A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento Estratégico para o Desenvolvimento de Produtos Engenharia de Produto II.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento Estratégico para o Desenvolvimento de Produtos Engenharia de Produto II."— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento Estratégico para o Desenvolvimento de Produtos Engenharia de Produto II

2 Interação entre Gerência e Processo de Inovação Idéias criativas dos indivíduos são encorajadas dentro de um processo assessorado e acompanhado por uma equipe interdisciplinar de Desenvolvimento de Produto (Mrkt, DP, Eng. Prod.), que aprova as idéias com base em especificações condizentes com o Plano Estratégico da empresa.

3 Gerenciamento da Inovação ALTA ADMINISTRAÇÃO PLANO ESTRATÉGICO EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO INDIVÍDUOS 1 2 1: Implementação da Estratégia 2: Idéias RESULTADOS: PRODUTOS ACABADOS Claro para todos

4 Gerenciamento da Inovação Nível GerencialAtividades de Inovação RequisitosAplicaçãoResultados Administração Superior Prioridade e critérios para aprovar idéias Procs. formais de Desenvolvimento do Produto Plano Estratégico indica produtos Desejados Equipe Inter- Disciplinar Elaborar especificações e buscar idéias Responsabilidade pelas decisões sobre as idéias Envolvimento em todo ciclo de vida do produto IndivíduoLiberdade para criar e apre- sentar idéias Envolvimento e compromisso para apresent. de idéias Reconhecimento e recompensa pelo sucesso

5 O Desenvolvimento de Produtos tem sucesso desde que... Todos os custos de produção e vendas sejam cobertos Todos os custos de desenvolvimento sejam cobertos Haja um lucro para remunerar o capital investido

6 Projeções Desenvolvimento de produtos dados prazo e custo definidos, gerando um retorno financeiro após Projeções incorretas (a seguir) Causas mais freqüentes de falhas

7 Primeira falha: atrasos Mais tempo, mais prazos Comprometimento dos lucros ? Comprometimento do fluxo de caixa ? Perda da oportunidade, gerando o custo de oportunidade (quanto deixou de ganhar) ? Um mês a mais de desenvolvimento, Um mês a menos de faturamento.

8 Segunda falha: manutenção do custo previsto Custo previsto deve ser mantido para atingir volume de vendas e lucro dada a elevada competitividade que torna o preço do produto pouco elástico Falha: comprometimento do lucro

9 Causas de perdas nos lucros POUCOS CUSTOS ADICIONAIS JUSTIFICAM APLICAÇÕES PARA CUMPRIR PROJEÇÕES Fonte: Rheinertsen, 1991 Perdas nos lucros (%)

10 Versão mais recente do Modelo de Rheinertsen (1997)

11 Variações do Modelo – 1: Despesas com desenvolvimento 50% maiores

12 Variações do Modelo – 2: Custo excedente em 10% por 2 anos

13 Variações do Modelo – 3: Performance do produto reduz vendas em 10%

14 Variações do Modelo – 4: Atraso de seis meses no lançamento

15 Qualidade no processo Não fazer certo da primeira vez... Menores custos quando os problemas são corrigidos rapidamente Reputação prejudicada quando problemas não são corrigidos rapidamente: custos de assistência técnica, custos judiciais

16 Oriente e Ocidente Japão: Processo decisório junto ao projeto de implementação Implementação Rápida Inglaterra: Decisão rápida que não envolve implementação Implementação lenta

17 Estratégias Ofensivas Pesquisa e Desenvolvimento (longo prazo para retorno financeiro, mais custos, mais riscos, empresas líderes) Patentes Duração do monopólio Essencial: lucro, saldar investimentos e custos

18 Estratégias Defensivas Absorção rápida das inovações + Melhorias Menores custos, menores riscos Novos produtos com menor lucratividade

19 Estratégias Tradicionais Pouca demanda para mudanças, empresas pouco equipadas para introduzir inovações Inovações: mudanças mínimas para reduzir custos de produção, facilitar produção, aumentar qualidade

20 Estratégias Dependentes Trabalhando subsidiadas ou por encomenda, dependem das matrizes ou dos clientes Inovações: melhorias de processo

21 Atividades ligadas ao desenvolvimento Tipo de estratégia P & DInovação de Design Prazo para entrar no mercado Eng. Prod. Marketing Técnico Patentes Ofensiva Defensiva Tradicional... Dependente...

22 Oportunidades Surgem de: Mudanças econômicas Mudanças na legislação Aproveitar oportunidades apesar da estratégia e não por causa dela.

