A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Algoritmos e Estruturas de Dados Eng. Elétrica – CEFETES Prof. MSc. Luis Eduardo 2006/2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Algoritmos e Estruturas de Dados Eng. Elétrica – CEFETES Prof. MSc. Luis Eduardo 2006/2."— Transcrição da apresentação:

1

2 Algoritmos e Estruturas de Dados Eng. Elétrica – CEFETES Prof. MSc. Luis Eduardo 2006/2

3 Objetivo da Disciplina Permitir ao aluno solucionar problemas de Eng. Elétrica com uso de lógica de programação; Como ferramentas, apresentar ao aluno a estruturação lógica de algoritmos, o tipo de dados a serem processados, as estruturas de comando disponíveis; Para praticar, propor problemas de pequena complexidade a serem solucionados com o uso de uma linguagem de programação.

4 Algoritmos, o que são ? Um algoritmo é uma seqüência lógica estruturada de procedimentos que define a solução para um determinado problema.

5 Estrutura genérica de um Algoritmo Dados de Entrada Processamento lógico: Tomadas de decisão; Laços (LOOPS) de repetição; Tratamento lógico e aritmético. Saída de Dados

6 Como implementar algoritmos ? Quais tipos de problemas devem ser solucionados com algoritmos ?

7 Para implementar é necessário conhecermos os seguintes conceitos: O que são dados ? Como definir e classificar os dados ? Como funcionam logicamente as estruturas de decisão, e repetição ? Como estas estruturas devem ser encadeadas para definir um algoritmo ?

8 Dados Dados de entrada: Temperatura, velocidade, vazão, imagens, etc... Dados de Saída: Temperatura, pressão, posição, etc... Variáveis e Constantes.

9 Dados na memória do Sistema TC1C1 C2C2 DMA PR V1V1 V2V2 V3V3 P1P2P3P4P5

10 Representação dos Dados Tipo Bit; Tipo Inteiro sem sinal; Tipo Inteiro com sinal; Tipo Real; Tipo Longo Inteiro; Tipo Caracter.

11 Representação dos Dados TiposQtd. BitsFaixa de Valores Bit (short)10 e 1 Inteiro sem sinalN (N = 8 p/ PIC)0 a 255 Inteiro com sinalN (N = 8 p/ PIC)-128 a +127 Longo Inteiro2N (N = 8 p/ PIC)0 a Real4N (N = 8 p/ PIC)3,4 -38 a 3,4 +38 Caracter8 bits0 a 255

12 Definição da faixa de valores dos dados Tipos sem sinal: 0 a 2 N - 1 N – Quantidade de bits que compõe o tipo. Tipos com sinal: - (2 N-1 ) a + (2 N-1 – 1)

13 Conversão de Tipos de Dados Em muitas situações torna-se necessário converter tipos de dados de modo a melhor adequar o resultado de uma operação à sua aplicação. Exemplo: Calculada a posição angular de uma junta robótica, para transporte de cargas pesadas, basta utilizarmos os valores inteiros, décimos de radianos não são tão relevantes. O uso da conversão será detalhado no momento em que trabalharmos esta aplicação.

14 Estruturas para armazenamento de dados. Vetores: Região de memória de indexação unidimensional; Matrizes: Região de memória de indexação n- dimensional; Registros (em C, Structs): Região de memória para armazenamento de tipos distintos de dados, com uma única referência base.

15 Estrutura de Dados Ilustrada Vetor: Matriz:

16 Estrutura de Dados Ilustrada End. Base STRUCT


Carregar ppt "Algoritmos e Estruturas de Dados Eng. Elétrica – CEFETES Prof. MSc. Luis Eduardo 2006/2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google