A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TRABALHO DE ARRANJO FÍSICO INDUSTRIAL

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TRABALHO DE ARRANJO FÍSICO INDUSTRIAL"— Transcrição da apresentação:

1 TRABALHO DE ARRANJO FÍSICO INDUSTRIAL
GRUPO: FLÁVIO PIRES DA SILVA; MATEUS SIMON.

2 SUMÁRIO 1. OBJETIVO; 2. A EMPRESA; 3. ATIVIDADE CONSIDERADA;
4. POSTOS DE TRABALHO; 5. CRONOANÁLISE; 6. ESQUEMA DE PRODUÇÃO; 7. LAYOUT ATUAL; 8. DEFINIÇÃO DO PROBLEMA; 9. PROPOSTAS DE SOLUÇÃO; 10. ESCOLHA DA MELHOR SOLUÇÃO; 11. RESUMO DO TRABALHO.

3 1 - OBJETIVO AUMENTAR A PRODUTIVIDADE DE UMA LINHA DE PRODUÇÃO ATRAVÉS DE UM NOVO LAYOUT, BASEANDO-SE NA CRONOANÁLISE DOS ELEMENTOS DOS POSTOS DE TRABALHO.

4 BMB MODE CENTER 2 - A EMPRESA
CENTRO DE MODIFICAÇÃO DE CAMINHÕES E ÔNIBUS DA MARCA VOLKSWAGEM

5 3 - ATIVIDADE CONSIDERADA
O PROJETO FOI REALIZADO NA LINHA DE MONTAGEM DE VEÍCULOS 6 X 2, ONDE OCORRE A INSTALAÇÃO DO 3º EIXO EM CAMINHÕES DE 23 TONELADAS.

6 4 - POSTOS DE TRABALHO POSTOS DE TRABALHOS FUNÇÃO PRÉ-MONTAGEM
Prepara o 3º eixo, montando as molas e algumas peças do freio. COLOCAÇÃO DAS RODAS - Coloca as rodas no 3º eixo. MONTAGEM DOS BRAÇOS - Monta os braços fixos e reguláveis para a Montagem. MONTAGEM - Instala o 3º eixo no caminhão e monta os braços e acessórios. ALINHAMENTO - realiza o alinhamento de todos os eixos do caminhão. TECTIL - aplica uma substância antioxidante nos parafusos e porcas. INSPEÇÃO FINAL - verifica as montagens e os torques e aprova/reprova os veículos.

7 4.1 - POSTOS DE TRABALHO POSTOS DE TRABALHOS CARACTERÍSTICAS
PRÉ-MONTAGEM 2 funcionários, 1 dispositivo de montagem, 2 carrinhos de transporte, 1 apertadeira e 1 armário de peças e ferramentas. COLOCAÇÃO DAS RODAS 2 funcionários, 1 apertadeira e 1 armário de peças e ferramentas. MONTAGEM DOS BRAÇOS 1 funcionários, 1 dispositivo de montagem, 1 apertadeira e 1 armário de peças e ferramentas. MONTAGEM - 4 funcionários, 2 apertadeira e 2 armários de peças e ferramentas. ALINHAMENTO 2 funcionários e 1 armário de peças e ferramentas. TECTIL 2 funcionários e 1 rampa para suspensão do veículo. INSPEÇÃO FINAL 2 funcionários e 1 ferramentas e documentos.

8 4.2 - PRÉ-MONTAGEM E COLOCAÇÃO DAS RODAS

9 4.3 - MONTAGEM E MONTAGEM DOS BRAÇOS

10 4.4 - ALINHAMENTO

11 4.5 - TECTIL

12 4.6 - INSPEÇÃO FINAL

13 TP = TN x FT (ACRÉSCIMO DE 16%).
5 - CRONOANÁLISE CONHECIMENTO DO POSTO, DEFINIÇÃO DOS ELEMENTOS, MEDIÇÃO DO TEMPO REAL, T(MÉDIA), AVALIAÇÃO DO RÍTMO, R(LENTO 80 % - NORMAL 100 % - ACELERADO 120%), E DO FATOR DE TOLERÂNCIA, FT (TEMPO PESSOAL 5% - FADIGA BÁSICA 4% - POSIÇÃO NORMAL DE TRABALHO CURVADO 2% - USO DE FORÇA MUSCULAR 2% - NÍVEL DE RUÍDO INTERMITENTE E ALTO 2% - MONOTOMIA MÉDIA 1%) CALCULO DO TEMPO NORMAL(TN): TN = T x R; 3. CÁLCULO DO TEMPO PADRÃO (TP): TP = TN x FT (ACRÉSCIMO DE 16%). 4. CÁLCULOS E RESULTADOS E A FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA FOI RETIRADO DO CAPÍTULO 10 DO LIVRO ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO E OPERAÇÕES, MOREIRA, Daniel A. Ed São Paulo. Pioneira, p. CONSTAM EM ANEXO.