23 Elementos da Estratégia Missão (visão de futuro) Objetivos (indicadores gerais) Estratégia (propriamente dita, é o caminho para atingir os objetivos) Implementação da Estratégia (com ações específicas)

24 Elementos da Estratégia Definição da Missão Visão do futuro da empresa: Tornar-se líder no mercado de livros infantis (para uma editora, p.ex.) De caráter mais permanente Definição dos Objetivos Compostos por alguns indicadores gerais (mercados, custos e lucros) De caráter menos permanente (temporal, etc.)

25 Elementos da Estratégia Estratégia Indica o caminho para atingir os objetivos, sendo logo mais específica do que estes Descreve ações específicas a serem desenvolvidas por meio de pessoas responsabilizadas pela sua implementação, com metas e prazos definidos Globais (da empresa) e setoriais (vendas, produção, etc.)

26 Elementos da Estratégia: Exemplo para uma empresa (vide figura) Missão: Tornar-se líder no mercado de iates de luxo de projetos personalizados Objetivos: Aumentar retorno por unidade vendida em 25% Estratégia: Reduzir as variedades de produtos, e terceirizar a produção de alguns componentes especiais Implementação: Cessar produção dos modelos Retirar de linha todos os iates com menos de 10 metros, nos próximos dois anos.

27 Elementos da Estratégia: Exemplo para um setor (vide figura) Objetivos do Desenvolvimento de Produtos (DP): Desenvolver os iates mais luxuosos do mercado. Criar pelo menos um novo modelo de iate por ano. Estratégia do DP: Realizar projeto e desenvolver tecnologia de plataforma para atender os pedidos exclusivos de clientes especiais. Implementação: Redesenhar os modelos 370, transformando-os em 390, mais luxuosos. Fazer o planejamento do produto para 2006, introduzindo a tecnologia de plataforma.

28 Planejamento Estratégico Estratégias e Ações para alcançar Metas e Missões Implica em Organização - Estrutura Gerencial - Investimentos - Recursos Humanos Estratégias: Ofensivas, Defensivas, Tradicionais, Dependentes

29 Planejamento Estratégico Orienta as decisões gerenciais, que devem ser coerentes com seu rumo Onde estamos ? Para onde vamos ? Como chegaremos lá ? Como saberemos se chegamos lá ? Etapas do Desenvolvimento Estratégico (vide figura) PLANEJAMENTO CORPORATIVO DA EMPRESA

30 Planejamento Corporativo: Definir metas e não caminho Missão e Objetivos Visão interna da empresa: Onde estamos ? Análise da posição da empresa (Pesquisa da Imagem, FFOA e PEST – Políticos, Econômicos, Sociais e Tecnológicos) para formular missão Para onde vamos ? Missão e Objetivos. IMAGEM DA EMPRESA FFOA: Aumentar forças e oportunidades, Diminuir Fraquezas e Ameaças, Transformar Fraquezas em Forças e Ameaças em Oportunidades PEST: Fatores Positivos/Negativos

31 Estratégia da Empresa Determina mudanças necessárias e serve para monitorar a evolução dessas mudanças Processo: t = tempo E = Especificidade t E Decisão

32 Estratégia da Empresa Como chegaremos lá ? Estratégia da empresa é uma ponte entre a missão e os objetivos da empresa e seus negócios existentes, restrita a fatores que limitam o problema: pessoal, dinheiro, tempo, conhecimentos, habilidades e demais recursos produtivos (vide figura). Pode-se analisar diferentes estratégias dentro deste espaço de problema (vide figura) Também pode-se utilizar a Matriz de Ansoff (vide figura)

33 Estratégia da Empresa: Definir o espaço do problema (1/2) Espaço de problema: região que separa as soluções existentes da meta do problema. É o campo onde será desenvolvido o trabalho na procura de soluções. Fronteiras: restrições sobre o benefício básico. Necessidade de informações disponíveis sobre as necessidades do consumidor e sobre a viabilidade de fabricação do produto. FRONTEIRA DO PROBLEMA SOLUÇÕES EXISTENTES ESPAÇO DO PROBLEMA META DO PROBLEMA

34 Estratégia da Empresa: Definir o espaço do problema (2/2) Exemplo de Espaço de Problema Definido Limitações: Aumento do faturamento em 25% por unidade vendida, aumento da margem de lucro em 18%... SOLUÇÕES EXISTENTES ESTRATÉGIA DA EMPRESA META DO PROBLEMA CONHECI- MENTOS HABILIDADES RECURSOS PRODUTIVOS PESSOAL DINHEIROTEMPO

