialmente seu número de representantes). Desequilíbrio entre os sexos: Macho gasto energético mínimo Fêmea excessivo dispêndio energético (acrescentado por um iminente risco de morte) # conflitos primários e secundários ESPERMA E ÓVULO

8 Uma vez que um animal nasce, ele pode crescer em uma grande família ou se encontrar órfão. Criar os filhos pode ser tão crucial para o sucesso reprodutivo de um animal quanto encontrar um parceiro para acasalar. Em muitas espécies mães e pais trabalham juntos para criar os filhos. Contudo, conflitos de interesse podem ameaçar os laços familiares: Macho perde muito tempo criando os filhotes (tendo menos probabilidade de propagar seus genes) # Seria o infanticídio algo lógico sob o ponto de vista evolutivo? 1. Sociedade dos leões INVESTIMENTOS MATERNOS

9 Várias teorias surgiram tentando definir quais características seriam mais relevantes para chamar atenção do outro sexo. Algumas delas explicam que os indivíduos buscam similaridade de características, ao contrário do que se pensava (busca por parceiros com características diferentes e opostas). SELEÇÃO SEXUAL

10 Padrões na seleção de mecanismos especializados de atração e conquistas entre animais : * porte físico (imponente agressividade e força) * coloração da plumagem e penas * sonorização * exibicionismo (dança de corte) * exalação odorífera (cheiro com significado biológico) * cuidado parental (dependência da prole após o nascimento) SELEÇÃO SEXUAL

11 Trata de todo um conjunto de estratégias naturais e instintivas desenvolvidas pelos mais diversos grupos de machos objetivando a conquista das fêmeas. aparência bem-estar (saúde) SELEÇÃO SEXUAL # o processo de acasalamento resulta da competição intra-específica (promovida por dois ou mais indivíduos do mesmo gênero).

12 A seleção sexual pode tomar duas formas principais: # Seleção intra-sexual membros do sexo menos limitado competem por acesso ao sexo limitante. Objetivo expulsar ou matar possíveis concorrentes (fêmeas se mantêm passivas). # Seleção inter-sexual machos competem para serem escolhidos pelas fêmeas. Objetivo excitar ou atrair o sexo oposto. SELEÇÃO SEXUAL

13 Na seleção intra-sexual, os adornos dos machos conferem vantagens reprodutivas (mesmo sem a intervenção da preferência das fêmeas e de seleção inter-sexual). a fêmea de pavão escolhe acasalar-se com o macho que apresente plumagem mais atraente para ela. SELEÇÃO SEXUAL Sob certas circunstâncias, a seleção sexual segue um ritmo distinto da seleção natural.

14 O que define quem acasala com quem é, ainda, uma questão em aberto. Em se tratando da espécie humana, mais de 90% dos indivíduos que se casam foram influenciados por tendências sociais e/ou distribuição de riquezas. SELEÇÃO SEXUAL

15 O que é importante para a escolha de parceiros? Que mudanças evolutivas podem decorrer de preferências sexuais? Como será a tendência genética? Como ela varia? SELEÇÃO SEXUAL

16 Buss e Schmitt (1993), propuseram a Teoria das Estratégias Sexuais. Nela, relatam dados empíricos de uma extensa pesquisa realizada em vários países do mundo. Acreditam que a escolha de parceiros pode ser feita de diferentes formas. Estratégia de curto e longo prazo. Se baseiam no imperativo biológico de que as escolhas e preferências de parceiros sexuais são influenciadas pela busca de melhores genes para futuros filhos. SELEÇÃO SEXUAL

17 A Teoria da Estratégia Sexual tem como principal característica a concepção de estratégia como inata nos seres humanos, sendo essa mesma estratégia utilizada para indicar a natureza dos comportamentos humanos de acasalamento (não envolvendo ações conscientes ou premeditadas). Para a mulher, a seleção sexual é de extrema importância. preferência na discriminação de machos de maior valor genético (mais força muscular, mais inteligência) minimiza-se, assim, a perda de tempo em investimentos custosos e de pouco retorno. SELEÇÃO SEXUAL

