A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho."— Transcrição da apresentação:

1 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Acreditação Profissional e Acadêmica na União Européia Marjolein van der Heul Coordenadora da Equipe do Departmento de Acreditação Internacional, Nuffic (Holanda) 28 de Agosto de 2009

2 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Tendências Metodológicas Acreditação Profissional - Diretrizes da UE Acreditação Acadêmica - A Convenção de Acreditação em Lisboa O Processo de Bolonha Evolução - Estrutura das Qualificações Tópicos

3 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de : Equivalência Pouca mobilidade dos alunos Programas de estudo pouco diferenciados Comparação Curso-a-curso Programas deveriam ser idênticos TENDÊNCIAS METODOLÓGICAS

4 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 TENDÊNCIAS METODOLÓGICAS 1975-presente: Acreditação Incremento na mobilidade dos estudantes Expansão da educação superior Programas devem ser comparáveis Diretrizes da UE e a Convenção de Lisboa

5 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 O ideal: Acreditação respeitando as diferenças Globalização e internacionalização Confiança mútua nas qualificações Disponibilidade de informação, transparência Respeito às diferenças TENDÊNCIAS METODOLÓGICAS

6 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Acreditação Profissional Diretriz Europeia 2005/36/EC Implementada em Outubro de 2007 Relevante para a UE e países da EEA Combinação e atualização das Diretrizes Europeias existentes para a acreditação profissional

7 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Diretrizes Europeias para a Acreditação Profissional Por que essas Diretrizes são necessárias? Mercado de trabalho aberto na UE Livre movimentação de pessoas e serviços Diretrizes previnem a discriminação Problema: diferenças entre as profissões regulamentadas entre os países Acreditação Profissional

8 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Diretrizes Europeias para a Acreditação Profissional História Diretrizes Específicas - acreditação automática de diplomas Diretrizes Gerais - avaliação caso-a-caso Acreditação Profissional

9 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Primeiro enfoque: Diretrizes específicas Harmonização do programa de estudos Acreditação automática de diplomas Problema: harmonização é muito demorada Acreditação Profissional

10 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Diretrizes específicas 1975 Médicos (93/16/EEC) 1977 Enfermeiros(77/452/EEC +77/453/EEC) 1978 Dentistas(78/686/EEC + 78/687/EEC) 1978 Veterinários(78/1026/EEC + 78/1027/EEC) 1980 Parteiras(80/154/EEC + 80/155/EEC) 1985 Farmacêuticos(85/432/EEC + 85/433/EEC) 1985 Arquitetos(85/384/EEC) Acreditação Profissional

11 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Segundo enfoque: Diretrizes Gerais Acreditação de Diploma sem a prévia harmonização dos programas de estudo Avaliação de diplomas e experiência caso-a-caso Com base na confiança mútua nos sistemas educacionais Produto final atende às exigências mínimas Exigências adicionais são permitidas porém maximizadas Diferenças substanciais Mecanismos de compensação: - Experiência Profissional - Período de Adaptação - Teste de Aptidão Acreditação Profissional

12 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Acreditação Profissional Diretrizes Gerais Participantes envolvidos na implementação: Ministérios da Educação Autoridades Competentes Centros Nacionais de Informação Coordenadores Nacionais

13 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Diretriz 2005 Diretriz 2005 sobre a acreditação de qualificações profissionais (2005/36/EC) Combina todas as diretrizes específicas e gerais Liberalização da oferta de serviços Coordenador nacional Elemento de contato nacional Acreditação Profissional

14 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Acreditação Profissional Papel do Nuffic como Centro de Informação da 1a. Diretriz Geral Nuffic Centro de Informação Coordenador Nacional Solicitante Autoridades competentes Holanda Outros Estados da UE Solicitante Autoridades competentes

15 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Acreditação Profissional Papel do Nuffic como Centro de Informação da 1a. Diretriz Geral NufficMinistério Solicitante Formulário de solicitação processo cópia do processo recomendação decisão

