A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CEP CÓDIGO DE ENDEREÇAMENTO POSTAL. EQUIPE DENIANE TOMAZI Nº 9 ELI BORGES Nº 11 JAQUELINE MÓRES Nº 40 KHARINA MÓRES Nº 41 LORAYNE ZANONI Nº 24 PATRÍCIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CEP CÓDIGO DE ENDEREÇAMENTO POSTAL. EQUIPE DENIANE TOMAZI Nº 9 ELI BORGES Nº 11 JAQUELINE MÓRES Nº 40 KHARINA MÓRES Nº 41 LORAYNE ZANONI Nº 24 PATRÍCIA."— Transcrição da apresentação:

1 CEP CÓDIGO DE ENDEREÇAMENTO POSTAL

2 EQUIPE DENIANE TOMAZI Nº 9 ELI BORGES Nº 11 JAQUELINE MÓRES Nº 40 KHARINA MÓRES Nº 41 LORAYNE ZANONI Nº 24 PATRÍCIA ANDRADE Nº 28

3 INTRODUÇÃOINTRODUÇÃO Nessa pesquisa serão demonstrados o histórico postal brasileiro (desde a sua descoberta), juntamente com a definição e finalidade do CEP, bem como sua estrutura, isto é, o que representa a numeração deste código, melhor dizendo, o que cada dígito corresponde.

4 História Os principais acontecimentos deste período de 30 a 70 foram: 1931: É criado o Departamento de Correios e Telégrafos, subordinado ao Ministério da Viação e Obras Públicas. 1941: É criado o CAN - Correio Aéreo Nacional. A partir de 1944, começa a ser utilizado, entre outros modelos, o anfíbio Catalina CA. 1969: Inicia-se o processo de desenvolvimento do Serviço Postal Brasileiro com a criação, em 20 de março, da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. 1971: É concluída a montagem do Centro de Triagem Mecanizado de São Paulo.

5 História Em maio de 1971,a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, criou o CEP – Código de Endereçamento Postal, um sistema que permitiu a introdução de equipamentos eletrônicos no processo de triagem, facilitando e racionalizando o mesmo processo. No início este código detinha de apenas 5 dígitos, porém em maio de 1992 fora incluído mais 3, deixando-o com 8 dígitos. Do surgimento dos serviços postais até os dias de hoje, os Correios assumiram sua postura de elo que aproxima as pessoas e de instituição respeitável que sempre procurou adequar-se aos vários períodos de desenvolvimento do País, buscando o progresso para os seus serviços prestados à sociedade.

6 DEFINIÇÃO O Código de Endereçamento Postal é um conjunto numérico constituído de oito algarismos, cujo objetivo principal é orientar e acelerar o encaminhamento, o tratamento e a distribuição de objetos de correspondência, por meio da sua atribuição a localidades, logradouros, unidades dos Correios, serviços, órgãos públicos, empresas e edifícios.

7 FINALIDADE A finalidade do CEP é racionalizar os métodos de separação da correspondência por meio da simplificação das fases dos processos de triagem, encaminhamento e distribuição, permitindo o tratamento mecanizado com a utilização de equipamentos eletrônicos de triagem.

8 VANTAGENS A criação do CEP trouxe várias vantagens para o serviço postal, tais como: Maior rapidez no serviço postal; Facilidade na separação de correspondências; Simplificação na triagem postal; Permitiu a utilização de equipamentos eletrônicos; Identificação de Regiões, Sub-Regiões, Setores, etc., por meio de dígitos pré- determinados.

9 ESTRUTURA O CEP está estruturado segundo o sistema decimal, sendo composto de Região, Sub-região, Setor, Subsetor, Divisor de Subsetor e Identificadores de Distribuição, conforme demonstrado na figura abaixo:

10 ESTRUTURA FIGURA 1. IDENTIFICAÇÃO DA NUMERAÇÃO

11 ESTRUTURA O Brasil foi dividido em dez regiões postais para fins de codificação postal, utilizando como parâmetro o desenvolvimento sócio-econômico e fatores de crescimento demográfico de cada Unidade da Federação ou conjunto delas. A distribuição do CEP foi feita no sentido anti-horário a partir do estado de São Paulo, pelo primeiro algarismo.

12 ESTRUTURA FIGURA 2. DISTRIBUIÇÃO DO CEP POR REGIÕES GEOGRÁFICAS

13 Tendo como base à figura, e nas mostradas em seguida, será apresentado o significado de cada dígito do Código de Endereçamento Postal e sua localização geográfica no cenário da codificação nacional.Utilizando o estado de São Paulo, como exemplo, o primeiro algarismo representa a Região Postal 1 (Interior do mesmo Estado).

