A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ALCOOLISMO E ESPIRITISMO Valença, 22 de agosto de 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ALCOOLISMO E ESPIRITISMO Valença, 22 de agosto de 2010."— Transcrição da apresentação:

1

2 ALCOOLISMO E ESPIRITISMO Valença, 22 de agosto de 2010.

3 O que é o álcool? É uma substância química, obtida a partir da fermentação e destilação da cana de açúcar, que pode ser utilizado como combustível (na forma de etanol), bebida ou mesmo como ingrediente de seus congêneres; O álcool é uma droga legalizada que afeta diversos sistemas orgânicos, ocasionando doenças como cirrose hepática, má circulação, doenças cardíacas, alterações da pressão sanguínea, doenças mentais como esquizofrenia, etc.

4 O álcool é uma substância tóxica ao organismo, atuando no encéfalo, mais acentuadamente no cerebelo, que é responsável pela nossa coordenação motora e nosso equilíbrio; O consumo constante de álcool pode ocasionar morte de células neuronais, ocasionando prejuízos nas funções cerebrais.

5 O que é o alcoolismo?

6 Responsável por 10% de todas as mortes no Brasil, o alcoolismo é uma doença crônica que, além de causar sérios problemas de saúde e enormes prejuízos financeiros decorrentes de acidentes e faltas ao trabalho, traz gravíssimas consequências ao relacionamento social e familiar.

7 O combate a este mal esbarra na insistente negação da doença por parte de seu portador. O primeiro passo para solucionar o problema normalmente se dá quando o paciente reconhece a incapacidade de se tratar sem receber ajuda externa.

8 O apoio de uma crença religiosa tem se mostrado, frequentemente, valioso aliado no tratamento do alcoolismo. Livro: A ferro e flores Autora: Lígia Barbiere

9 O alcoolismo é uma DOENÇA crônica, considerada como tal pela OMS (Organização Mundial de Saúde); Possui um CID (Código Internacional de Doenças) É caracterizada por uma dependência Bio-psico-socio-espiritual.

10 Quais as causas do Alcoolismo?

11 O alcoolismo é uma doença que possui quatro fatores que devem ser analisados: Fatores Biológicos; Fatores Psíquicos; Fatores Sociais; Fatores Espirituais. O último fator é uma contribuição espírita.

12 Fatores Biológicos: O organismo humano não utiliza o álcool em nenhuma de suas funções, sendo descartado por ser substância tóxica; Não existem níveis seguros de consumo de álcool, podendo a ingestão de quantidades mínimas gerar uma parada cardio-respiratória.

13 O uso de substâncias alcoólicas pode gerar um quadro de dependência química que poderá ser transmitida geneticamente (mutações genéticas); Em caso de possuir genes com probabilidades de desenvolvimento de dependência química, o uso do álcool poderá despertar a doença.

14 Fatores Psíquicos: Baixa auto-estima; Depressão; O alcoolismo é um efeito, tendo por causa um problema de fundo emocional;

15 Conflitos familiares durante a formação do indivíduo na fase infantil poderão originar uma fuga psicológica para o alcoolismo; O álcool é um anestésico ético-moral, por ser desinibidor; Evite a primeira discussão. Fere o ausente quem discute com o homem embriagado. O consumo de álcool pode gerar uma dependência psíquica.

16 Fatores Sociais: A pressão dos grupos sociais (amigos), poderá exercer influência no consumo constante de álcool, gerando uma dependência psíquica ou química; Por ser uma droga lícita o álcool é difundido pela mídia como propiciador de felicidades, conquistas, estilo de vida e, até mesmo, substância terapêutica

17 Fatores Espirituais: Em todos os casos de alcoolismo há o componente espiritual, sendo o espírito imortal o viciado de agora ou de outrora e, talvez ainda, do futuro; O alcoolismo estará sempre atrelado ao componente obsessivo, podendo este ser a causa ou a conseqüência do mesmo; O alcoólico poderá ser vampirizado por alcoólicos do mundo espiritual;

18 A família do alcoólico estará sempre envolvida com seu drama reencarnatório, tendo que conviver com ele por missão ou expiação; Amigos e companheiros de copo são, em diversas vezes, comparsas de outras existências que agora se juntam novamente para reviverem o vício; Em diversos casos, o alcoólico é uma alma nobre reencarnada para vencer um grande mal que ainda o impede de vôos mais altos.

