A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 1 SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO

2 2 Natureza das funções cobertas Projeto do Sistema de Produção Operação do Sistema de Produção Controle do Sistema de Produção Funções ligadas a decisões ESTRATÉGICAS Planejamento da Capacidade Localização de Instalações Projeto do Produto e do Processo - Funções ligadas a decisões TÁTICAS Arranjo Físico de Instalações Projeto e Medida do Trabalho Previsão da Demanda Planejamento Agregado Funções ligadas a decisões OPERACIONAIS Programação e Controle da Produção Administração de Projetos Controle de Estoques: o Lote Econômico Controle de Estoques: Demanda Independente O Sistema MRP Controle Estatístico de Qualidade Medida da Produtividade

3 3 PLANEJAMENTO PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO - PPCP Objetivos da programação de produção – potencialmente conflitantes entre si - são: Permitir que os produtos tenham a qualidade especificada; Fazer com que máquinas e pessoas operem com os níveis desejados de produtividade; Reduzir estoques e custos operacionais; Manter ou melhorar o nível de atendimento ao cliente.

4 4 Planejamento e Controle da Produção – PPCP Ao serem definidas metas e estratégias em um sistema produtivo, é preciso formular planos para atingi-las, administrar os recursos humanos e físicos com base nos planos desenvolvido, direcionar e acompanhar ações dos recursos humanos sobre os físicos, permitindo a correção de eventuais desvios. Estas atividades compõem o PCP. OBJETIVO DO PPCP: Garantir que a produção funcione eficazmente atendendo aos clientes externos e internos, produzindo produtos e serviços na quantidade, momento e qualidade adequados, ao menor custo. PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO - PPCP (Moura, 1989:2)

5 5 ATIVIDADES BÁSICAS DO PPCP: Planejamento Agregado da Produção; Programa Mestre da Produção; Planejamento das necessidades de materiais; Controle de Estoques; Programa da Produção; Planejamento e Controle da Capacidade; Controle da Produção. PLANEJAMENTO PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO - PPCP

6 PLANEJAMENTO DA CAPACIDADE PROGRAMA MESTRE DA PRODUÇÃO PLANEJAMENTO AGREGADO PROCESSO GLOBAL DE PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO

7 7 Fonte: Tubino, 1997, pág; 25.

8 8 PLANEJAMENTO AGREGADO DA PRODUÇÃO O QUE É?????

9 Planejamento de Vendas e Operações (S&OP – Sales and Operations Planning): –É um processo de planejamento contínuo caracterizado por revisões mensais com contínuas adequações dos planos da empresa à luz das flutuações da demanda do mercado, disponibilidade de recursos e do suprimento de materiais e serviços internos –Empresas diferentes tem dado nomes diferentes a este nível de planejamento: Planejamento agregado da produção, Planejamento estratégico da produção, etc..

10 10 Planejamento Agregado da Produção O planejamento agregado, visa compatibilizar os recursos produtivos da empresa com a demanda agregada, no médio prazo, isto com um horizonte de 5 a 18 meses, aproximadamente (MARTINS; 2005). O planejamento agregado procura emparelhar a produção com a demanda ao menor custo possível. Uma vez definido o plano agregado, ele deve ser desmembrado. Elabora-se por tanto o Programa Mestre da Produção (PMP). Isto fará com que o plano agregado de uma família seja transformado em um PMP para cada um dos itens que compõe a referida família.

11 Planejamento Agregado é o processo de balanceamento da produção com a demanda. Visa compatibilizar os recursos produtivos da empresa com a demanda. Normalmente é projetado para horizontes de tempo de 6 a 12 meses.

12 Equilíbrio Demanda e Oferta O processo PVO (plano de vendas e operações ou planejamento agregado) tem como objetivo manter a Demanda e a Oferta de produto em equilíbrio, através de decisões integradas. 12 Ações para clientes Promoções Ações para consumidores Lead times Limitações de capacidade Objetivo de Serv. cliente Previsões Riscos e benefícios Alternativas Restrições Riscos e custos Flexibilidade PVO DEMANDAOFERTA

13 Demanda x Oferta O que acontece quando......a demanda é muito maior que a oferta... a oferta é muito maior que a demanda 13 OFERTADEMANDA Baixo nível de serviço ao cliente com muita falta de produto. Aumento de custos com tempo não planejado. Preços de compras desfavoráveis. Qualidade pode ser comprometida quando a companhia busca entregar mais rápido. Aumento de estoques, que impactam em aumento de custos, produtos c/ baixo giro e risco de destruição. Redução do ritmo de produção e da eficiência da planta. Maiores descontos para escoar produtos comprometem a rentabilidade. DEMANDAOFERTA

14 Agregar refere-se à idéia de se focalizar na capacidade total e não em produtos ou serviços individuais A agregação é feita em relação a: o Produtos o Mão de obra o Tempo

15 Para esta compatibilização, a empresa define estratégias de operações que pode adequar os recursos produtivos ao atendimento da demanda ou atuar na demanda afim de que os recursos disponíveis possam atendê-la. Pode-se também fazer uma estratégia mista, isto é atuar tanto nos recursos quanto na demanda.