14 CAMINHÃO 6 X 2, 23 TONELADAS, COM 3º EIXO MONTADO
6 - ESQUEMA DE PRODUÇÃO PRÉ-MONTAGEM COLOCAÇÃO DAS RODAS MONTAGEM DOS BRAÇOS MONTAGEM ALINHAMENTO TECTIL INSPEÇÃO FINAL CAMINHÃO 6 X 2, 23 TONELADAS, COM 3º EIXO MONTADO CAMINHÕES EIXOS BRAÇOS

15 MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS 600 m²
7 - LAYOUT ATUAL MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS 600 m² MONTAGEM 220 m² MONTAGEM DOS BRAÇOS 30 m² PRÉ-MONTAGEM 150m² COLOCAÇÃO DAS RODAS 40m² ALINHAMENTO 100 m² INSPEÇÃO FINAL 80m² TECTIL O I FLUXO DE CAMINHÕES FLUXO DE EIXOS FLUXO DE BRAÇOS O I ENTRADA SAÍDA

16 7.1 - CRONOANÁLISE DO LAYOUT ATUAL
POSTOS DE TRABALHOS TEMPO PADRÃO VEÍCULOS POR DIA(*) PRÉ-MONTAGEM 18,45 min 26,02 COLOCAÇÃO DAS RODAS 14,47 min 33,16 MONTAGEM DOS BRAÇOS 3,63 min 132,23 MONTAGEM 36,26 min 13,24 ALINHAMENTO 19,06 min 25,18 TECTIL 6,08 min 78,93 INSPEÇÃO FINAL 16,56 min 28,98 * CONSIDERANDO A JORNADA DE 8 HORAS DIÁRIAS DE TRABALHO.

17 7.2 - CARACTERÍSTICAS DO LAYOUT ATUAL
VANTAGENS DESVANTAGENS ELEVADO GRAU DE TREINAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS DESLOCAMENTOS CRUZADOS ENTRE OS POSTOS DE TRABALHO QUALIDADE DO PROCESSO TRABALHO REPETITIVO PADRONIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES SOBRECARGA DA INSPEÇÃO FINAL COLABORAÇÃO ENTRE OS FUNCIONÁRIOS DE POSTOS DIFERENTES ELEVADOS NÍVEIS DE CALOR E RUÍDOS

18 8 - DEFINIÇÃO DO PROBLEMA
AUMENTAR A PRODUTIVIDADE ATRAVÉS DA MUDANÇA DO POSICIONAMENTO DOS POSTOS DE TRABALHO, DIMINUINDO AS DISTÂNCIAS E SIMPLIFICANDO OS DESLOCAMENTOS PARA DIMINUIR OS TEMPOS PADRÃO.

19 9 - PROPOSTAS DE SOLUÇÃO MUDAR O LAYOUT DIMINUINDO, SIMPLIFICANDO E DESCRUZANDO OS DESLOCAMENTOS DE EIXOS E CAMINHÕES PARA DIMINUIR O TEMPO PADRÃO DE CADA POSTO, AUMENTANDO A PRODUTIVIDADE.

20 MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS
9.1 - LAYOUT PROPOSTO 1 MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS MONTAGEM MONTAGEM DOS BRAÇOS PRÉ-MONTAGEM COLOCAÇÃO DAS RODAS ALINHAMENTO INSPEÇÃO FINAL TECTIL I O FLUXO DE CAMINHÕES FLUXO DE EIXOS FLUXO DE BRAÇOS O I ENTRADA SAÍDA

21 9.2 - CRONOANÁLISE DA PROPOSTA 1
POSTOS DE TRABALHOS TEMPO PADRÃO VEÍCULOS POR DIA(*) PRÉ-MONTAGEM 18,37 min 26,13 COLOCAÇÃO DAS RODAS 11,98 min 40,08 MONTAGEM DOS BRAÇOS 3,61 min 133,09 MONTAGEM 34,45 min 13,54 ALINHAMENTO 19,00 min 25,26 TECTIL 6,07 min 79,14 INSPEÇÃO FINAL 16,55 min 29,00 * CONSIDERANDO A JORNADA DE 8 HORAS DIÁRIAS DE TRABALHO.

