A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mitos, Crenças e Tabus Sexuais Estagiárias: Lediane Cunha Dias Lidiany Mota de Castro Suelen Martins Borges 2007 Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mitos, Crenças e Tabus Sexuais Estagiárias: Lediane Cunha Dias Lidiany Mota de Castro Suelen Martins Borges 2007 Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira."— Transcrição da apresentação:

1 Mitos, Crenças e Tabus Sexuais Estagiárias: Lediane Cunha Dias Lidiany Mota de Castro Suelen Martins Borges 2007 Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira

2 A palavra Mito vem do grego Mythos e significa fabula. O termo mito comporta significados diversos. A Wikipédia apresenta o mito como sendo uma narrativa tradicional com caráter explicativo e/ou simbólico, profundamente relacionado com uma dada cultura. O mito procura explicar os principais acontecimentos da vida, os fenômenos naturais, as origens do mundo e do homem por meio de deuses, semideuses e heróis. É uma primeira tentativa de explicar a realidade. Patrícia Goodson e Mabel Cavalcante mostram que o mito não é um jeito qualquer de falar sobre as coisas, é um jeito de falar que precisa ser decifrado, precisa ser interpretado. O mito é um jeito encoberto de falar.

3 O mito tem como finalidade acomodar e tranqüilizar o homem que vive num mundo inseguro, assustador e muitas vezes hostil. A função social do mito é expressar aquilo que determinados grupos querem acreditar. Se compararmos o mito com a ciência, a ciência também é um jeito de falar sobre as coisas, a natureza, a vida humana. Só que é um jeito de falar diferente do mito, porque a ciência, ao contrario do mito, revela claramente os significados das coisas, explica e decifra as mensagens que, segundo ela, estão contidas nas coisas. Um dos principais problemas para quem estuda sobre os mitos é a relação entre mito e verdade, que acaba dando ao mito o significado de sem realidade.

4 Se a ciência já disse que isso ou aquilo não é verdade, porque muitas pessoas ainda acreditam nos mitos? Os mitos não desaparecem quando a ciência se impõe porque eles são de outra natureza. Tudo que é mito tem a ver com desejos (conscientes ou inconscientes, individuais ou coletivos) das pessoas. O mito tem muito pouco a ver com a razão. Os mitos são criados para expressar o modo de pensar de toda uma sociedade, para expressar as relações que os homens mantêm entre si e as relações que mantêm com o mundo que os cerca.

5 Porque é tão difícil nos livrar das redes de mitos? Porque a sexualidade e tudo que lhe diz respeito vai muito além das simples verdades cientificas, e como sabemos, a sexualidade tem muito mais a ver com os desejos do que quaisquer outros assuntos. Desfazer de alguns mitos e substituir sua verdade pelas verdades cientificas pode provocar uma inadequação ou até sérios danos psicológicos. E é para prevenir estes perigos que precisamos educar. Mas, e as crenças, o que são? A palavra crença vem do grego doxa e significa opinião.

6 A Wikipédia diz que crença é um estado mental que pode ser verdadeiro ou falso. Patrícia Goodson e Mabel Cavalcante falam que as crenças estão mais ligadas a idéia de distorção da realidade. Muitas vezes, tem uma raiz religiosa. As crendices correspondem a uma necessidade do espírito de aceitar uma certa verdade sem submetê-la a uma avaliação lógica, racional.

7 E os tabus? A Wikipédia diz que tabu é um assunto de que simplesmente não se fala por várias razões: porque é alvo de opiniões contraditórias, porque é um assunto que interfere com a sensibilidade das pessoas, etc. também pode ser considerado como qualquer assunto inaceitável ou proibido em uma determinada sociedade. A expressão tabu é de origem polinésia, mas sua idéia básica está presenete desde as culturas antigas. O significado do termo tabu está ligado aos conceitos de sagrado, e as noções de pureza/impureza e permitido/proibido.

8 Enquanto educadores sexuais necessitamos: 1) reconhecer a coexistência de mitos, crendices e tabus, paralelamente as verdades cientificas; 2) lembrar que mitos, crenças e tabus têm sua lógica própria e por isso não se deixam substituir facilmente pela lógica da ciência e por suas verdades; 3) reconhecer que nossos alunos adolescentes estão numa fase de vida em que, inevitavelmente, reformulam conceitos adquiridos e estão abertos para novas informações e posturas;

9 4) admitir que nosso papel de educadores tem grande impacto sobre essa fase de reformulação de conceitos; 5) prevenir os perigos que os mitos, as crenças e os tabus podem representar para o exercício saudável e feliz da sexualidade; 6) necessitamos fornecer todos os elementos possíveis para que os nossos alunos escolham, adequadamente, que tipo de verdade irão adotar para suas vidas.

