A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Secretaria Estadual de Saúde Superitendência de Vigilância em Saúde Gerência de Imunização e Rede de Frio Coordenação de Normatização MONITORAMENTO RÁPIDO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Secretaria Estadual de Saúde Superitendência de Vigilância em Saúde Gerência de Imunização e Rede de Frio Coordenação de Normatização MONITORAMENTO RÁPIDO."— Transcrição da apresentação:

1 Secretaria Estadual de Saúde Superitendência de Vigilância em Saúde Gerência de Imunização e Rede de Frio Coordenação de Normatização MONITORAMENTO RÁPIDO DE COBERTURA (MRC) PÓS CAMPANHA DE MULTIVACINAÇÃO – 2013 Ludmila B. Mochizuki dos Reis Coordenação de Normatização/GIRF/SUVISA/SES Goiânia 2013

2 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC É uma atividade recomendada pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) para supervisão das ações de vacinação. É um método útil para avaliação da situação vacinal local e seus resultados devem ser utilizados para definir ou redefinir ações de vacinação, melhorar as coberturas vacinais e a homogeneidade de coberturas. Em geral o MRC sucede a uma ação de intensificação vacinal. A utilização desse método, como nos demais, deve ser uma ação de responsabilidade compartilhada intergestores tendo como parâmetros as metas pré- estabelecidas de coberturas vacinais para cada tipo de vacina nos respectivos grupos alvos da vacinação.

3 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Justificativa: As vacinas avaliadas no MRC serão: Pneumocócica 10 valente e Meningocócica C conjugada; População alvo: Crianças de idade seis meses a menores de cinco anos. Permitirá estabelecer uma relação entre o início do esquema vacinal e a idade da criança; Conhecer a proporção de crianças vacinadas tardiamente com esquema adequado para a idade. OBS: Ressalta-se que em virtude de haver disponibilidade da vacina Pneumo 13 no serviço privado, e eventualmente em alguns municípios, e a vacina Pneumo 7 anteriormente disponível no CRIE até 2010, existe a possibilidade de encontrar crianças na idade elegível para o MRC vacinadas com estas vacinas, portanto, deverão ser consideradas na avaliação da situação vacinal para avaliação de coberturas para estas vacinas.

4 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Objetivos: Geral: Avaliar as coberturas vacinais das vacinas Pneumocócica e Meningocócica C conjugada em crianças de seis meses a quatro anos onze meses e vinte nove dias (6m < 5 anos) Específicos: - Conhecer o total e percentual de crianças entre seis e menores de cinco anos de idade vacinadas com as vacinas Pneumocócica e Meningo C em diferentes níveis de agregação da informação (municípios, unidades federadas e no país); - Identificar e vacinar não vacinados com estas vacinas, iniciando, completando esquema vacinal com o intuito de melhorar a cobertura vacinal e a homogeneidade de coberturas para estas vacinas e aumentar a imunidade da população, visando reduzir a incidência de infecções preveníveis por estas vacinas.

5 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Esquema vacinal adequado e oportuno para objeto do MRC Vacina Pneumocócica (7,10 ou 13 valente): - Esquema vacinal oportuno: 1ª dose (D1) realizada em criança até 6 meses e a 3ª dose (D3) antes da criança completar 1 ano de idade e uma dose de reforço é realizada na criança preferencialmente entre 12 e 15 meses. - Esquema vacinal adequado: Início do esquema de vacinação depois dos 6 meses de idade * Esquema vacinal iniciado em criança a partir de 7 até 9 meses de idade; * Esquema vacinal iniciado em criança a partir de 10 até 11 meses de idade; * Esquema vacinal iniciado em criança a partir de 12 meses a menor de 2 anos de idade

6 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Esquema vacinal adequado e oportuno para objeto do MRC Vacina Meningocócica C conjugada: - Esquema vacinal oportuno: 1ª dose (D1) realizada em criança até 9 meses e a 2ª dose (D2) antes da criança completar 1 anos de idade e uma dose de reforço realizada preferencialmente entre 12 e 15 meses. - Esquema vacinal adequado: Início do esquema de vacinação depois dos 9 meses de idade: * Esquema vacinal iniciado em criança a partir de 10 até 11 meses de idade; * Esquema vacinal iniciado em criança a partir de 12 meses a menor de 2 anos de idade. A coleta dos dados responderá o percentual de crianças com o esquema oportuno e adequado.

