A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BAIXO FORNO – FORNO ELÉTRICO DE REDUÇÃO (TYSLAND-HOLE) características o forno consiste numa câmara de fusão com três ou mais eletrodos passando através.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BAIXO FORNO – FORNO ELÉTRICO DE REDUÇÃO (TYSLAND-HOLE) características o forno consiste numa câmara de fusão com três ou mais eletrodos passando através."— Transcrição da apresentação:

1 BAIXO FORNO – FORNO ELÉTRICO DE REDUÇÃO (TYSLAND-HOLE) características o forno consiste numa câmara de fusão com três ou mais eletrodos passando através da abóboda, colocados, seja por linha ou em triângulo; perto da periferia da abóboda, estão os tubos de carregamento (geralmente seis), posicionados de cada lado dos eletrodos. eletrodos são de carbono amorfo ou auto aglomerantes; a massa dos eletrodos é geralmente constituída de 25% piche, 25% coque e 50% carvão

2 Secão através de um F.E. de redução

3 o consumo de eletrodo é da ordem de 20 a 30 kg/t. quando opera-se com carga de sinter e minério, respectivamente. refratário os fornos são revestidos com blocos de carbono até a linha de escória; entre a carcaça metálica e os blocos de carbono utiliza- se uma parede protetora de tijolos, sílico-aluminosos; a abobada do forno utiliza-se massa refrataria de modo a resistir ate 1200° C e são sustentados no seu interior por uma armação em anel, onde em seu interior circula água para refrigeração.

4 carcaça a tampa do forno possui as aberturas indispensáveis à passagem dos eletrodos, dos tubos de carregamento e de saída dos gases além de portas de visita (man holes) que servem para observar o seu interior. transformadores os transformadores são geralmente monofásicos e baixam a tensão da rede para 100 e 200 V, necessária para o funcionamento do forno;

5 a ligação dos transformadores aos eletrodos e feita de tubos e barras de cobre; as placas de contato com o eletrodo são de cobre e refrigeradas a água; a altura dos eletrodos em relação a carga é controlada automaticamente, sobem quando a corrente é muito forte e baixa quando é muita fraca.

6 Forno elétrico de redução

7 processo minério de ferro ou sinter, coque ou carvão vegetal e fundentes, são colocados em silos; em seguida são introduzidos no forno por meio de tubos de alimentação; As reações de redução do minério são as seguintes: 3Fe 2 O 3(s) + CO (g) 2Fe 3 O 4(s) + CO 2(g) Fe 3 O 4(s) + CO (g) 3FeO (s) + CO 2(g) FeO (s) + CO (g) Fe (s) + CO 2(g)

8 (ESCÓRIA) SiO 2(s) + 2FeO (s) 2FeO.SiO 2(l) 2MnO (s) + SiO 2(s) 2MnO.SiO 2(l) 2CaO (s) + SiO2 (s) 2CaO.SiO 2(l) (REGENERADORAS) CO 2(g) + C (s) 2CO (g) H 2 O (g) + C (s) CO (g) + H 2(g)

9 o gas produzido nas reações possui aproximadamente 70-85% CO e 10-20% H 2 ; Portanto, alto poder calorífico (2.500 Kcal/Nm3, e um volume de 600 a 650 Nm3/t. gusa. o forno Tysland- Hole produz normalmente 100 t de gusa por dia e o seu consumo de energia é em torno de kwh/t e coque 500 Kg/t.

10 BAIXO FORNO ESTRATÉGICO neste caso faz-se uma pré-redução do minério antes carrega-lo no forno elétrico. por exemplo, o sistema de pré-redução pode ser um forno rotativo ou pode-se utilizar também uma grelha de pelotização.

11 Representação esquemática do forno Strategic-Udy

12 Representação esquemática do processo Dwight Loyd Mc Wane.

13 uma fração importante do calor para o pré-aquecimento e pré-redução do minério no forno rotativo é fornecido pela combustão do CO, proveniente do forno elétrico; a mistura de minério de ferro fundentes e redutor sólido é carregado continuamente no forno rotativo; no forno rotativo o minério é aquecido e pré-reduzido e o fundente é calcinado; os materiais saem do forno rotativo nas temperaturas de °C; o carvão é adicionado em quantidades suficientes para realizar a redução no forno rotativo e elétrico; o carvão não utilizado no forno rotativo vai juntamente com o minério pré-reduzido e o fundente para o forno elétrico.

14 para economizar energia térmica e elétrica, o material quente, que sai do forno rotativo é carregado diretamente na zona de fusão do forno elétrico; esse tipo de carregamento pode-se utilizar finos sem interferência com a operação; o gás proveniente das reações no forno elétrico e queimado no forno rotativo fornecendo grande parte do calor necessário ao mesmo.

15 VANTAGENS DO BAIXO FORNO ESTRATÉGICO PROCESSO STRATEGIC-UDY não é necessário preparação mecânica alguma do minério pode-se utilizar fino abaixo de l0 mm; pode-se usar qualquer tipo de carvão (antracito, betuminoso, lignito) ou coque como redutor; o consumo de carvão é da ordem de 450 Kg/t. e a energia elétrica de 1100 kwh/t.


Carregar ppt "BAIXO FORNO – FORNO ELÉTRICO DE REDUÇÃO (TYSLAND-HOLE) características o forno consiste numa câmara de fusão com três ou mais eletrodos passando através."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google