19 Como saber identificar o alcoolismo? É possível perceber se temos o vício do álcool ou não, através de alguns indícios: 1º - Qual é o espaço que o álcool ocupa em minha vida? 2º - Com que frequência utilizo o álcool? 3º - Eu aceito os convites para festas ou eventos em que não haverá bebidas alcoólicas? Estando nestas festas ou eventos, eu me divirto tanto quanto se estivesse usando álcool?

20 4º - Eu bebo quando estou triste para poder esquecer o que me aborreceu? 5º - Eu sou capaz de ficar sem usar álcool por quanto tempo? 6º - Me incomoda a opinião das pessoas que me questionam quando eu estou sem beber? 7º - O que o meu consumo de álcool tem causado nas pessoas que convivem comigo? 8º - Tenho ouvido críticas ou conselhos para eu diminuir a bebida? 9º - Tenho adquirido dívidas pelo consumo de álcool?

21 10º - Tenho dívidas que poderiam ser quitadas com o dinheiro que gasto mensalmente com a bebida? 11º - Tenho tido problemas de saúde que os médicos atribuem como um de seus fatores de predisposição o uso de álcool? 12º - Tenho histórico de alcoolismo entre meus familiares? 13º - Acho que alcoolismo é coisa de pessoas fracas de caráter? 14º - Acredito que poderei parar de beber quando eu quiser, somente com minha força de vontade? 15º - Essas coisas de alcoolismo não acontecem comigo?

22 Se você ficou em dúvida, procure ajuda: Pode acontecer de você não ser alcoólico, mas se os indícios te deixaram em dúvida, procure alguém que possa lhe ajudar.

23 Como se libertar do alcoolismo?

24 Através: 1 - Médico psiquiatra - aspecto biológico; (tratamento medicamentoso)

25 2 - Psicólogo – aspecto psico, emocional e social; (tratamento psicossocial)

26 3 - AA (Alcoólicos Anônimos) – aspecto – social e espiritual; (Novo convívio social e espiritual )

27 4 – Centro Espírita – Aspecto Espiritual. Parte que cabe ao Centro Espírita: Atendimento fraterno; Palestras; Estudos; Passes; Água fluidificada; Empréstimo de livros espíritas; Desobsessão; Preces e irradiações a distância.

28 Parte que cabe ao assistido pelo Centro Espírita: Interesse sincero em sua melhoria; Procurar orientação com os trabalhadores do atendimento fraterno; Tomar passes e água fluidificada; Assiduidade nas reuniões indicadas; Leitura de obras espíritas; Cultivo da prece; Evangelho no lar; Laborterapia; Esforço para o auto-conhecimento; Reforma íntima;

29 Como se sente um alcoólico? Como ajudá-lo?

30 Dori me Interi mo, Adapare Dori me Ameno, Ameno Lantire, Lantire mo Dori me Ameno, Omenare, imperavi Ameno, Dimere, dimere Mantiro, Mantire mo Ameno Omenare, imperavi emulari Ameno Omenare, imperavi emulari Ameno, Ameno dore Ameno dori me Ameno dori me Ameno, Dom Dori me, Reo Ameno dori me Ameno dori me Dori me, Dom Sinta minha dor Absorve-me, Toma-me Sinta minha dor Liberta-me, Liberta-me Descubra-me, Descubra meus sinais Sinta minha dor Suaviza (esta dor), Conforta-me Perceba, perceba Mutilaram-me, Machucaram-me Liberta-me Suaviza (esta dor), Conforta-me Liberta-me Suaviza (esta dor), Conforta-me Liberta-me, Ameniza a dor Ameniza minha dor Ameniza minha dor Liberta-me, Senhor Alivia minha dor, Rei Ameniza minha dor Ameniza minha dor Tira-me esta dor, Senhor

31 Muitas 24 horas de sobriedade e liberdade do álcool para todos! São os sinceros votos do amigo de sempre; Charles José da Silva.


Carregar ppt "ALCOOLISMO E ESPIRITISMO Valença, 22 de agosto de 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google