A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANIMAIS PSEUDOCELOMADOS Vertebrados e invertebrados mais complexos têm CELOMA verdadeiro ou uma cavidade peritonial - formado no mesoderma e revestido.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANIMAIS PSEUDOCELOMADOS Vertebrados e invertebrados mais complexos têm CELOMA verdadeiro ou uma cavidade peritonial - formado no mesoderma e revestido."— Transcrição da apresentação:

1 ANIMAIS PSEUDOCELOMADOS Vertebrados e invertebrados mais complexos têm CELOMA verdadeiro ou uma cavidade peritonial - formado no mesoderma e revestido por uma camada de epitélio mesodérmico o PERITÔNIO. Filo dos PSEUDOCELOMADOS tem uma pseudocele; PSEUDOCELE é derivada da blastocele embrionária ao invés de ser uma cavidade secundária dentro do mesoderma. Consiste de um espaço entre o intestino e a ectoderme da parede do corpo e não é revestida por peritônio.

2 FILOS QUE PERTENCEM AOS PSEUDOCELOMADOS: Filo Rotifera – microscópicos, vivem água doce, matinhos, epizóicas (vivem sobre corpo de outro animal) ou parasitas;

3 Filo Gastrotricha – microscópicos, vivem água doce ou marinhos;

4 Filo Kinorhyncha, Loricifera, Priapulida – microscópicos e marinhos;

5 Filo Nematomorpha – vida livre, adultos e parasitas de artrópodes quando jovens;

6 Filo Acanthocephala – parasitas do intestino de vertebrados;

7 Filo Entoprocta – animais sésseis, microscópicos, coloniais e marinhos;

8 FILO NEMATODA (Filo Nemata) Gr. nematos, filamentos; Pseudocelomados, protostômios, simetria bilateral, triblásticos; Aproximadamente espécies; Espécies de vida livre, saprófagos ou coprófagos (vivem matéria fecal); espécies predadoras (alimentam-se rotíferos, anelídeos e outros); espécies fitófagos (parasitas plantas) e:

9 PARASITAS VERTEBRADOS E INVERTEBRADOS: – Enterobius vermicularis; Ancylostoma duodenalis e Necator americanus;

10 – Trichuris trichiura; » » Wuchereria bancrofti (elefantíase);

11 Filo Nemata Classe Adenophorea – Órgãos sensoriais cefálicos – anfídios, sem cutícula, sistema excretor simples, sem túbulos coletores, maioria de vida livre. Classe Secernentea – Presença de anfídios e fasmídios, sistema excretor complexo, túbulos coletores desenvolvidos, maioria parasitas.

12 Espécies vida livre (microscópicas): Caenorhabditis elegans

13 MORFOLOGIA EXTERNA Vermes de corpo cilíndrico e alongado, não- segmentado, afilado nas extremidades;

14 Revestimento Coberto por cutícula secretado pela epiderme Cutícula textura variável lisa, coberta por cerdas ou protuberâncias, anelada ou sulcos longitudinais. Epiderme celular a sincicial espessa;

15 Camada espessa músculos longitudinais conectados com os cordões nervosos (ventral e dorsal) por extensões únicas chamadas PROCESSOS MIOPLASMÁTICOS. Blastoceloma preenchido por fluído não espaçoso; Locomoção – envolve contrações dos músculos longitudinais, produzem movimentos ondulatórios em forma de chicote;

16 ALIMENTAÇÃO E DIGESTÃO Hábitos alimentares diversos com variável característica anatômica da boca; Abas labiais, espinhos, dentes, mandíbulas, lâminas; Matéria orgânica decomposição, matéria fecal, carnívoros, fluído vegetais e corpóreo.

17 BOCA anterior cavidade bucal curta esôfago longo estomodeal revestido por cutícula subdividido em regiões muscular e glandular (enzimas) intestino reto proctodeal ânus subterminal na superfície ventral. Macho no reto se abre o sistema reprodutor cloaca.

18 CIRCULAÇÃO E TROCAS GASOSAS Circulação e troca gasosa realizada por difusão e movimentos dos fluídos do corpo; Parasitas possuem hemoglobina no fluído que transporta e armazena oxigênio; Podem ser aeróbicos e anaeróbicos;

19 EXCREÇÃO E OSMORREULAÇÃO Excretam (maioria) amônia grande parte pelo tubo digestório; Células renete glandulares (osmorregulatórias) se conectam diretamente a um poro excretor médio- ventral;

20 Modificações no sistema incluem vários arranjos de ductos coletores dentro do citoplasma de extensões das células renete; Túbulos em forma H ou Y (invertido). Balanço de água: auxiliado pelos órgãos, cutícula, epiderme e células renete.

21 SISTEMA NERVOSO E ÓRGÃOS DO SENTIDO Gânglio cerebral composto por um anel nervoso circum- esofágico e vários gânglios associados que contêm a maioria das células nervosas do corpo.

22 Nervos sensoriais e motores partem do anel nervoso; Cordões nervosos dorsal e ventral associados a gânglios.

23 ÓRGÃOS SENSORIAIS Papilas e cerdas – receptores táteis Anfídios órgãos pareados localizados lateralmente a cabeça - quimiossensorial; Fasmídios presentes parasitas – um par de glândulas localizadas posteriormente; Ocelos pigmentados anteriores vida-livre, água- doce ou marinhos.

24 REPRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO Dióica – dimorfismo sexual; Macho menor que a fêmea, extremidade posterior recurvada e espículas (cerdas) abertura do ânus. SISTEMA REPRODUTOR FEMININO Par de ovários alongados oviduto alarga útero convergem formar vagina curta conectada ao gonóporo abre-se superfície ventral do corpo.

25 SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO Um ou dois testículos tubulares ducto espermático se alarga com uma vesícula seminal ducto ejaculatório muscular se une a trato digestório. Aparato copulatório espículas cuticulares

26 Fertilização interna útero da fêmea postura dos ovos. – Desenvolvimento direto larvas são formas juvenis.


Carregar ppt "ANIMAIS PSEUDOCELOMADOS Vertebrados e invertebrados mais complexos têm CELOMA verdadeiro ou uma cavidade peritonial - formado no mesoderma e revestido."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google