A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Vanessa FortesAula 111 Estudo de capabilidade do Sistema de Medição Estudo de capabilidade do Sistema de Medição –Um aspecto importante para a implementação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Vanessa FortesAula 111 Estudo de capabilidade do Sistema de Medição Estudo de capabilidade do Sistema de Medição –Um aspecto importante para a implementação."— Transcrição da apresentação:

1 Vanessa FortesAula 111 Estudo de capabilidade do Sistema de Medição Estudo de capabilidade do Sistema de Medição –Um aspecto importante para a implementação do controle estatístico de processo é garantir uma adequada capabilidade do sistema de medição –Muitos problemas relativos a variabilidades observadas são devido a problemas no próprio produto, e outras devido a erros de medição –Os objetivos das análises do sistema de medição são: avaliar a quantidade dos dados obtidos, servir de base na avaliação custo x benefício da coleta de dados e escolher o melhor sistema de medição CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

2 Vanessa FortesAula 112 –Matematicamente essa variabilidade é expressa da seguinte forma: –Os gráficos de controle e outros métodos estatísticos podem ser utilizados para separar estas variações, bem como avaliar a capabilidade do sistema de medição CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

3 Vanessa FortesAula 113 Exemplo: Exemplo: –Para a introdução do controle estatístico de processo a equipe de melhoria da qualidade de uma empresa gostaria de realizar uma avaliação da capabilidade do sistema de medição –Então, 20 unidades de produtos são obtidas e o operador que realizará as medições vai utilizar um equipamento para a medição de cada unidade de produto duas vezes. Os dados são mostrados na tabela a seguir CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

4 Vanessa FortesAula 114 AmostraMediçõesMédiaAmplitude , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

5 Vanessa FortesAula 115 Gráfico : Gráfico : –Limite Superior de Controle = LSC = = 22,3 + 1,880 x 1,0 = 24,18 –Limite Central = LC = –Limite Inferior de Controle = LIC = = 22,3 – 1,880 x 1,0 = 20,42 CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

6 Vanessa FortesAula 116 Gráfico R: Gráfico R: –Limite Superior de Controle = LSC = = 3,267 x 1,0 = 3,27 –Limite Central = LC = = 1,0 –Limite Inferior de Controle = LIC = = 0 x 1,0= 0 CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

7 Vanessa FortesAula 117 Gráfico da Média: Gráfico da Média: CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

8 Vanessa FortesAula 118 Gráfico da Amplitude: Gráfico da Amplitude: CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

9 Vanessa FortesAula 119 Comentários: Comentários: –O gráfico da média mostra, neste exemplo, o poder discriminado do instrumento de mostrar literalmente os valores medidos –O gráfico da amplitude mostra diretamente a magnitude do erro de medição –Os valores do gráfico da amplitude representam a diferença entre as medidas realizadas na mesma unidade pelo mesmo equipamento CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

10 Vanessa FortesAula 1110 Comentários: Comentários: –Neste exemplo, o gráfico da amplitude está sob controle, o que indica que o operador não está com dificuldade de medir valores consistentes. –Pontos fora de controle neste gráfico indicam que o operador está com dificuldades de utilizar o equipamento. CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

11 Vanessa FortesAula 1111 O desvio padrão do erro de medição, pode ser estimado da seguinte forma: O desvio padrão do erro de medição, pode ser estimado da seguinte forma: A distribuição do erro de medição é aproximada pela normal. Assim, é uma boa aproximação da capabilidade de medição. A distribuição do erro de medição é aproximada pela normal. Assim, é uma boa aproximação da capabilidade de medição. CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

12 Vanessa FortesAula 1112 Neste exemplo: Neste exemplo: –Variações em medições individuais podem ser ocorrer na faixa –Essa é uma prática muito comum para comparar a capabilidade de medição estimada com as especificações ou faixa de tolerância (LSE – LIE) para a parte que está sendo medida. –A razão para a faixa total de tolerância é chamada de precisão / tolerância ou razão P/T.. CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

13 Vanessa FortesAula 1113 Utilizando o exemplo anterior, LSE = 60 e LIE = 5. Utilizando o exemplo anterior, LSE = 60 e LIE = 5. – Então, –Valores de P/T 0,1 implicam em uma adequada capabilidade de medição. –O erro deve possuir capabilidade suficiente para medir produtos com acurácia e precisão suficientes para o analista tomar a decisão correta. –A partir dos dados calcula-se S = 3,17, uma estimação do desvio padrão da variabilidade total. CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

