A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTRODUÇÃO À QUESTÃO AMBIENTAL Profª. Fernanda Alves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTRODUÇÃO À QUESTÃO AMBIENTAL Profª. Fernanda Alves."— Transcrição da apresentação:

1 INTRODUÇÃO À QUESTÃO AMBIENTAL Profª. Fernanda Alves

2 POR QUE PREOCUPAR-SE COM A RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL?

3 No ambiente dos negócios, a reputação de organizações tem se tornado mais importante para o reconhecimento junto à sociedade. Stakeholders Crescimento Sustentabilidade Transparência nos negócios ALIGLERI, ALIGLERI & KRUGLIANSKAS, 2009

4 Pensar em gestão social e ambientalmente responsável induz ao compartilhamento, aprendizagem, comprometimento e práticas entre pessoas e áreas organizacionais, o que caracteriza um desafio aos profissionais das empresas para articular interesses. ALIGLERI, ALIGLERI & KRUGLIANSKAS, 2009

5 Modelo de sociedade urbano-industrial Sociedade de consumo (vídeo A história das coisas): Produção abundante Obsolescência planejada – criado para ir para o lixo. Obsolescência perceptiva – jogar fora o que ainda é útil, ditadura da moda. Consumo como forma de vida – comprar para se sentir melhor.

6 Modelo de sociedade urbano-industrial Mercantilização dos espaços – o que antes era público passa a ser vendido, comercializado, perdendo o espaço natural para o consumo. Produção opulenta – tudo é transformado em dinheiro, ostentação do dinheiro. CRESPO, 2009

7 RELAÇÃO ENTRE SOCIEDADE DE CONSUMO E MEIO AMBIENTE

8 Ambiente O conceito de ambiente no campo do planejamento e gestão ambiental, é: Amplo – inclui tanto a natureza como a sociedade; Multifacetado – pode ser apreendido sob diferentes perspectivas; Maleável – pode ser reduzido ou ampliado de acordo com necessidades. SÁNCHEZ, 2008

9 Ambiente O mesmo que meio ambiente; o meio ambiente é composto de fatores abióticos, fatores bióticos e do meio socioeconômico MAZZINI, 2008

10 Legislação Federal Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. (CF/88, Art. 225).

11 Legislação Federal Meio ambiente é o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas (Lei Federal nº 6.938, de 31 de agosto de 1981, art. 3º, I).

12 Sistemas Sistema – conjunto de elementos interconectados que buscam um objetivo comum. Todo sistema está contido num sistema maior. Sistemas vivos são muito mais que os organismos individuais e suas partes. CRESPO, 2009

13 Sistemas Todas as partes são importantes e mantém suas funções individuais. Sistemas vivos incluem também sistemas sociais – a família ou a comunidade – e os ecossistemas. CRESPO, 2009

14 A Terra é um mundo formado por sistemas. Tudo está interligado.

15 Atmosfera Geosfera Hidrosfera Biosfera SISTEMA TERRA

16

17 Sistemas Ecossistemas seres vivos + fatores abióticos (água, ar, terra e temperatura) Biosfera Conjunto de todos os ecossistemas da terra. Porção da Terra onde a vida se faz presente. Toda a superfície terrestre, 10km acima do nível do mar e 6 km abaixo desse. Litosfera, hidrosfera e atmosfera. CRESPO, 2009 ; MAZZINI, 2008.

18 Sistemas Meio Ambiente é o conjunto formado por sistemas que se organizam e se regulam sozinhos. CRESPO, 2009

19 Sistemas – princípios básicos Os sistemas estão interconectados. A Terra é uma teia viva onde tudo está conectado. Os sistemas são mais do que a soma de duas partes. As partes mantêm sua autonomia. Sistemas são compostos pela interconexão de estoques e fluxos; CRESPO, 2009

20 Sistemas – princípios básicos Sistemas estão organizados em hierarquias. Distribuição que permite a sobrevivência do sistema, por isso é muito importante tomar cuidado com intervenções. Sistemas possuem sintonia fina. CRESPO, 2009

21 Como anda a sua interação com o meio ambiente? AR Você faz a regulagem periódica do motor do seu carro? Você tem o hábito de queimar lixo? Você fuma? ANDRADE, 2009 (a)

22 Como anda a sua interação com o meio ambiente? ÁGUA Ao escovar os dentes você deixa a torneira aberta? Você toma banho demorado e na hora de pico (entre 18 e 20h)? Você tem o hábito de varrer o chão com a água? ANDRADE, 2009 (a)

