A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1º Encontro Marcilene & Nalva. Considerações Pertinentes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1º Encontro Marcilene & Nalva. Considerações Pertinentes."— Transcrição da apresentação:

1 1º Encontro Marcilene & Nalva

2 Considerações Pertinentes

3 - *Objetivos do Curso; - Conteúdo; - *Divisão de Aulas; - *Datas dos Encontros; - A Apostila: entrega e contribuição.

4 Dos Objetivos: Conscientizar para a importância da Evangelização à luz da Doutrina Espírita. Preparar evangelizadores cônscios de suas responsabilidades. Qualificar os Evangelizadores, despertando neles, a dedicação, disciplina, boa vontade e empenho, tão necessários ao cumprimento da tarefa.

5 Sábado: 22/11/2008 1ª Parte – Marcilene e Nalva Apresentação /O Centro Espírita: Uma Escola/ Por que Evangelizar? 2ª Parte – Geni e Sérgio Quem Evangelizar? O que Evangelizar? Quem Evangeliza?

6 Sábado: 29/11/2008 3ª Parte – Maria Juliana e Paulo Rocha Como Evangelizar? Metodologia / Metodologia de Jesus. 4ª Parte – Janaína e Elza Como Evangelizar? / Planejamento/ Elaborando Planos de Aula. Sábado: 06/12/2008 Simulado com aulas práticas.

7 Após o curso: A casa está obrigada? Eu estou obrigado?

8 O Evangelho Segundo o Espiritismo Capítulo XX – Erasto

9 É chegada a hora em que deveis sacrificar os vossos hábitos, os vossos trabalhos, as vossas futilidades, à sua propagação. Ide e pregai: os Espíritos elevados estão convosco. Falareis, certamente, a pessoas que não quererão escutar a palavra de Deus, porque essa palavra os convida incessantemente ao sacrifício.

10 Sim, vós todos, homens de boa-fé, que tendes consciência de vossa inferioridade, ao contemplar no infinito os mundos espaciais, parti em cruzada contra a injustiça e a iniqüidade. Ide e aniquilai o culto do bezerro de ouro, que dia a dia mais se expande. Ide, que Deus vos conduz! Homens simples e ignorantes, vossas línguas se soltarão, e falareis como nenhum orador sabe falar. Ide e pregai, que as populações atentas receberão com alegria as vossas palavras de consolação, de fraternidade, de esperança e de paz.

11 Ide, homens que sois grandes perante Deus, e que, mais felizes do que Tomé, credes sem querer ver e aceitais os fatos da mediunidade, mesmo quando nada conseguiste obter por vós mesmos. Ide: o Espírito de Deus vos guia.

12 Ide e agradecei a Deus a gloriosa tarefa que novos concedeu. Mas, cuidado, que entre os chamados para o Espiritismo, muitos se transviaram, como reconhecer os que se acham no bom caminho?

13 Responderemos: Podeis reconhecê-los pelo ensino e a prática dos verdadeiros princípios da caridade; pela consolação que distribuírem aos aflitos; pelo amor que dedicarem ao próximo; pela sua abnegação e o seu altruísmo. Podeis reconhecê-los, finalmente, pela vitória dos seus princípios, porque Deus quer que a Sua lei triunfe, e os que a seguem são os escolhidos, que vencerão.

14 O que é o Centro Espírita?

15 "O Centro Espírita é uma escola onde podemos aprender a ensinar, plantar o bem e recolher-lhe as graças, aprimorarmo-nos e aperfeiçoar os outros, na senda eterna" Emmanuel

16 O Centro Espírita é uma escola

17 onde podemos aprender a ensinar

18 " (aprender) a plantar o bem"

19 "(aprender) a recolher as graças (do bem praticado)"

20 "(aprender) a aperfeiçoar os outros"

21 "(aprender) a aprimoramo-nos"

22 "(aprimorarmo-nos e) aperfeiçoar os outros na senda eterna"

23 Finalidade do Centro Espírita: Divulgar o Evangelho interpretando os fatos à luz da Doutrina Espírita, despertando no Homem o desejo de renovar–se. ("Artigo: O Centro Espírita - Jornal O Mundo Espírita, Jan/93 pág. 5 Prof. Ney Lobo "O Centro Espírita - Prof. Herculano Pires)

24 Uma das primeiras necessidades que temos, numa Casa Espírita, é a de entender por que a preocupação de termos Cursos Doutrinários como atividades permanentes.

25 Segundo Jesus Voltou Jesus a ensinar à beira- mar, e reuniu-se numerosa multidão a ele, de modo que entrou num barco, onde se assentou afastando-se da praia. E todo o povo estava à beira-mar, na praia. Assim lhes ensinava muitas cousas por parábolas, no decorrer do seu doutrinamento. Segundo Kardec Dissemos que o Espiritismo é toda uma ciência, toda uma filosofia. Quem, pois seriamente queira conhecê-lo deve, como primeira condição dispor-se a um estudo sério e persuadir-se de que ele não pode, como nenhuma outra ciência, ser aprendido a brincar. (O Livro dos Médiuns – Capítulo III – 1ª parte) Segundo considerações dos Espíritos Em qualquer setor de trabalho a ausência de estudo significa estagnação. Esse ou aquele cooperador que desistem de aprender incorporando novos conhecimentos, condenam-se totalmente, às atividades de subnível. (Nos domínios da mediunidade – André Luiz)

26

27 Evangelizar necessário é a luz do amor no íntimoé preciso vibrar e sentir com o Cristo o sincero evangelizador será sempre o reservatório da verdade, habilitado a servir às necessidades de outrem, sem privar-se da fortuna espiritual de si mesmo. Doutrinar basta o conhecimento intelectual dos postulados do Espiritismo bastarão a leitura e o conhecimento o doutrinador muitas vezes não é senão o canal dos ensinamentos

28

29 INSTRUÇÃO relaciona-se com o INTELECTO é ilustrar a mente com certa soma de conhecimentos sobre um ou vários ramos científicos EDUCAÇÃO relaciona-se com o CARÁTER é desenvolver os poderes do espírito, não só na aquisição do saber, como especialmente na formação e consolidação do caráter

30 É preciso não confundir instrução com educação. A educação abrange a instrução, mas pode haver instrução desacompanhada de educação. É pela educação, mais do que pela instrução, que se transformará a Humanidade." A educação, se bem entendida, é a chave do progresso moral."


Carregar ppt "1º Encontro Marcilene & Nalva. Considerações Pertinentes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google