A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Idade Moderna Renascimento e Utopia. O Maravilhoso Medieval A Cingapu de Marco Polo A Cingapu de Marco Polo As Ilhas Afortunadas As Ilhas Afortunadas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Idade Moderna Renascimento e Utopia. O Maravilhoso Medieval A Cingapu de Marco Polo A Cingapu de Marco Polo As Ilhas Afortunadas As Ilhas Afortunadas."— Transcrição da apresentação:

1 Idade Moderna Renascimento e Utopia

2 O Maravilhoso Medieval A Cingapu de Marco Polo A Cingapu de Marco Polo As Ilhas Afortunadas As Ilhas Afortunadas O El Dourado O El Dourado O País da Cocanha O País da Cocanha O País da Cocanha, lugar utópico festivo, onde a comida era abundante e o trabalho não era necessário, onde existiam rios de leite e de vinho, queijos e pães eram obtidos sem dificuldade era não apenas uma utopia strictu sensu, mas um sonho que, às vezes, era perseguido como real pelos europeus.

3

4

5 Com a descoberta do novo mundo, criou-se uma possibilidade de reprodução do paraíso na Terra, sonho perseguido pelos cristãos, recém saídos da Idade Média e que agora poderiam enfim encontrar a Cocanha, a terra abundante de alimentos, festas, orgias que agora poderia lhe pertencer.

6 O Novo Mundo trás um exercício de realismo. Ele deslumbrava e ao mesmo tempo atemorizava. Por volta do século XVI, ele começa já ser visto por sua verdadeira roupagem, embora a mitificação continue com o mito do bom selvagem.

7 Milenarismo Heresias Heresias Anabatismo Anabatismo Medo do Inferno e o Céu como evasão das dificuldades cotidianas Medo do Inferno e o Céu como evasão das dificuldades cotidianas

8

9

10

11 Em tempos de miséria e perdição, os mitos ganham uma força extraordinária, levando em seu bojo todas as esperanças das classes desfavorecidas. Porém, como os mitos são, em sua essência, ilusórios, eles se desfazem como fumaça, deixando toda uma classe órfã de esperanças. Ainda hoje os mitos, de diferentes formas, são utilizados para conter ou provocar tensões sociais. Muitas vezes são utilizados como compensações ou recompensas pela luta empreendida. Como um objetivo que nunca será alcançado. Na verdade, não há diferenças concretas entre o homem moderno e o homem medieval, somos praticamente o mesmo homem, com a mesma crueldade, o mesmo egoísmo e a mesma ingenuidade. A única diferença é que o homem medieval não tinha como comprovar a existência ou inexistência de um reino perdido nos limites do mundo onde há fartura e igualdade só esperando a chegada de quem os encontrar. Nós homens modernos já sabemos que esse reino não existe, mas continuamos crendo nele mesmo assim.

12 Sonhos O mundo fora da Europa – o maravilhoso terrestre O mundo fora da Europa – o maravilhoso terrestre A vinda do Juízo – Milenarismo A vinda do Juízo – Milenarismo Ascenção do romance: cavalaria e pastoril – evasão Ascenção do romance: cavalaria e pastoril – evasão Visões de pesadelo Visões de pesadelo Os sonhos dos pobres Os sonhos dos pobres As Utopias As Utopias

13 Retorno à Antiguidade Mitologia Mitologia Época de Ouro Época de Ouro Futuro dourado Futuro dourado Edenização X Infernalização Edenização X Infernalização Visões deste mundo, do outro e do novo mundo Visões deste mundo, do outro e do novo mundo

14 Literatura Utópica Espelho Inverso – Rabelais Espelho Inverso – Rabelais Utopia – Thomas Moore Utopia – Thomas Moore Cidade do Sol - Campanella Cidade do Sol - Campanella


Carregar ppt "Idade Moderna Renascimento e Utopia. O Maravilhoso Medieval A Cingapu de Marco Polo A Cingapu de Marco Polo As Ilhas Afortunadas As Ilhas Afortunadas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google