23 Como anda a sua interação com o meio ambiente? RESÍDUOS Você costuma deixar sobras de comida no prato? Você faz reutilização das embalagens dos produtos que consome? Você coloca o lixo na lixeira e o acondiciona corretamente para a coleta do serviço público? ANDRADE, 2009 (a)

24 Como anda a sua interação com o meio ambiente? CONSUMO Você dá preferência à compra de produtos reciclados ou recicláveis? Verifica nos rótulos dos produtos se a empresa produtora tem preocupação ambiental (menor consumo de energia ou investimentos em programas ambientais)? ANDRADE, 2009 (a)

25 Como anda a sua interação com o meio ambiente? ENERGIA Você tem o hábito de verificar e acompanhar o seu consumo de energia elétrica mensal? Você deixa a luz dos cômodos acesa quando não tem ninguém presente? Você acumula a roupa (pra lavar ou passar) uma vez por semana? ANDRADE, 2009 (a)

26 Como anda a sua interação com o meio ambiente? GESTÃO AMBIENTAL Você tem conhecimento dos problemas ambientais do seu bairro? Você conhece seus direitos e deveres constantes na Legislação Ambiental? Você joga lixo no chão, pela janela do carro ou quando anda na rua? ANDRADE, 2009 (a)

27 Desenvolvimento Sustentável Sustentabilidade = SOBREVIVÊNCIA Novo modelo para o Desenvolvimento (para a melhoria das condições de vida) ANDRADE, 2009 (b)

28 A Noção de Sustentabilidade 3 dimensões do desenvolvimento sustentável Sustentabilidade Desenvolvimento Econômico Equidade Social Proteção Ambiental ANDRADE, 2009 (b)

29 A Noção de Sustentabilidade Para as empresas ANDRADE, 2009 (b) Sustentabilidade Resultados Econômicos Responsabilidade Social Corporativa RSC ECOEFICIÊNCIA

30 Desenvolvimento Sustentável processo dinâmico destinado a satisfazer as necessidades atuais sem comprometer a capacidade de gerações futuras de satisfazer suas próprias necessidades (Comissão Mundial Sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento) MAZZINI, 2008

31 Desenvolvimento Sustentável No Desenvolvimento Sustentável, busca- se compatibilizar o crescimento econômico com a proteção ambiental, minimizando-se os impactos sobre a qualidade do ar, da água e do solo. MAZZINI, 2008

32 Desenvolvimento Sustentável Princípios que regem as políticas de Desenvolvimento Sustentável: Reconhecimento de que os recursos naturais têm limites e devem ser poupados; Atendimento das necessidades de emprego, alimentação, educação, moradia, saneamento e energia; Restabelecimento do ritmo de desenvolvimento econômico; MAZZINI, 2008

33 Desenvolvimento Sustentável Preservação da saúde e da qualidade de vida; Aplicação da tecnologia, visando à preservação e ao controle ambiental; Compatilização dos critérios de desenvolvimento e proteção ambiental na tomada de decisões. MAZZINI, 2008

34 Festas ecológicas estão na moda!

35 Você tem hábitos de consumo sustentáveis?

36 Referências Bibliográficas ALIGLERI, Lilian; ALIGLERI, Luiz Antônio; KRUGLIANSKAS, Isak. Gestão Socioambiental: responsabilidade e sustentabilidade do negócio. São Paulo: Atlas, p. ANDRADE, Carlos Eduardo Silva. Normas da série ISO 14000, suas interfaces e aplicações na prevenção da poluição in Engenharia Ambiental Integrada. Módulo IV – Sistemas Integrados de Gestão Ambiental apostila). Belo Horizonte: IETEC, julho 2009 (a). ANDRADE, Luiz Ignácio Fernandes de. Produção Mais Limpa in Engenharia Ambiental Integrada. Módulo II – Ações Ambientais Preventivas e Corretivas para Desenvolvimento de Sistemas de Produção Ecoeficientes (apostila). Belo Horizonte: IETEC, julho 2009 (b). CRESPO, Telxon. Ecologia Aplicada in Engenharia Ambiental Integrada. Módulo I - Abordagem Integrada em Ecossistemas Aspectos Legais e Análise Econômica de Recursos Naturais (apostila). Belo Horizonte: IETEC, março MAZZINI, Ana Luíza Dolabela de Amorim. Dicionário educativo de termos ambientais. 4. ed. Belo Horizonte: A. L. D. Amorim Mazzini, p. ODUM, E. Ecologia. Rio de Janeiro, Guanabara-Koogan, SÁNCHEZ, Luis Enrique. Avaliação de Impacto Ambiental: conceitos e métodos. São Paulo: Oficina de Textos, 2008.


Carregar ppt "INTRODUÇÃO À QUESTÃO AMBIENTAL Profª. Fernanda Alves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google