A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A DÉCADA PERDIDA Para quem?. %198019851989 Crescimento do PIB100103,5113,1 Crescimento do PIB per-capita10092,291,7 Investimento/PIB24,216,316,2 Inflação54,9274,71557,6.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A DÉCADA PERDIDA Para quem?. %198019851989 Crescimento do PIB100103,5113,1 Crescimento do PIB per-capita10092,291,7 Investimento/PIB24,216,316,2 Inflação54,9274,71557,6."— Transcrição da apresentação:

1 A DÉCADA PERDIDA Para quem?

2

3 % Crescimento do PIB100103,5113,1 Crescimento do PIB per-capita10092,291,7 Investimento/PIB24,216,316,2 Inflação54,9274,71557,6 Dívida/exportação2,13,53,2

4 Segunda crise do petróleo que triplicou seu preçoElevação brusca das taxas de juros internacionaisRecessão norte-americana de

5 Na América Latina, em 1982, a dívida com bancos internacionais ultrapassou os 300 bilhões de dólares. Desde 1979, os bancos sentiram-se ameaçados pelo quadro econômico dos seus devedores e forçaram medidas ortodoxas de equilíbrio econômico: - reduzir as despesas do Estado e equilibrar o orçamento público; - reduzir e controlar a quantidade de moeda em circulação; - liberalizar os preços de quaisquer tabelamentos; - liberalizar a taxa de juros, que dada a redução da oferta monetária, deverá aumentar; - liberalizar (geralmente desvalorizar) a taxa de câmbio; - eliminar todos os subsídios; - reduzir os salários dos sectores público e privado.

6 Assim, a redução das despesas do Estado, a redução da quantidade de moeda em circulação e a elevação da taxa de juros (que leva tecnicamente à redução dos investimentos) têm como consequência reduzir a procura agregada e provocar a recessão (aumentando as taxas de desemprego e diminuindo os níveis de produção). CONTROLE DA INFLAÇÃO

7 DEPOIS DA MORATÓRIA DO MÉXICO EM 1982 OS BANCOS E OS PAÍSES EUROPEUS/EUA FORÇARAM OS PAÍSES LATINO-AMERICANOS A ENTRAREM EM UM QUADRO RECESSIVO. AS MAXIDESVALORIZAÇÕES DAS MOEDAS PARA FAVORECER A EXPORTAÇÃO E DIMINUIR A IMPORTAÇÃO ONERAVA OS SALÁRIOS E ESTIMULAVA A INFLAÇÃO, MAS FAVORECIA OS EXPORTADORES.

8 Importadores De capital Exportadores de capital

9 % Crescime nto do PIB 6,89,2-4,50,5-3,55,3- 4,4 Crescime nto do PIB per- capita 4,26,9-6,3- 1,4-5,33,3-6,2 Investime nto/PIB 2223,321,121,216,916,421,5 Inflação77,299,793,5100, ,1 1585,2 poupança17,517,216,815,413,616,520,7

10 PEDIR MAIS RECURSOS EMPRESTADOS AO FMI ADOÇÃO DO NEOLIBERALISMO

11 Friedrich Hayek desde a década de 1940 defendia a diminuição Da presença do Estado na economia e denunciava os malefícios Da doutrina do Estado de Bem-Estar Social vigente em alguns países Privatizações Equilíbrio nas contas públicas Dívida pública Abertura do mercado interno Fim de tabelamentos e regulações Liberdade de mercado Enfraquecimento dos sindicatos Diminuição dos custos sociais do trabalho Relações trabalhista

12 Crise do modelo soviético e enfraquecimento das doutrinas de esquerda ou social-democratas; A crise internacional do capitalismo enfraqueceu os Estados nacionais e as organizações de classe; Experiências bem-sucedidas do neoliberalismo na Inglaterra, EUA e Chile

13 SERÁ QUE A MEDIOCRIDADE DOS ÍNDICES ECONÔMICOS NÃO ENCOBRE UM RICO PROCESSO POLÍTICO E SOCIAL COM AMPLOS SETORES DA POPULAÇÃO ASSUMINDO UM PAPEL DE PARTÍCIPE QUE O REGIME MILITAR REPRIMIRA? Vitória de Brizola no RJ em 1982; Formação da CUT em 1981/82; A formação do PT com participação nas eleições de 1982/86 Movimento grevista e de mobilização popular pela redemocratização (Anistia, Diretas Já, Fim da Ditadura, A favor da Moratória, Contra o FMI, etc.) Fundação do MST (janeiro de 1984) Fiscais do Sarney (congelamento de preços 1986)


Carregar ppt "A DÉCADA PERDIDA Para quem?. %198019851989 Crescimento do PIB100103,5113,1 Crescimento do PIB per-capita10092,291,7 Investimento/PIB24,216,316,2 Inflação54,9274,71557,6."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google