10 Mitos Sobre Temas Gerais A sexualidade atinge o pico durante a adolescência. Depois, gradativamente, o interesse por sexo e prazer entram em declínio. MENTIRA É natural que um homem se interesse principalmente no coito e no orgasmo. Os carinhos que antecedem a união e as características amorosas interessam muito mais as mulheres. MENTIRA U m bom amante é capaz de fazer sua parceira ter orgasmo todas as vezes que mantêm relações sexuais. MENTIRA

11 Para que um casal se realize sexualmente é necessário o orgasmo simultâneo. MENTIRA Quando as pessoas atingem a idade adulta, naturalmente perdem interesse na fantasia e na masturbação e se concentra, exclusivamente, nas relações sexuais. MENTIRA A perda dos genitais significa a perda da sexualidade. MENTIRA Uma boa relação sexual é aquela em que se consegue uma excitação crescente, e que sempre termina em orgasmo. MENTIRA

12 Planejamento familiar tende a ser problema menor para as pessoas casadas do que para as solteiras. MENTIRA Ter conhecimento sobre sexo incentiva os jovens a terem relações sexuais precocemente. MENTIRA Quanto maior a freqüência, maior e o desgaste - sexual, físico, psíquico. MENTIRA As emissões noturnas (poluções) – sonhos molhados – são sintomas de distúrbios sexuais. MENTIRA

13 Os negros têm maior impulso sexual que os brancos; o pênis do homem negro é maior que o do branco. MENTIRA O sexo deve ser natural e espontâneo, não necessitando de aprendizagem. MENTIRA Quem fala sobre sexo é melhor resolvido sexualmente. MENTIRA É errado ter fantasias sexuais. MENTIRA

14 Sexo anal sem camisinha não pode engravidar. MENTIRA A masturbação faz crescer pelos nas mãos. MENTIRA O uso da camisinha tira a sensibilidade do pênis prejudicando o prazer, impedindo o orgasmo e a satisfação sexual. MENTIRA Os idosos não sentem mais desejo sexual e já passaram da idade para uma relação sexual. MENTIRA

15 Sexo antes de eventos significativos – um grande jogo, uma apresentação importante – pode prejudicar sua performance (no evento). MENTIRA Fazer sexo na água (piscina, banheiro, chuveiro...) mata o esperma. VERDADE Você pode se viciar em pornografia virtual. VERDADE Toda mulher é masoquista por natureza e todo homem é sádico em maior ou menor grau. MENTIRA

16 Mitos Sobre a Sexualidade Feminina A mulher não deve ter iniciativa frente ao sexo e aquela que demonstra seu desejo sexual por um homem, não presta. MENTIRA A mulher não deve vivenciar a atividade sexual quando não intervenha a vagina como zona erógena. MENTIRA A mulher deve dar por finalizado o ato sexual, logo que o homem tenha ejaculado. MENTIRA

17 A mulher que não consegue orgasmo durante o ato sexual, a não ser quando se masturba ou é manipulada pelo parceiro, pode ser classificada clinicamente de anorgasmica. MENTIRA Existem dois tipos de orgasmo feminino: um clitoriano e outro vaginal. MENTIRA A mulher tem menos desejo sexual que o homem. MENTIRA A ausência do hímen prova que uma jovem não é virgem. MENTIRA

18 As mulheres não se excitam com a pornografia. MENTIRA Na mulher o gozo é mais espiritual que corporal. MENTIRA Se estiver menstruada, a mulher não engravida. MENTIRA A ligadura das tubas uterinas deixa a mulher fria e gorda. MENTIRA Adolescente que ainda não menstrua não engravida. MENTIRA

19 Garotas virgens não engravidam. MENTIRA A mulher só desenvolverá sua capacidade apetitiva e orgástica depois que se tornar mãe. MENTIRA As virgens não têm as mesmas necessidades sexuais das outras mulheres. MENTIRA A mulher jamais se excita durante o sono, como ocorre com o homem. MENTIRA