16 Principais objetivos do Planejamento Agregado Suportar o planejamento estratégico do negócio (garantir por meio de revisões periódicas que o PE é viável e está sendo cumprido) Garantir que os planos sejam realísticos (todas as áreas) Gerenciar as mudanças de forma eficaz Garantir o nível desejado de serviço a clientes Avaliar o desempenho Desenvolver o trabalho em equipe 16

17 Pré-requisitos do Planejamento agregado Entendimento do processo Educação e treinamento Comprometimento dos participantes Comprometimento de recursos Disposição de trabalhar em equipe Disposição de compartilhar informações Presença da alta direção Dirigir a organização Dirimir conflitos e trade-offs garantir comprometimento dos demais participantes 17

18 Etapas do Planejamento Agregado de Produção oPrevisão de demanda; oEscolha do conjunto possível de alternativas que influenciarão a demanda e/ou os recursos produtivos; oDeterminar a cada período, quais as particulares quais as alternativas usar para influenciar a demanda e/ou os níveis de produção

19 Atuação na oferta de RECURSOS: - admissão/demissão -horas extras - subcontratações - estoques Atuação na DEMANDA: - propaganda - promoções e preços diferenciados - reserva e demoras na liberação de pedidos - desenvolvimento de produtos complementares Atuação tanto na DEMANDA quanto nos RECURSOS: - estratégia mista ESTRATÉGIA DE ATUAÇÃO

20 1. Usar estoques para absorver as flutuações na demanda (nivelar a produção). 2. Contratar e demitir pessoal para ajustar a demanda (correr atrás da demanda). 3. Manter recursos para altos níveis de demanda. 4. Aumentar ou diminuir o turno de trabalho. 5. Subcontratar trabalho de outras firmas. 6. Usar trabalho em tempo parcial. 7. Fornecer serviço ou produto mais tarde (backordering) Atuação na Oferta de Recursos

21 Detalhes da Estratégia oNivelar produção - produzir a razão constante e usar estoque como necessário para atender a demanda oSeguir a demanda - alterar nível de força de trabalho de forma que a produção atenda a demanda oManter recursos para altos níveis de demanda - assegurar altos níveis de serviço oHora extra e banco de horas - comum quando as flutuações na demanda não são extremas

22 Detalhes da Estratégia oSubcontratação - útil se fornecedor atende necessidades de qualidade e prazos oMão de obra tempo parcial - adequado para trabalhos não especializados ou quando existe um pool de mão de obra oBackordering - só funciona se o cliente estiver disposto a esperar pelos produtos /serviços

23 Tempo Produção Demanda Unid Nivelar a Produção

24 Tempo Unid Produção Demanda Acompanhar a Demanda

25 25

26 oMudar demanda para outros períodos incentivos, promoções de vendas, redução de preços, campanhas publicitárias oOferecer produtos ou serviços nos períodos de baixa demanda criar demanda para recursos ociosos Estratégias para Atender a Demanda ATUAÇÃO NA DEMANDA

27 Planejamento Agregado da Produção Políticas empresariais Restrições financeiras Objetivos estratégicos Unidades ou $ Subcontratada, Restrições de capacidade Tamanho da força de trabalho Produção mensal (em unid ou $) Níveis de estoques Projeções de demanda Entradas e Saídas do Planejamento Agregado da Produção

28 previsão tempo As incertezas das previsões aumentam com o horizonte Incertezas de previsão aumentam com o horizonte

29 Planejamento Agregado de Produção oPolíticas de gestão da capacidade oPolítica de capacidade constante oAcompanhar a demanda ( e suas flutuações) oGestão da demanda ( Interferir na demanda) o(Até que ponto isto é possível ???)

30 Métodos de montagem do Planejamento Agregado oModelo tentativa e erro: consiste em procurar uma composição das alternativas de produção baseando-se no bom senso. oModelo de Programação linear: utiliza técnicas matemáticas e propõe uma solução ótima (leva ao custo total de produção mínimo em face das alternativas de produção disponíveis).

31 Custos Variáveis no Planejamento Agregado da Produção o Admissão/demissão o Horas-extras o Tempos parciais o Subcontratações o Estoques o Não atendimento e backorder

32 O planejamento agregado da produção envolve o Níveis de mão de obra – número de pessoas necessárias para a produção. o Cadência de produção - número de unidades produzidas por unidade de tempo. o Níveis de estoques -

33 33 EXEMPLO: Olaria Barroforte.

34 34 PAP - PLANILHA MODELO Mês JANFEVMARABRMAIJUNJULAGOSETOUTNOVDEZ TOTAL 1.DEMANDA AGREGADA 2.ESTOQUE DE SEGURANÇA 3.DIAS ÚTEIS 4.ESTOQUE INICIAL 5.NECESSIDADE DE PRODUÇÃO 6.Nº Inicial de funcionários Inicial 6.1Admissão 6.2Demissão 7.Nº final de funcionários final 8.PLANO DE CAPACIDADE 8.1Capacidade Hs. Normais (HORAS) 8.2Capacidade Hs. Normais (PROD) 8.3Capacidade Hs. Extras (HORAS) 8.4Capacidade Hs. Extras (PROD.) 8.5Subcontratações 9.PLANO TOTAL DE PRODUÇÃO 9.1Prod. Hs. Normais (HORAS) 9.2Prod. Hs. Normais (PROD) 9.3Prod. Hs. Extras (HORAS) 9.4Prod. Hs. Extras (PROD.) 9.5Subcontratações 10.(Prod. Regular - Prev. Demanda) 11.ESTOQUE FINAL CUSTO:PAP - PLANILHA MODELO EIPROD-NPROD-ESALADMDEMEF CUSTO UNIT. SUBTOTAL TOTAL PLANO: R$ -/PERÍODO TOTAL MÊS: R$ -/MÊS


Carregar ppt "1 SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google