A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REABSORÇÃO RENAL E FORMAÇÃO DE URINA CONCENTRADA RODIRLEY DUARTE DINIZ.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REABSORÇÃO RENAL E FORMAÇÃO DE URINA CONCENTRADA RODIRLEY DUARTE DINIZ."— Transcrição da apresentação:

1 REABSORÇÃO RENAL E FORMAÇÃO DE URINA CONCENTRADA RODIRLEY DUARTE DINIZ

2 IMPORTÂNCIA O organismo perde água continuamente por várias vias; A capacidade do rim em produzir uma urina concentrada, minimiza a ingestão de líquido necessária para manter a homeostasia. Função esta relevante principalmente quando há escassez de água no ambiente.

3 CONCENTRAÇÕES Plasma humano: 300mOsm/L Urina humana concentrada: 1200 a 1400mOsm/L - ~ 5 vezes mais que o plasma. Urina concentrada do camundongo saltitante do deserto: mOsm/L. Pode, inclusive, beber água do mar. Urina concentrada do castor (aquático): 500mOsm/L.

4 APLICAÇÃO MÉDICA Volume urinário obrigatório - humano de 70kg elimina 600mOsm de soluto por dia. Sendo a concentração urinária máxima de 1200mOsm/L, logo tem-se: (600mOsm/dia)/(1200mOsm/L)= 0,5L/dia Vítimas de naufrágio: água do mar [1200mOsm/L] logo, a cada litro ingerido perdem mais um para desintoxicarem = desidratação.

5 REABSORÇÃO Transportes ativos, passivos; Co-transportes, contra-transportes; Osmose; Transportes Transcelulares e paracelulares.

6

7

8 TÚBULO PROXIMAL

9

10 REABSORÇÃO E MECANISMO DE CONCENTRAÇÃO Passos para a excreção de uma urina concentrada: 1º Um nível alto de ADH; 1.1 Reabsorção de H 2 O pelo túbulo coletor cortical somente na presença de ADH. 1.2 Reabsorção de H 2 O pelo túbulo coletor medular na presença de ADH é favorecido pela hiperosmolaridade da medula renal.

11

12 REABSORÇÃO E MECANISMO DE CONCENTRAÇÃO 2º Uma alta osmolaridade do líquido intersticial medular renal; 2.1 Fluxo ativo de íons da alça de Henle e coletores para a medula; 2.2 Difusão de uréia dos coletores medulares para a medula; 2.3 Osmose.

13

14

15

16 CONTRIBUIÇÃO DA URÉIA A uréia contribui para um interstício medular hiperosmótico porque recircula do ducto coletor medular para a alça de Henle.

17

18 REABSORÇÃO E MECANISMO DE CONCENTRAÇÃO A causa mais importante da hiperosmolaridade medular é o co- transporte 1 sódio – 2 potássio – 2 cloreto através do epitélio do ramo ascendente da alça de Henle para o interstício medular. Camelos e camundongo saltitante do deserto possuem este trecho bem longo.

19 TROCA POR CONTRACORRENTE A troca por contra corrente nos Vasa Recta mantém a hiperosmolaridade da medula renal. Sem esse suprimento de vasos especiais, necessários para a nutrição das células medulares, os solutos bombeados na medula seriam rapidamente dissipados.

20

21

22

23

24

25

26

27

28 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA Guyton A. C, Hall J. E: Tratado de Fisiologia Médica. 11ºed – 2006.

29 FIM Rodirley Diniz


Carregar ppt "REABSORÇÃO RENAL E FORMAÇÃO DE URINA CONCENTRADA RODIRLEY DUARTE DINIZ."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google