22 9.3 - CARACTERÍSTICAS DA PROPOSTA 1
VANTAGENS DESVANTAGENS ELEVADO GRAU DE TREINAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS DESLOCAMENTOS CRUZADOS ENTRE OS POSTOS DE TRABALHO QUALIDADE DO PROCESSO TRABALHO REPETITIVO PADRONIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES SOBRECARGA DA INSPEÇÃO FINAL COLABORAÇÃO ENTRE OS FUNCIONÁRIOS DE POSTOS DIFERENTES ELEVADOS NÍVEIS DE CALOR E RUÍDOS DIMINUIÇÃO DOS TEMPOS DE DESLOCAMENTOS CUSTO DE MUDANÇA DOS POSTOS SEPARAÇÃO DAS LINHAS DESCRUZAMENTO TOTAL DOS DESLOCAMENTOS DE EIXOS E CAMINHÕES

23 MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS m²
9.4 - LAYOUT PROPOSTO 2 MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS m² MONTAGEM MONTAGEM DOS BRAÇOS m² PRÉ-MONTAGEM COLOCAÇÃO DAS RODAS ALINHAMENTO INSPEÇÃO FINAL TECTIL I O FLUXO DE CAMINHÕES FLUXO DE EIXOS FLUXO DE BRAÇOS O I ENTRADA SAÍDA

24 9.5 - CRONOANÁLISE DA PROPOSTA 2
POSTOS DE TRABALHOS TEMPO PADRÃO VEÍCULOS POR DIA(*) PRÉ-MONTAGEM 18,40 min 26,09 COLOCAÇÃO DAS RODAS 12,16 min 39,47 MONTAGEM DOS BRAÇOS 3,58 min 134,27 MONTAGEM 35,75 min 13,43 ALINHAMENTO 19,04 min 25,22 TECTIL 6,00 min 80,00 INSPEÇÃO FINAL 16,53 min 29,04 * CONSIDERANDO A JORNADA DE 8 HORAS DIÁRIAS DE TRABALHO.

25 9.6 - CARACTERÍSTICAS DA PROPOSTA 2
VANTAGENS DESVANTAGENS ELEVADO GRAU DE TREINAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS DESLOCAMENTOS CRUZADOS ENTRE OS POSTOS DE TRABALHO QUALIDADE DO PROCESSO TRABALHO REPETITIVO PADRONIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES SOBRECARGA DA INSPEÇÃO FINAL COLABORAÇÃO ENTRE OS FUNCIONÁRIOS DE POSTOS DIFERENTES ELEVADOS NÍVEIS DE CALOR E RUÍDOS DIMINUIÇÃO DOS TEMPOS DE DESLOCAMENTOS CUSTO DE MUDANÇA DOS POSTOS SEPARAÇÃO DAS LINHAS DESCRUZAMENTO PARCIAL DOS DESLOCAMENTOS DE EIXOS E CAMINHÕES

26 10 - ESCOLHA DA PROPOSTA VEÍCULOS POR DIA(*) 26,02 26,13 26,09 33,16
LAYOUT POSTOS DE TRABALHOS VEÍCULOS POR DIA(*) ATUAL PROPOSTA 1 PROPOSTA 2 PRÉ-MONTAGEM 26,02 26,13 26,09 COLOCAÇÃO DAS RODAS 33,16 40,08 39,47 MONTAGEM DOS BRAÇOS 132,23 133,09 134,27 MONTAGEM 13,24 13,54 13,43 ALINHAMENTO 25,18 25,26 25,22 TECTIL 78,93 79,14 80,00 INSPEÇÃO FINAL 28,98 29,00 29,04 * CONSIDERANDO A JORNADA DE 8 HORAS DIÁRIAS DE TRABALHO.