7 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Metodologia: Deve ser iniciado a partir da finalização da campanha de multivacinação para crianças entre 6 meses e 5 anos; O âmbito geográfico para estimar a cobertura vacinal é o município; O número de MRC em cada município depende do tamanho da população-alvo da multivacinação e o número de salas de vacinas do município; O âmbito para a coleta de dados é o domicílio elegível (aqueles com crianças de 6 meses < 5 anos) localizados em setores selecionados por sorteio

8 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Critérios de inclusão: Domicílio elegível: aquele que tem crianças residentes na faixa etária do MRC (6 m < 5 anos); Criança elegível (alvo da avaliação): aquelas residentes no domicílio elegível que estejam na faixa etária entre seis meses e menor de 5 anos. A criança pode estar presente ou ausente. Critérios de exclusão: Domicílio que não tem criança na faixa etária elegível; Crianças residentes fora da faixa etária estabelecida; Crianças que mesmo na faixa etária elegível que não são residentes OBS: Se for informada a existência de criança residente que esteja sem comprovante de vacinação no momento da visita para comprovar o estado vacinal, é recomendável retornar em outra oportunidade no domicílio na perspectiva de encontrar essa criança e avaliar o seu estado vacinal.

9 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Definição do número de entrevistas para o MRC

10 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Número de entrevistas estabelecidas para o MRC Para saber quantas entrevistas o município realizaria foram estabelecidos os seguintes critérios: 1º Passo: Dividir a população alvo da campanha pelo número de salas de vacina do município; Ex: / 6 = 275 ** 2º Passo: O resultado obtido desta divisão seria comparado com os parâmetros predefinidos: < ** Entre e Entre a < de a º Passo: Identificando o número de entrevistas por salas de vacinas: Multiplicar o número de salas de vacinas pela variável pré-definida:

11 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Para encontrar os 2% da população alvo a ser entrevistada deve ser realizada a seguinte operação: multiplicar a população alvo por 2 e dividir por cem. Em seguida para definir o número de MRC a ser realizado nesse município deve-se dividir a população alvo pelo total de entrevistas que seriam feitas em cada MRC se fosse adotado o critério população alvo por sala de vacina (25 ou 50 ou 75 ou 100 pessoas) Por exemplo: considerando um município que tem crianças < 5 anos de idade ( 50 Mil) e 168 salas de vacinas, aplicando-se a operação acima indicada tem-se o seguinte: X 2/100 = Neste município devem ser entrevistadas no mínimo crianças. Para saber quantos MRC deveriam ser realizados neste município divide- se população alvo pelo total de salas de vacinas: /168 = 617,2. Ou seja, um valor inferior a Pelo critério definido aplica-se 25 entrevistas em cada MRC Neste caso, para chegar ao total de MRC divide-se a população a ser entrevistada pelo número de entrevistas em cada MRC, ou seja: 2.074/25=83 MRC.

12 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Organização e programação do trabalho de campo Definir o melhor dia para realizar a coleta dos dados considerando os horários em que é mais provável encontrar o público alvo e seus responsáveis em casa; A coleta e tabulação dos dados de cada área onde se iniciou o monitoramento devem ser realizadas em um dia. Definir os recursos necessários para o MRC: transporte, vacina, seringas e agulhas, planilhas do MRC para registro (formulário MRC e boletim diário APIWEB ou registro de vacinado do SIPNI); Designar um supervisor das equipes de monitoramento; Formar as equipes com no mínimo 2 pessoas: entrevistador e vacinador; Solicitar apoio de agentes comunitários e outras lideranças que conheçam a localidade;