35 Estratégia da Empresa: Matriz de Ansoff Penetração Desenvolvimento do produto Desenvolvimento do mercado Diversificação Produtos Mercados

36 Implementação da Estratégia Como saberemos se chegamos lá ? Ações específicas (com responsáveis), mensuráveis (para monitoramento), realizáveis (com estudo prévio de viabilidade, evitando-se complexidades), programáveis (com datas de início e de término) e com exigência de recursos (tempo, pessoal, dinheiro) Através do monitoramento detecta-se necessidade de introduzir ações corretivas quando direção e resultados são insatisfatórios

37 Implementação da Estratégia Uso de técnicas para programar ações: Gráficos de Gantt (abaixo) e PERT (Performance Evaluation and Review Technique) Início do Desenvolvimento Data do lançamento (prv.) Projeto Conceitual Config. do Projeto Projeto detalhado Engenharia de Produção Tempo (meses) Contr. Ql. 2 Contr. Ql. 1 Contr. Ql. 3

38 Planejamento Estratégico e Planejamento para o Desenvolvimento de Produto O planejamento estratégico do desenvolvimento de produtos está relacionado com a política de produtos da empresa. O planejamento estratégico do desenvolvimento de produtos leva à escolha do produto específico a ser desenvolvido.

39 Estratégia do Desenvolvimento de Produtos: Técnicas Para determinação dos Objetivos: Análise da Maturidade dos Produtos Análise dos Concorrentes Para determinação da Estratégia Auditoria de Risco dos Produtos

40 Análise da Maturidade dos Produtos Os produtos nascem, crescem, atingem a maturidade e entram em declínio. Planos de desenvolvimento: (1) substituir produtos que entraram na maturidade ou (2) redesenhar produtos, principalmente os líderes de mercado Introdução e Crescimento Maturidade TEMPO VALOR FATURAMENTO LUCRO

41 Análise dos Concorrentes Motivos: Aprender com os concorrentes para aperfeiçoar os próprios produtos Deduzir a estratégia dos concorrentes

42 Análise dos Concorrentes Reunir fatos disponíveis Faturamento total, lucros, número de produtos, faturamento médio por produto, patentes, capacidade produtiva da fábrica, principais sucessos, falhas conhecidas Avaliar a natureza dos negócios de cada concorrente e como isso afeta o desempenho da empresa Valor relativo (razão valor/preço), satisfação dos consumidores, velocidade e qualidade do desenvolvimento de produtos no passado Gerar conclusões SWOT, Estratégia de desenvolvimento de novo produto, ações necessárias para o futuro próximo

43 Auditoria de Risco dos Produtos Método para analisar as diferentes alternativas de desenvolvimento de produtos Duas fases: Custo da falha de um produto (crítico, significativo e marginal): gastos reais + perdas de oportunidade (vendas perdidas) Capacidade de desenvolvimento do produto (para pessoal: excelente, competente e básico): mobilização de recursos para o desenvolvimento do prod.

44 Auditoria de Risco dos Produtos Objetivos: Alocar capacidades de desenvolvimento excelentes para produtos críticos, capacidades medianas para produtos significativos e capacidades básicas para produtos marginais. Importante: Caso não haja gente capacitada em quantidade suficiente, pode-se recorrer ao treinamento e capacitação ou ao recrutamento de novos elementos.

45 Formulários para Auditoria de Risco (1/3) Custos da falha de um produto 1. Custo do projeto e desenvolvimentoR$ Faturamento previsto caso sucessoR$ Perda de negócios caso haja falhaR$ Conclusão CríticoSignificativoMarginal

46 Formulários para Auditoria de Risco: Auditoria de Pessoal (2/3) Geradores de idéias criativas Solucionadores de problemas técnicos FunçãoExisteRecrutarExisteRecrutar Projeto e Desenvolvimento Protótipo e Teste Engenharia de Produção Marketing e Vendas Controle financeiro

47 Formulários para Auditoria de Risco: Auditorias Diversas (3/3) Auditoria Financeira ExisteNeces. Custos do Projeto e Desenvolvimento Investimento para Produção Marketing e Propaganda Produção para Estoque Auditoria de Recursos ExisteNeces. Construção do Protótipo Teste do Protótipo Fabricação e Montagem Distribuição e Vendas

48 Fonte: BAXTER, M Projeto de Produto. Capítulo 5. Editora Edgard Blücher LTDA: SP. SMITH, P.G.; REINERTSEN, D.G Developing Products in Half the Time: New Rules, New Tools. 2nd Edition.


Carregar ppt "Planejamento Estratégico para o Desenvolvimento de Produtos Engenharia de Produto II."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google