27 MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS m²
ESCOLHA DA PROPOSTA MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS MONTAGEM MONTAGEM DOS BRAÇOS PRÉ-MONTAGEM COLOCAÇÃO DAS RODAS ALINHAMENTO INSPEÇÃO FINAL TECTIL I O PROPOSTA 1 MONTAGEM DE VEÍCULOS ESPECIAIS m² MONTAGEM MONTAGEM DOS BRAÇOS m² PRÉ-MONTAGEM COLOCAÇÃO DAS RODAS ALINHAMENTO INSPEÇÃO FINAL TECTIL I O PROPOSTA 2

28 ESCOLHA DA PROPOSTA PELO AUMENTO DA PRODUTIVIDADE DO GARGALO, POSTO DE TRABALHO MONTAGEM (PROPOSTA 1: 13,54 VEÍCULOS POR DIA); PELA SIMPLIFICAÇÃO E DIMINUIÇÃO DOS DESLOCAMENTOS DE EIXOS E CAMINHÕES (CROQUI DA PROPOSTA 1).

29 Mesmo número de funcionários e equipamentos
11 - QUADRO RESUMO ITEM LAY OUT ATUAL LAYOUT PROPOSTO PRODUTIVIDADE 26 VEÍCULOS POR DIA 27 VEÍCULOS POR DIA RECURSOS NECESSÁRIOS Mesmo número de funcionários e equipamentos ESPAÇO UTILIZADO 1800 m2 OBSERVAÇÕES ERGONÔMICAS Esforço para empurrar o carrinho do eixo da colocação de rodas e perigo ao cruzar o fluxo de caminhões Diminuiu a distancia de deslocamento do carrinho em 30 m e não cruza a área de deslocamento dos caminhões

30 11.1 - QUADRO RESUMO ITEM LAY OUT ATUAL LAYOUT PROPOSTO
INDICADOR DO TRABALHO (por linha de montagem) 13,24 veículos por dia 13,54 veículos por dia CUSTO DE IMPLANTAÇÃO Mão-de-obra para mudar os dispositivos do local, almoço dos funcionários e a energia elétrica, para dois dias de trabalho como horas extras, para não atrapalhar linha de produção. R$ 4,40 por funcionário por hora. 6 funcionários por 16 horas resulta em R$ 422,4, mais almoço R$ 120,00 e estimativa de consumo de energia elétrica R$ 100,00. TOTAL DO CUSTO DE IMLANTAÇÃO DO LAYOUT PROPOSTO R$ 642,40. PRAZO DE AMORTIZAÇÃO A empresa não autorizou a divulgação custo de fabricação e o lucro de cada veículo produzido, impedindo desta maneira o cálculo do payback.

31 11.2 - VANTAGENS LAYOUT ATUAL LAYOUT PROPOSTA 1
ELEVADO GRAU DE TREINAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS QUALIDADE DO PROCESSO PADRONIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES COLABORAÇÃO ENTRE OS FUNCIONÁRIOS DE POSTOS DIFERENTES DIMINUIÇÃO DOS TEMPOS DE DESLOCAMENTOS SEPARAÇÃO DAS LINHAS DESCRUZAMENTO TOTAL DOS DESLOCAMENTOS DE EIXOS E CAMINHÕES

32 11.3 - DESVANTAGENS LAYOUT ATUAL LAYOUT PROPOSTA 1
DESLOCAMENTOS CRUZADOS ENTRE OS POSTOS DE TRABALHO ELEVADOS NÍVEIS DE CALOR E RUÍDOS TRABALHO REPETITIVO SOBRECARGA DA INSPEÇÃO FINAL CUSTO DE MUDANÇA DOS POSTOS

33 REFLEXÃO “ NÃO TE POSSO DAR O QUE JÁ NÃO EXISTIA EM VOCÊ MESMO. NÃO TE POSSO MOSTRAR UM CAMINHO QUE JÁ NÃO EXISTIA EM SUA PRÓPRIA ALMA. NADA TE POSSO OFERECER A NÃO SER O IMPULSO OU A CHAVE PARA QUE VOCÊ CONSIGA DESVENDAR SEU PRÓPRIO MUNDO, E ISSO É TUDO”. AUTOR DESCONHECIDO


Carregar ppt "TRABALHO DE ARRANJO FÍSICO INDUSTRIAL"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google