A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 GESTÃO DE PROJETOS Conceitos Básicos 1. 2 P ROJETOS - A TRIBUTOS Esforço temporário e estruturado, planejado e controlado, para ser realizado por pessoas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 GESTÃO DE PROJETOS Conceitos Básicos 1. 2 P ROJETOS - A TRIBUTOS Esforço temporário e estruturado, planejado e controlado, para ser realizado por pessoas."— Transcrição da apresentação:

1 1 GESTÃO DE PROJETOS Conceitos Básicos 1

2 2 P ROJETOS - A TRIBUTOS Esforço temporário e estruturado, planejado e controlado, para ser realizado por pessoas com o intuito de criar/produzir um Produto, Serviço, Processo. Atributos: Objetivo final definido Ciclo de vida estabelecido – início, meio e fim Utiliza recursos limitados Produto/Serviço/Processo ÚNICO, com características distintivas Envolve riscos e incertezas Possui cliente(s) 2

3 3 Relevância da GP: Evolução Histórica Artesanato = arte Habilidades pessoais: produção individual e limitada Industrialização = quantidade Padronização: divisão do trabalho, produção em série Customização = diferenciação da concorrência Personalização: adaptação de detalhes Inovação = PROJETOS Ineditismo: complexidade (variáveis), incerteza (riscos)

4 O MERCADO E AS EXIGÊNCIAS COMPETITIVAS Figura: Amadurecimento do mercado e exigências competitivas Fonte: BOWIJN P.T., KUMPE T. Manufacturing in the 1990s – productivity, flexibility and innovation. Long Range Planning, v.23, n.4, p.44-57, Aug

5 5 EXEMPLOS DE PROJETOS Projetar e concretizar uma empresa ou empreendimento Construir uma obra, prédio ou instalações Planejar uma campanha de lançamento de novo produto Realizar uma campanha política Implementar uma mudança organizacional a nível de estrutura, de pessoas ou de estilo gerencial Desenvolver ou adquirir um sistema de informação novo ou modificado Implementar um novo processo ou procedimento organizacional Etc. 5

6 6 STAKEHOLDERS DO PROJETO Indivíduos ou organizações que estão, em algum momento, envolvidos no projeto, e/ou cujos interesses são afetados pelo desenvolvimento do projeto. Os STAKEHOLDERS de um projeto são: Cliente (s) Patrocinador(es) do Projeto Gerente do Projeto Equipe do Projeto Fornecedores Beneficiários Organizações Envolvidas Etc. Definição de cada StakeHolder: Identificação, necessidades e expectativas Papel de cada um: envolvimento (quanto) e tempo (quando) Gerenciamento da participação dos interessados 6

7 7 WBS – WORK BREAKDOWN STRUCTURE OU EAP (ESTRUTURA ANALÍTICA DO PROJETO) OU EAT (ESTRUTURA ANALÍTICA DO TRABALHO) O WBS é a estruturação hierárquica (arvore) do projeto inteiro em suas etapas/partes, com as atividades componentes, todos com os respectivos deliverables (produtos entregáveis); O WBS deve conter, sem exceção, todo o desdobramento de processos, atividades, tarefas compreendidos no escopo do projeto; O último nível do WBS é constituído pelos menores pacotes de trabalho (work packages) controláveis, obtidos pela máxima decomposição necessária para gerenciar a execução do produto em questão. Cada elemento do WBS deve ser identificado com um código (WBS Code) gerado de forma lógica e relacionada à estrutura hierárquica a que o item pertença e que deve servir como sua identificação/referência em todo o projeto. 7

8 88 WBS – Work Breakdown Structure Representação Gráfica * Exemplo: ver Os Dez Mandamentos do WBS de C.M.Xavier

9 9 C ICLO DE V IDA DE UM PROJETO 9 Fonte: PMBoK

10 10 Processos de um PROJETO Iniciação: abertura com declaração inicial de objetivo, escopo e recursos Planejamento: elaboração do plano de gestão do projeto em todas as áreas de conhecimento em detalhes Execução: definição de equipes e recursos, preparação e realização Monitoramento e Controle: medir, avaliar e divulgar desempenho e resultado, solucionar problemas Encerramento: finalizar atividades e contratos, formalizar final de projeto Fonte: PMBoK

11 11 V ANTAGENS E B ENEFÍCIOS DA GP Objetivo= foco, para planejamento, coordenação, controle e avaliação Plano = caminho projetado, permite avaliar o progresso; Minimiza riscos: evita surpresas, prevê as situações desfavoráveis; Tomada de decisões em conflito: Tempo, Custo e Qualidade. Balanceamento de demandas concorrentes: Estrutura e ferramentas: métodos, processos e acompanhamentos. Agiliza as decisões, controle gerencial, acompanha tarefas e marcos Base comum: facilita comunicação entre os Stakeholders; Dimensionamento adequado de necessidades de recursos; Possibilita a medição do desempenho. 11


Carregar ppt "1 GESTÃO DE PROJETOS Conceitos Básicos 1. 2 P ROJETOS - A TRIBUTOS Esforço temporário e estruturado, planejado e controlado, para ser realizado por pessoas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google