20 O orgasmo na gravidez faz mal ao bebê. MENTIRA A mulher na menopausa virou homem e perdeu seu poder apetitivo, enquanto que o homem deve ter seus cuidados, porque cada um tem um número determinado de ejaculações e aquele que abusou de sua sexualidade verá extinta sua capacidade de desempenho. MENTIRA A mulher que já teve outros relacionamentos (ou não é virgem) tem maior possibilidade de vir a ser adúltera. MENTIRA

21 Mitos Sobre a Sexualidade Masculina N o sexo, como em qualquer outra coisa, o que conta é o rendimento. MENTIRA O homem sempre quer e está disposto para o sexo. MENTIRA S exo significa somente penetração. MENTIRA T oda atividade sexual requer como condição indispensável a ereção. MENTIRA

22 A capacidade de ejacular rapidamente é indício de masculinidade. MENTIRA Um homem saudável, bem equilibrado, não deve ter problemas para ter relações sexuais, em qualquer situação. MENTIRA A ereção é sempre um indício de excitação sexual e indica a necessidade de relações sexuais por parte do homem. MENTIRA A masculinidade se reflete no trajar e no falar do indivíduo. MENTIRA

23 As maiorias dos homens que contraíram, na adolescência, diversas doenças sexualmente transmissíveis vieram a ser impotentes. MENTIRA Os homens só pensam em sexo com penetração vaginal. MENTIRA Um homem normal e que goza de perfeita saúde, deverá durante o ato sexual: Conseguir ereção; Manter a ereção; Fazer exatamente o que agrada a parceira; Permanecer sem ejacular até o orgasmo da parceira. MENTIRA

24 O homem após o orgasmo se torna apático e dorme por não se interessar mais pela companheira. MENTIRA O homem que perde a ereção perde sua virilidade. Ou o homem que perde sua ereção não tem mais interesse por sua parceira (o). MENTIRA Homem de pênis grande satisfaz mais a mulher. MENTIRA

25 A vasectomia faz o homem ficar impotente. MENTIRA Para evitar gravidez, basta o homem tirar o pênis da vagina um pouco antes de ejacular. MENTIRA Masturbação excessiva leva o homem a impotência. MENTIRA

26 Mitos Sobre a Homossexualidade A s homossexuais são diferentes e não é possível sua integração na sociedade. MENTIRA A mulher é homossexual porque não encontrou nenhum homem macho. MENTIRA T oda mulher homossexual é masculinizada. MENTIRA O s indivíduos, ou são totalmente heterossexuais ou totalmente homossexuais. MENTIRA

27 Os homossexuais são delinqüentes e uma ameaça para a sociedade. MENTIRA O sexo anal e oral, entre um homem e uma mulher, é indicador de tendências homossexuais. MENTIRA Ter sonhos e fantasias homossexuais e sentir-se bem afetivamente com outro (a) do mesmo sexo normalmente é indício de homossexualidade. MENTIRA A homossexualidade é considerada uma forma de disfunção sexual, ou desvio mental. MENTIRA

28 Homossexuais precisam de ajuda psicológica profissional. MENTIRA Homossexuais levam uma vida solitária e promíscua. MENTIRA Toda mulher feminista é homossexual. MENTIRA O homem que sente prazer com a estimulação dos mamilos é homossexual latente. MENTIRA A homossexualidade é congênita e hereditária. MENTIRA

29 Referências Bodegraven, A. J. V. (2006). Mitos sexuais. Retirado no dia 14/05/2007, do website Costa, A. S. (n.d.) Mitos da Sexualidade. Retirado no dia 14/05/2007, do website Goodson, P. & Cavalcanti, M. (n.d.) Mitos, Crendices e Tabus Sexuais. Griza, A. (n.d). Mitos da Sexualidade: 7° Mito da Sexualidade. Retirado no dia 14/05/2007, do website

30 Pádua, E. A. (2006). Mitos da sociedade interferem no desempenho sexual. Retirado no dia 14/05/2007, do website Wikipédia, A enciclopédia livre. (2001). Crença. Retirado no dia 14/05/2007 do website Wikipédia, A enciclopédia livre. (2001). Mito. Retirado no dia 14/05/2007 do website Wikipédia, A enciclopédia livre. (2001). Tabu. Retirado no dia 14/05/2007 do website htp://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Tabus&action=edit18

31 Obrigada!!!


Carregar ppt "Mitos, Crenças e Tabus Sexuais Estagiárias: Lediane Cunha Dias Lidiany Mota de Castro Suelen Martins Borges 2007 Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google