14 FIGURA 3. REGIÕES POSTAIS.

15 Cada Região Postal foi dividida em 10 sub-regiões que são indicadas pelo segundo algarismo do CEP. No exemplo demonstrado, os dois primeiros algarismos estão representando a Sub-Região 13, cuja sede neste caso é a cidade de Campinas.

16 FIGURA 4. SUB-REGIÕES POSTAIS.

17 Cada Sub-Região foi dividida em 10 Setores que são representados pelo terceiro algarismo. Neste caso, os três primeiros algarismos estão representando o Setor 133, cuja sede também é a cidade de Campinas.

18 FIGURA 5. SETORES POSTAIS.

19 Cada Setor foi dividido em 10 sub-setores que são representados pelo quarto algarismo.Neste caso, os quatro primeiros algarismos estão representando o Sub-Setor 1316, cuja sede é a cidade de Artur Nogueira

20 FIGURA 6. SUB-SETORES POSTAIS

21 Cada Sub-Setor foi dividido em 10 divisores que são representados pelo quinto algarismo. Neste caso, os cinco primeiros algarismos estão representando o Divisor 13165, cuja sede é a cidade de Engenheiro Coelho.

22 FIGURA 7. DIVISORES POSTAIS.

23 Os três algarismos após o hífen são denominados de SUFIXO e destina- se à identificação individual de Localidades, Logradouros, Códigos Especiais e Unidades do Correio, conforme o seguinte: Localidades não codificadas por logradouros (possuem um único CEP):

24 Faixa de Sufixos utilizada: 000 a 999 Caixas Postais Comunitárias: 990 a 998 Localidades codificadas por logradouros: Logradouros: Faixa de Sufixos utilizada: 000 a 899 Códigos Especiais: Faixa de Sufixos utilizada: 900 a 959 CEPs Promocionais: Faixa de Sufixos utilizada: 960 a 969 Unidades dos Correios: Faixa de Sufixos utilizada: 970 a 989 e 999 Caixas Postais Comunitárias: Faixa de Sufixos utilizada: 990 a 998.

25 O USO DO CEP O uso adequado do CEP é imprescindível para que os Correios possam tratar com rapidez os objetos que lhe são confiados. Com o CEP inadequado ou errado, as correspondências e encomendas demandam mais tempo para serem devidamente separadas e entregues.

26 UTILIZAÇÂO DO CEP PARA AS EMPRESAS O correio adotou uma nova formatação para que as empresas possam pesquisar por CEPs, esta nova formatação adota tamanho de banco de dados e não quantidade de consultas, gerando economia para os clientes atuais para precificação e reduzindo significativamente os preços dos licenciamentos para grandes quantidades.

27 CONCLUSÃO A constante busca por esta racionalização do trabalho, de rotinas e métodos, levou a criação do CEP – Código de Endereçamento Postal, o qual proporcionou uma maior eficiência na triagem postal, simplificando o recebimento, a separação e a distribuição, de cartas, entre outros. Com uma numeração pré-determinada pode-se agilizar todo o processo de separação de cartas, onde as regiões, sub-regiões, setores, etc., são indicadas por um dígito determinado. Com isso podem-se utilizar recursos eletrônicos para a triagem deste material.

28 Opinião da equipe Atualmente o Brasil possui um sistema próprio de postagem, onde novas tecnologias podem ser implantadas para uma constante melhoria, não precisando seguir métodos de outra nação. Sem dúvida alguma a instituição do CEP trouxe benefícios para a sociedade, permitindo uma maior rapidez no serviço postal brasileiro. Ao conhecer a estrutura do CEP, pode- se entender que esse sistema simplificou e facilitou, em muito, ao envio de cartas, entre outros.Se o intuito desta atividade era de agregar valores para equipe, podemos relatar que pesquisando, esse assunto, chegou- se à conclusão de que por meio de métodos simples, pode-se chegar a resultados maiores dentro das organizações, entende-se também, que a racionalização leva ao homem há não complicar atividades laborais.

29 OBRIGADO BOM DIA


Carregar ppt "CEP CÓDIGO DE ENDEREÇAMENTO POSTAL. EQUIPE DENIANE TOMAZI Nº 9 ELI BORGES Nº 11 JAQUELINE MÓRES Nº 40 KHARINA MÓRES Nº 41 LORAYNE ZANONI Nº 24 PATRÍCIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google