A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Módulo 2 Reclassificação das Demonstrações Prof. MsC Wilter Furtado - 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Módulo 2 Reclassificação das Demonstrações Prof. MsC Wilter Furtado - 2012."— Transcrição da apresentação:

1 Módulo 2 Reclassificação das Demonstrações Prof. MsC Wilter Furtado

2 Definição Reclassificação é dar aos elementos das Demonstrações Financeiras, nova classificação estrutural para facilitar a leitura e a análise das informações Trata-se de retificar e simplificar as informações e os valores para dar segurança aos resultados das análises

3 Objetivos A Reclassificação das Demonstrações objetiva corrigir possíveis distorções nas informações contábeis sob a ótica de análise,provocadas,por exigências legais ou por procedimentos contábeis inadequados.

4 Fundamentos Uma reclassificação se fundamenta nos pressupostos de análise contábil pelos quais são importantes: 1.O significado dos elementos como causas ou efeitos de atos administrativos praticados pelo empresário; 2.As demonstrações são espelhos de situações atualizadas de todo histórico da empresa; 3.O regime adotado nas leituras é o de fluxo financeiro presente; 4.A leitura se funda na essência da natureza dos grupos, por excelência,com algumas exceções explicativas.

5 Objeto São objetos de reclassificação e de observações todas as demonstrações financeiras basicamente: 1.A Demonstração de Resultados; 2.O Balanço Patrimonial; 3.As notas explicativas, e; 4.As informações gerenciais necessárias à análise.

6 Padrão de critérios Padrão de critérios são as uniformidades adotadas pelo analista nos processos de reclassificação e de análise. É a fotografia do analista exposta em todos os seus trabalhos.

7 Disfunções comuns As disfunções comuns na leitura dos dados e das informações sob a ótica análise são: 1.Contas alocadas em grupos indevidos (passivos no ativo, etc) 2.Despesas classificadas como ativos ou receitas classificadas como passivos; 3.Despesas ou receitas classificadas como operacionais mas cuja natureza não é operacional; 4.Contas classificadas pelo prazo legal sem observância da natureza do negócio; 5.Base ou critérios de cálculos ou de informações engessada à disposições legais

8 Classificações em grupos indevidos 1.Duplicatas descontadas classificadas como redução das contas a receber 2.Leasing classificado no permanente; ou vice-versa 3.Consórcios classificados como despesas; 4.Ações de outras empresas classificadas como AC. 5.Provisão para devedores duvidosos reduzindo o ativo

9 Classificações de Despesas e Receitas nos grupos patrimoniais 1Despesas de exercício seguinte: (juros a vencer, seguros a vencer, gastos a apropriar, materiais a apropriar, etc); classificadas no ativo circulante 2.Adiantamentos; (salários, sócios, viagens, ou de outros gastos);também classificadas no AC ou RL 3.Antecipações de receitas: (resultado de exercícios futuros); 4.Intangível: (aplicações em pesquisas e em custos ou direitos (amortizáveis ou sujeitos à exaustão);

10 Classificações de eventos não operacionais em operacionais e vice versa 1Despesas classificadas como despesas operacionais (financeiras, adiantamentos de sócios,gastos pessoais dos sócios, gastos com veículos não utilizados nas operações, etc) 2.Receitas não operacionais classificadas como operacionais (fora da atividade principal)

11 Classificações errôneas de prazos 1Direitos de longo prazo classificados no curto prazo ou vice-versa 2.Obrigações de curto prazo classificadas no longo prazo ou vice-versa

12 Bases ou critérios de cálculos engessados 1Provisão devedores duvidosos calculada pelas taxas legais. 2.Critérios diferentes para a apuração de estoques 3.Depreciações calculadas por taxas legais

13 Importância dos critérios 1Ativos pela ordem crescente de suas realizações. 2.Passivos pela ordem decrescente de suas exigências


Carregar ppt "Módulo 2 Reclassificação das Demonstrações Prof. MsC Wilter Furtado - 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google