14 Vanessa FortesAula 1114 Então: Então: Sendo: e como foi estimado, então. Pode-se estimar também : Sendo: e como foi estimado, então. Pode-se estimar também : O desvio padrão das características do produto é: O desvio padrão das características do produto é: CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

15 Vanessa FortesAula 1115 A medição pode ser expressa também em porcentagem da variabilidade das características do produto: A medição pode ser expressa também em porcentagem da variabilidade das características do produto: Essa expressão é mais significativa que a razão P/T porque independe dos limites de especificação Essa expressão é mais significativa que a razão P/T porque independe dos limites de especificação CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

16 Vanessa FortesAula 1116 Exemplo: Exemplo: –Em uma empresa de produção de peças os dados eram registrados em uma planilha do MSA (Análise do Sistema de Medição) e tidos como satisfatórios. –Mas o resultado prático era que o processo tinha problemas que estavam relacionados aos instrumentos, ao método de medição e aos operadores. –O acompanhamento do processo constatou que apesar da estabilidade aparente haviam produtos rejeitados quando estavam aprovados e produtos aprovados quando estavam rejeitados. Este percentual era baixo mas acontecia. –Como conseqüência, peças eram segregadas e/ou devolvidas pelos clientes. CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

17 Vanessa FortesAula 1117 Exemplo: Exemplo: –1° Passo: revisão do planejamento do sistema de medição e avaliação das características da qualidade nos produtos e do controle de parâmetros dos processos de manufatura Nem toda característica da qualidade no produto/processo requer análise Nem toda característica da qualidade no produto/processo requer análise Uma regra para avaliar o sistema de medição é se este é identificado no plano de controle; se é importante para determinar a rejeição ou não do processo ou produto; o nível de tolerância e a criticidade perante o cliente Uma regra para avaliar o sistema de medição é se este é identificado no plano de controle; se é importante para determinar a rejeição ou não do processo ou produto; o nível de tolerância e a criticidade perante o cliente CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

18 Vanessa FortesAula 1118 Exemplo: Exemplo: Desenvolver um fluxograma do processo de medição Desenvolver um fluxograma do processo de medição Treinar os envolvidos Treinar os envolvidos Desenvolver o diagrama de Ishikawa (causa e efeito) Desenvolver o diagrama de Ishikawa (causa e efeito) Escolher as ferramentas estatísticas Escolher as ferramentas estatísticas Montar um cronograma de aplicação das ferramentas Montar um cronograma de aplicação das ferramentas Documentar as soluções e as correções Documentar as soluções e as correções Institucionalizar a mudança Institucionalizar a mudança CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

19 Vanessa FortesAula 1119 Exemplo: Exemplo: A equipe se mobilizou e deixou de lado uma frase conhecida SEMPRE FIZEMOS DESSE JEITO E SEMPRE DEU CERTO A equipe se mobilizou e deixou de lado uma frase conhecida SEMPRE FIZEMOS DESSE JEITO E SEMPRE DEU CERTO CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

20 Vanessa FortesAula 1120 Exemplo: Exemplo: –2° Passo: garantir a estabilidade do processo, diminuindo sua variação e identificando propriedades do sistema de medição –3° Passo: utilizar e melhorar os procedimentos da empresa Dificuldades dos colaboradores em entender parâmetros do processo e do produto Dificuldades dos colaboradores em entender parâmetros do processo e do produto –4° Passo: avaliar os itens do MAS quanto a variação –5° Passo: implementação da sistemática do processo e acompanhamento objetivando a melhoria contínua, pela diretoria CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO

21 Vanessa FortesAula 1121 Exemplo: Exemplo: –O fator mais importante para todo o processo é o humano – ele é capaz de comprometer o trabalho –O acompanhamento do processo foi deixado em segundo plano e só quando foi observada a segregação/devolução de peças pelos clientes é que houve preocupação –O grande resultado do sistema de medição é fazer com que todos produzam com qualidade nos produtos, nos processos, nas tomadas de decisão e não fiquem a mercê do preenchimento de formulários. CAPABILIDADE/CAPACIDADE DE PROCESSO


Carregar ppt "Vanessa FortesAula 111 Estudo de capabilidade do Sistema de Medição Estudo de capabilidade do Sistema de Medição –Um aspecto importante para a implementação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google