16 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Conselho Europeu / UNESCO Convenção sobre Acreditação de Qualificações referentes à Educação Superior na Europa Convenção de Acreditação de Lisboa, 1997 Acreditação Acadêmica

17 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Convenção de Acreditação de Lisboa Princípios Básicos : Confiança mútua nos sistemas educacionais Avaliação caso-a-caso Ônus da prova reverso Respeito às diferenças Acreditação Acadêmica

18 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Acreditação Acadêmica Convenção de Acreditação de Lisboa Elementos-chaves : Direito a uma avaliação Procedimentos transparentes Informação clara sobre os critérios de avaliação Enfocado nos resultados de aprendizagem Decisão dentro de um limite de tempo razoável Em linha com avaliações anteriores Diferenças substanciais Direito de recorrer Centros de informação sobre acreditação

19 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Acreditação Acadêmica Redes de Centros de Informação Conselho Europeu/UNESCO: ENIC - Centros Nacionais Europeus de Informação sobre Acreditação e Mobilidade União Europeia : NARIC - Centros Nacionais de Informação sobre Acreditação Acadêmica

20 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Processo de Bolonha A Área de Educação Superior Europeia Declaração conjunta dos Ministros de Educação da Europa reunidos em Bolonha em 19 de Junho de países, seis objetivos a alcançar até 2010 Títulos acadêmicos legíveis e facilmente comparáveis Sistema de dois ciclos (Estrutura de Bacharelado-Mestrado) Sistema Europeu de Transferência de Créditos (ECTS) Fomento à mobilidade de estudantes e docentes Cooperação quanto à garantia da qualidade Dimensões Europeias da educação superior

21 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Processo de Bolonha Comunicado de Praga (2001) Extensão de 29 para 32 países, questões adicionais: Aprendizagem permanente Envolvimento das instituições e dos alunos da educação superior Atratividade da área de educação superior e uropeia Comunicado de Berlim (2003) Extensão de 32 para 40 países, ênfase na: Garantia de Qualidade Implementação do sistema de dois ciclos até 2005 Acreditação de títulos (Convenção de Lisboa e suplementação de diploma)

22 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Processo de Bolonha Comunicado de Bergen (2005) Extensão de 40 para 45 países; Balanço: avanço até a metade do estabelecido em relação ao sistema de graus, garantia da qualidade, acreditação de diplomas Sistema de Três Ciclos (Bacharelado-Mestrado-Doutorado) Dimensão social Mobilidade Atratividade do EHEA e cooperação com outras partes do mundo Comunicado de Londres (2007) Extensão para 46 países; Complementação das linhas de ação consensadas Aperfeiçoamento da disponibilidade de dados sobre mobilidade

23 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Processo de Bolonha Comunicado de Leuven (2008) Orientações políticas para os próximos 10 anos; Garantia da Qualidade Igualdade de acesso e aumento da participação de grupos minoritários na educação superior Aprendizagem permanente, empregabilidade e aprendizagem centrada no aluno Mobilidade, coleta de dados e transparência Cooperação baseada na parceria com outras regiões do planeta

24 Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho Brasília, 24 de agosto de 2009 Desenvolvimentos Recentes Estruturas das Qualificações Estruturas das qualificações, usando resultados de aprendizagem como ponto de referência comum, para aumentar a mobilidade de alunos e trabalhadores. Ampliação da Estrutura das Qualificações no EHEA - sistema de três ciclos + ciclo de curta duração (Especialização) Estrutura das Qualificações Europeias (EQF) – aprendizagem permanente - todos os níveis educacionais+ aprendizagem não-formal Estrutura Nacional das Qualificações


Carregar ppt "Seminário Internacional Educação Superior e Técnico-Profissional na América Latina Garantia de qualidade, revalidação de diplomas e mercado de trabalho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google