18 Homem tendência a seguir a estratégia de curta duração (menos onerosa). # Busca de uma maior quantidade de parceiras. Contribuição para a procriação somente seu esperma. SELEÇÃO SEXUAL

19 Pesquisas no Brasil revelam que mães que possuem muitos filhos e que são pobres investem mais naqueles que podem sobreviver (detentores de melhores características), deixando de lado os filhos mais fracos. Os machos de nossa espécie, recentemente, passaram a cuidar de seus filhotes seguindo a estratégia de longo prazo (inclusive com mulheres pós- menopáusicas ). Alteração de um padrão evolutivo que perdurava por milhões de anos. SELEÇÃO SEXUAL

20 Os homens demonstram suas aptidões ( musculatura, capacidade intelectual e financeira ), como atributos de conquista associadas às características biológicas (incessante produção de espermatozóides), para intensificar suas relações. ampliação do número de parceiras (disseminação da espécie). As mulheres são avaliadas pela fisionomia, beleza e estruturação corpórea ( indicativos de padrão gestacional adequado à multiplicação). Evidenciação da capacidade de manutenção do desenvolvimento da prole (do feto), durante os meses de gestação e de atenção materna após o nascimento. SELEÇÃO SEXUAL

21 Sob o ponto de vista da seleção sexual (desconsiderando a afinidade entre os seres - monogamia)), seria o indivíduo humano masculino um organismo procriador em série. Caberia ao indivíduo feminino (obedecendo critérios fisio-evolutivos) a ovulação, fecundação, gestação e o cuidado parental. Resta, porém, a seguinte pergunta: A atividade sexual está desvinculada da reprodução no ser humano, ou este ainda é um imperativo biológico que impulsiona nosso desejo? Existem teorias que procuram explicar e identificar padrões de escolha de parceiros sexuais nos seres humanos. SELEÇÃO SEXUAL

22 CARACTERES SEXUAIS SECUNDÁRIOS São diferenciações que podem ocorrer concomitantes ao nascimento ou ao longo do desenvolvimento de organismos superiores com reprodução sexuada. Homens presença de massa muscular, ombros largos, pêlos (corpo e rosto), mandíbula grande, voz grave e pomo de adão. Mulheres crescimento dos seios, presença de pêlos (pubianos e axilares), alargamento da bacia e o início da menstruação.

23 Recentemente, a teoria da seleção sexual tem sido criticada afirmando-se que os indivíduos não competem fortemente por oportunidades de acasalamento, e sim que a função do sexo é principalmente social. Evidências utilizadas nestes trabalhos, no entanto, tem sido altamente criticadas por possuírem dados factuais incorretos. SELEÇÃO SEXUAL

24 Leões infanticidas, pássaros adúlteros... Seria a vida animal baseada no egoísmo sexual? Se a evolução consiste em uma competição entre indivíduos para sobrevivência e reprodução, faz pouco sentido ajudar os outros. Em muitos casos, a evolução tem produzido animais que desistiram de sua própria luta pelo sexo (sociedade das abelhas). # Sacrifício individual em prol de um bem maior coletivo ( aptidão inclusiva ). aumenta a capacidade do grupo orgânico perpetuar-se (embora não aumente as próprias chances daquele animal se reproduzir). * Auxílio para explicar o modo de vida de insetos, pássaros e mamíferos. PELO BEM DO GENE

25 O conflito evolucionário entre os sexos às vezes leva à violência dos machos sobre as fêmeas, mas não necessariamente. Se as condições forem corretas, o sexo pode promover uma existência tranqüila tornando-se muito mais do que uma questão de sobrevivência dos genes, mas um instrumento mantenedor da paz. O AMOR, NÃO A GUERRA


Carregar ppt "SELEÇÃO SEXUAL A LÓGICA DA PAIXÃO. A vida é uma dança de parceiros vírus e hospedeiros orquídeas e insetos polinizadores serpentes e salamandras venenosas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google