A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ÁFRICA. Cataratas Vitória - localizam-se no rio Zambezi, na fronteira entre a Zâmbia (Parque Nacional Mosi-Oa-Tunya) e o Zimbábwe(Victoria Falls National.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ÁFRICA. Cataratas Vitória - localizam-se no rio Zambezi, na fronteira entre a Zâmbia (Parque Nacional Mosi-Oa-Tunya) e o Zimbábwe(Victoria Falls National."— Transcrição da apresentação:

1 ÁFRICA

2 Cataratas Vitória - localizam-se no rio Zambezi, na fronteira entre a Zâmbia (Parque Nacional Mosi-Oa-Tunya) e o Zimbábwe(Victoria Falls National Park).

3 DESERTO DO SAARA

4

5

6

7 Camps Bay é um dos destinos favoritos dos turistas da África do Sul. Fica no litoral da Cidade do Cabo,

8 Sun City é um luxuoso e extravagante resort situado no coração Bushveld sul-africano, província North- West, a 190 km de Johanesburgo e próximo ao Pilanesberg National Park.

9 Estádio Green Point na Cidade do Cabo

10 Kruger National Park

11 Kruger é o maior parque nacional da África do Sul, com 19 mil km², um santuário da vida selvagem africana e o mais visitado por turistas em busca de safári. Localiza-se nas províncias de Limpopo e Mpumalanga, ao norte da África do Sul

12

13

14 O Valley of Waves (vale das ondas). Uma piscina com ondas e areia, simulando uma praia. As ondas artificiais chegam a 1,8 metros de altura e é possível surfar (foto North West Parks and Tourism Board)

15

16

17

18

19

20

21

22 Acredita-se que os primeiros seres humanos modernos ( que teriam surgido entre 210 e 150 mil anos atrás) viveram na região que se situa na fronteira entre Angola e Namíbia. Há 50 mil anos, o homem teria deixado a África, cruzando o mar Mediterrâneo em direção à Ásia, e, dali, partindo para outras partes do mundo

23 A África tem um total de 54 países, e algumas ilhas Tem cerca de 30,1 milhões de quilômetros quadrados de extensão O continente africano tem 1 bilhão de habitantes em 2011 e a maior taxa de crescimento demográfico continental: 2,3% ao ano, no período entre 2005 e 2010

24 O grande problema africano é a pesada herança colonial. O subdesenvolvimento atual desse continente, os conflitos entre seus povos e as enormes desigualdades sociais internas só podem ser entendidos pelas grandes modificações aí introduzidas pelos colonizadores. A dominação européia na África teve início no século XV como conseqüência da expansão marítimo- comercial O continente já era conhecido da Europa ( o Velho Mundo). Mas foi a partir do século XV que os europeus foram dominando a África e se apropriando de seus territórios. O Velho Mundo

25

26 Depois, com a colonização do continente americano, levaram os africanos para o Novo Mundo na condição de escravos. Estima-se que quase 12,5 milhões de africanos tenham desembarcado à força nas Américas Só no Brasil, o número de escravos ficou em torno de 4 a 5 milhões A partir dessa época, desenvolveram extraordinariamente o comércio de escravos, atividade que já existia na África. A origem desse comércio está na própria estrutura social predominante na África, onde eram constantes as rivalidades e disputas entre os diferentes grupos étnicos

27 Os europeus forneciam bens manufaturados e especiarias vindas da Índia, como pimenta-do-reino, noz-moscada, canela, cravo, etc., e recebiam de volta escravos e produtos como o marfim, peles, madeiras nobres, etc. Esse tipo de comércio (escambo) era realizado com diversos grupos sociais africanos

28 A Europa começou a colonizar a África em meados do século XIX As nações européias importantes tomaram posse das terras africanas em vez de somente comercializar Dividiram entre si esse continente, uma verdadeira partilha – Conferência de Berlim Tudo isso ocorreu sem que fossem levados em consideração os interesses africanos Por exemplo, uma área pertencente à Bélgica poderia passar a pertencer ao Reino Unido ou à Alemanha simplesmente porque os belgas haviam se enfraquecido militarmente Os africanos tinham apenas que se adaptar aos novos colonizadores

29 Essa nova etapa da expansão européia com a partilha e colonização da África ( e também da Ásia, como veremos) marcou a economia mundial de meados do século XIX Ela foi diferente do colonialismo do século XVI, e costuma ser denominada imperialismo, ou neocolonialismo

30

31 Com as duas guerras mundiais – e , ocorreu o enfraquecimento das potências européias. Assim, os movimentos por independência das colônias ganharam força Com isso, a partir do fim da Segunda Guerra, a África e a Ásia passaram por um processo de descolonização Em duas ou três décadas, a maioria das colônias adquiriu sua independência. Em alguns lugares, como na Argélia, houve guerras sangrentas para a conquista da independência política; já outros, esse processo foi pacífico. Houve casos em que os africanos foram enganados. Por exemplo na África do Sul – O Aparthaid

32 Os colonizadores europeus impuseram aos africanos um modelo de economia e de sociedade típico dos povos europeus, destruindo a organização social original desses povos. Uma das conseqüências da dominação colonial é a economia dependente, subordinada ao mercado internacional capitalista Antes, a economia desses povos era autosuficiente Os colonizadores destruíram essas economias e no seu lugar implantaram uma economia comercial, voltada para o mercado externo, para atender as necessidades dos países desenvolvidos

33 PLANTATIONS – Grandes plantações em que se cultivava um único gênero agrícola voltadas para o fornecimento de produtos tropicais ao mercado internacional e baseavam- se em mão-de-obra mal remunerada. SISTEMA DE TRANSPORTES – rede de transportes voltada para ligar a África ao mercado internacional.

