A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CNH (CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO) Equipe: Elisangela Tuchinski Rafael Ferreira Valquíria Fernandes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CNH (CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO) Equipe: Elisangela Tuchinski Rafael Ferreira Valquíria Fernandes."— Transcrição da apresentação:

1 CNH (CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO) Equipe: Elisangela Tuchinski Rafael Ferreira Valquíria Fernandes

2 INTRODUÇÃO A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), emitida pelos Detrans sob as diretrizes do Denatran, é um documento de porte obrigatório durante a condução de um veículo terrestre, que além de comprovar a habilitação e categoria do condutor, passou a ser um autentico documento de identificação, considerado um dos melhores disponível no Brasil.

3 CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é o nome dado ao documento oficial que, no Brasil atesta a aptidão de um cidadão para conduzir veículos motores terrestres. Portanto, seu porte é obrigatório ao condutor de qualquer veículo desse tipo.

4 M ODELO DA NOVA CNH

5 ÓRGÃOS PÚBLICOS REGULADORES E AUXILIARES DENATRAN - Departamento Nacional de Trânsito CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito DETRAN - Departamento Estadual de Trânsito

6 CÓDIGOS DE IDENTIFICAÇÃO O documento de Habilitação terá 2 (dois) números de identificação nacional e 1 (um) número de identificação estadual, que são: I - O primeiro número de identificação nacional – Registro Nacional, será gerado pelo sistema informatizado da Base Índice Nacional de Condutores – BINCO, composto de 9 (nove) caracteres mais 2 (dois) dígitos verificadores de segurança.

7 II – O segundo número de identificação nacional – Número do Espelho da CNH, será formado por 8 (oito) caracteres mais 1 (um) dígito verificador de segurança, autorizado e controlado pelo órgão máximo executivo de trânsito da União, e identificará cada espelho de CNH expedida. O dígito verificador será calculado pela rotina denominada de módulo 11 e sempre que o resto da divisão for zero (0) ou um (1), o dígito verificador será zero (0);

8 O número de identificação estadual será o número do formulário RENACH, documento de coleta de dados do candidato/condutor gerado a cada serviço, composto, obrigatoriamente, por 11 (onze) caracteres, sendo as duas primeiras posições formadas pela sigla da Unidade de Federação expedidora, facultada a utilização da última posição como dígito verificador de segurança.

9 a) O número do formulário RENACH identificará a Unidade da Federação onde o condutor foi habilitado ou realizou alterações de dados no seu prontuário pela última vez. b) O Formulário RENACH que dá origem às informações na BINCO e autorização para a impressão da CNH deverá ficar arquivado em segurança, no órgão ou entidade executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal.

10 M ODELO DA NOVA CNH, DESTACANDO OS CÓDIGOS DE SEGURANÇA

11 CONCLUSÃO Através do tema abordado é possível verificar a importância da CNH, a preocupação em tornar esse documento seguro e a conhecer um pouco mais sobre os códigos de segurança. Esses números de identificação que constam na CNH são códigos unicos para cada condutor, onde identificam a CNH emitida com dados do condutor, ou seja, um espelho da CNH contendo informações da habilitação e alterações de prontuarios dos condutores, tudo isso através de códigos que crescem cada vez mais, facilitando a identificação e colaborando com a segurança dos usuarios.


Carregar ppt "CNH (CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO) Equipe: Elisangela Tuchinski Rafael Ferreira Valquíria Fernandes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google