13 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Organização e programação do trabalho de campo Padronizar as equipes na metodologia de entrevista, registro e tabulação de dados; Digitar os dados coletados no site do MRC (pni.datasus.gov.br > SERVIÇOS. Enviar dados de MRC); O entrevistador, preferencialmente deve ser externo ao estabelecimento responsável pela área, para que o monitoramento seja o mais imparcial e objetivo possível. - As crianças não vacinadas para qualquer vacina objeto do MRC devem ser vacinadas com a com a dose segundo o esquema recomendado; - As doses administradas devem ser registradas no site do MRC em local específico e nos boletins diários de doses aplicadas do APIWEB ou no SIPNI onde este sistema já foi implantado; - Ter o cuidado de fazer o registro correto da dose da vacina administrada durante o MRC nos campos de registros conforme seja a dose do esquema 1ª (D1); 2ª (D2); 3ª (D3), Reforço (REF).

14 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Procedimentos seleção da criança entrevistada Selecionar aleatoriamente um bloco/quadra/quarteirão do setor sorteado para iniciar a coleta dos dados; Se o setor é muito grande, dividir novamente em setores para selecionar o bloco/quadra/quarteirão que iniciará o MRC; Visitar o número necessário de casas até completar o número de crianças entrevistadas. Nenhum MRC deve ter menos de 25 crianças entrevistadas; Seguir a rota em sentido horário até completar o número de crianças que precisam ser entrevistadas.

15 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Entrevista ANOTAR A DATA DE REALIZAÇÃO DO MRC, e outros dados de identificação para facilitar a digitação PASSO 1

16 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Entrevista PASSO 2 SIM Solicitar algum documento* e anotar a DATA DE NASCIMENTO de todas as crianças residentes Ir para outro domicílio NÃO EXISTEM CRIANÇAS RESIDENTES ENTRE 6 MESES E 5 ANOS? SIM Solicitar algum documento* e anotar a DATA DE NASCIMENTO de todas as crianças residentes Os registro de indivíduos deve ser segundo domicílio. Se a quantidade de residentes for maior que 5, passar para a linha posterior atentando para a digitação no site! O formulário só tem domicílio 1,2,3 mas devem ser visitados tantos domicílios quantos necessário para completar o número de crianças. Pode-se imprimir vários formulários e alterar o número do domicílio. Ir para outro domicílio NÃO

17 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Entrevista PASSO 3 NÃO Marcar X, no NÃO A CRIANÇA POSSUI COMPROVANTE DE VACINAÇÃO* CONTRA PNEUMO (7,10 OU 13) E MENINGO C? SIM Marcar X, no SIM Copiar as datas da aplicação das vacinas PNEUMO (7,10 ou 13) e MENINGO C, de acordo com a dose (D1, D2, D3, DU, REF) NÃO Marcar X, no NÃO Deixar em branco as datas de aplicação da vacina *Os cartões de vacinação podem ter registro destas vacinas nas mais diversas formas e locais. Atentar para localização deste registro!

18 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Entrevista PASSO 4 Marcar com X o motivo da criança não estar vacinada, para a criança que não tem nenhuma dose, ou está com esquema atrasado, ou incompleto para uma ou para as duas vacinas. Perguntar ao entrevistado o porquê, sem apontar os motivos, esperando do entrevistado a resposta, interpretar-lá e marcar a mais adequada Marcar com X o motivo da criança não estar vacinada, para a criança que não tem nenhuma dose, ou está com esquema atrasado, ou incompleto para uma ou para as duas vacinas. Perguntar ao entrevistado o porquê, sem apontar os motivos, esperando do entrevistado a resposta, interpretar-lá e marcar a mais adequada

19 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Entrevista PASSO 5 Verificar a necessidade de receber alguma dose de vacina Verificar a situação vacinal e completar ou iniciar o esquema vacinal de PNEUMO 10 ou MENINGO C ou AMBAS Os quadros auxiliam a tomada de decisão: 1 – Verificar a idade da criança, no momento do MRC 2 – Contar quantas doses de cada vacina a criança possui 3 – Executar a ação prevista