34 FRONTEIRAS ARBITRÁRIAS – Com a colonização e, posteriormente a descolonização, um dos grandes problemas vividos pelos africanos foi o da formação dos países independentes. Antes da colonização não existiam Estados-Nações na África, e sim, povos diversificados, constituídos por diferentes grupos étnicos, cada um vivendo num território sem fronteiras definidas ou migrando de uma terra para outra Nenhum deles constituía um país

35 A colonização européia não respeitou as diferenças e particularidades desses povos. Uniram pela força povos diferenciados e desuniram outros Famílias que pertenciam a um mesmo grupo acabaram sendo separadas pelas fronteiras coloniais Pais e mães foram separados dos filhos, e parentes não podiam mais se visitar Além disso, povos que tradicionalmente eram inimigos, com idiomas e costumes diferentes, foram obrigados a conviver no interior das mesmas fronteiras e subordinados à um único governo, que também não tinham escolhido. O único elemento que unia essas colônias era a cultura européia: a língua do colonizador, as instituições estatais, escolas, forças armadas, etc.

36 País mais populoso da áfrica, adquiriu sua independência em Apesar de serem falados cerca de 250 dialetos no país e milhões de pessoas nem conhecerem o inglês, está foi a língua imposta pelos colonizadores, como idioma oficial. Por causa dessa imposição à força, a Nigéria enfrentou uma guerra - Guerra de Biafra – entre 1967 e Essa guerra em que morreram milhares de pessoas teve como causa a tentativa frustrada de separação do povo ibo, que pretendia criar a Republica de Biafra, ao leste da Nigéria

37 Nascido da divisão do Sudão, após décadas de guerra civil, o Sudão do Sul é o mais novo país do mundo, o 54º da África Guerras - A independência da nova nação é bastante simbólica, visto o histórico de conflitos entre Sudão do Norte e do Sul, que já se enfrentaram em duas guerras civis. A primeira começou em 1955 e durou até 1972, movida pela revolta do sul, de maioria cristã, contra a imposição de uma identidade islâmica ao país e só chegou ao fim quando o norte concordou em dar uma medida de autonomia ao sul. A segunda começou em 1983 e durou 22 anos, devido à suspensão da autonomia do sul. Pelo menos 1,5 milhão de pessoas morreram e mais de quatro milhões foram deslocadas no conflito, que só terminou após um acordo de paz firmado em 2005 pelo chefe dos rebeldes do sul, John Garang - alguns meses antes de sua morte num acidente de helicóptero - e o então presidente do Sudão, Ali Osman Taha. O acordo histórico garantiu certa autonomia ao sul e a realização de um referendo para decidir sobre a independência da região. O pleito foi realizado em janeiro de 2011 e 99% dos sudaneses do sul votaram pela separação do Sudão.

38 ÁFRICA – mapa atualizado

39 A África é o mais tropical dos continentes As terras africanas são normalmente quentes As formas de relevo que predominam são os planaltos – com altitudes médias de 700 metros As planícies, em geral, são litorânea ou fluviais (em torno dos rios) RELEVO

40 Formada por uma quantidade pequena de rios e lagos O rio africano mais importante é o Nilo – segundo maior do mundo em extensão Depois vem o rio Congo – segundo maior do mundo em volume de água Outro rio de destaque é o Níger

41 Na África encontramos diversos tipos de vegetação, adaptadas às variações climáticas: a floresta do Congo As raras plantas desérticas, as estepes e a vegetação mediterrânea Mas o tipo de vegetação – e de paisagem natural – mais característico desse continente são as savanas

42

43 Semelhantes ao Cerrado brasileiro, as savanas são uma vegetação de clima tropical Se caracterizam por apresentar uma mistura de plantas herbáceas com arbóreas e ocupam cerca de metade do continente Uma rica fauna composta de leões, elefantes, girafas, zebras, rinocerontes, etc.

44 Há dois imensos desertos nesse continente SAARA Kalahari

45 De maneira geral a África setentrional ou África do Norte, é constituída por povos que praticam a religião islâmica e em sua maioria, falam o idioma árabe A África Subsaariana ao contrário, possui extraordinária diversidade de povos, idiomas e religiões

46 ÁFRICA: CONJUNTOS REGIONAIS

47

48 Área: km2. Capitais: Cidade do Cabo (legislativa), Pretória (administrativa), Bloemfontein (judiciária). População:50,5 milhões (2011) Idiomas: africâner, inglês, sepédi, sessoto, setsuana (oficiais, entre outros) Moeda: rand Política:República presidencialista Presidente:Jacob Zuma PIB:US$ 363,7 bilhões (2010). Renda per capita: US$ IDH:110° (0,619) Jacob Zuma


Carregar ppt "ÁFRICA. Cataratas Vitória - localizam-se no rio Zambezi, na fronteira entre a Zâmbia (Parque Nacional Mosi-Oa-Tunya) e o Zimbábwe(Victoria Falls National."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google