20 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Orientação para a vacinação das crianças conforme a situação vacinal encontrada para a vacina Pneumocócica 10 valente (conjugada)

21 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Orientação para a vacinação das crianças conforme a situação vacinal encontrada para a vacina Pneumocócica 10 valente (conjugada) Exemplos: 7 a 9 meses com nenhuma dose: 3 doses com intervalo mínimo de 30 dias e o Reforço aos 12 e 15 meses; 10 a 11 meses com nenhuma dose: 2 doses com intervalo mínimo de 30 dias e o Reforço 13 a 15 meses; 11 a 12 meses com nenhuma dose: 1 dose e o Reforço 13 a 15 meses. 12 a 23 meses sem nenhuma dose ou com esquema incompleto – dose única

22 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Orientação para a vacinação das crianças conforme a situação vacinal encontrada para a vacina Meningocócica C (conjugada)

23 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Entrevista PASSO 6 Registrar a dose aplicada na planilha, segundo a vacina e a dose do esquema (D1, D2, D3, DU, REF) Transcrever as doses aplicadas para o boletim diário do APIWEB e digitá- los; Importante! Registrar as doses aplicadas durante o MRC também na rotina de vacinação (APIWEB), pois as doses registradas no MRC não serão exportadas automaticamente

24 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Digitação PASSO 7 Consistirá na transcrição do formulário utilizado para a página do pni.datasus.gov.br > Serviços > Enviar dados de Monitoramento Rápido Entrar com a senha do município, selecionar o estabelecimento de saúde onde foi realizado o MRC Copiar os dados do formulário no site, atentando para o domicílio a que pertencem as crianças Após a digitação das datas, o site calculará se aquela criança tem esquema adequado e oportuna. Ao final da digitação, o site calculará a cobertura vacinal daquela localidade, considerando a quantidade de crianças entrevistadas, o percentual com esquema adequado, e o percentual com esquema oportuno

25 Planilha de registro - site

26 Planilha de registro - APIWEB

27

28 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Informe dos resultados – Roteiro para orientar a análise da multivacinação e MRC: 1- Durante a semana da campanha de multivacinação foram identificadas muitas crianças ainda sem vacinação? 2- Qual tem sido o comportamento nos últimos cinco anos das coberturas de vacinação do programa de rotina? 3- Observaram-se demandas diferentes por alguma faixa de idade e tipo de vacinas? Foram condizentes com as coberturas vacinais para os últimos cinco anos? 4- Quantos MRC foram realizados e o percentual da população entrevistada? Qual a cobertura alcançada no MRC? Existem diferenças de coberturas entre as áreas monitoradas? 5- Existe informação que indica que a estimativa populacional do IBGE e o registro do SINASC do seu município são diferentes (superiores ou inferiores)? 6- Existem condições socioeconômicas, demográficas ou de acesso aos serviços de saúde que sugerem que o seu município registrou como próprias as pessoas vacinadas que residem em outros municípios? 7- Existem condições socioeconômicas, demográficas ou de acesso aos serviços de saúde que sugerem que as pessoas que residem no seu município foram registradas como residentes de outros municípios?

29 Monitoramento Rápido de Coberturas - MRC Referências BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Protocolo de Monitoramento Rápido de Cobertura pós campanha da multivacinação, para as vacinas Penumecocos e Meningococo C conjugada em crianças de idade seis meses a menores de cinco anos de idade. Organizado pelo Programa Nacional de Imunizações – Brasília: Ministério da Saúde, 2013.

30 OBRIGADA! Gerência de Imunização e Rede de Frio – GIRF Telefones: (62) /4543


Carregar ppt "Secretaria Estadual de Saúde Superitendência de Vigilância em Saúde Gerência de Imunização e Rede de Frio Coordenação de Normatização MONITORAMENTO RÁPIDO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google