A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE-RS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS Prof.: Arci Dirceu Wastowski.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE-RS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS Prof.: Arci Dirceu Wastowski."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE-RS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS Prof.: Arci Dirceu Wastowski Medidas de emergências DCG Tópicos Especiais - Métodos Químicos Aplicados

2 Número total de acidentes ambientais registrados pelo IBAMA no período de 2006 a 2011.

3 Percentual de acidentes ambientais registrados pelo IBAMA por região brasileira, no ano de 2011

4 Quantitativo de acidentes ambientais registrados por estado e região brasileiros no ano de 2011.

5 Percentual de acidentes registrados por local relacionados na legenda referente ao ano de 2011

6

7 Comparativo do número de acidentes registrados pelo IBAMA por classe de risco no ano de 2011

8 Número de acidentes registrados pelo IBAMA, por tipo de evento, no ano de 2011.

9 Quantitativo de acidentes ocorridos no ano de 2011 por tipo de dano causado. (Pop quer dizer População afetada/evacuada e Susp abastecimento, diz respeito à suspensão do abastecimento de água).

10 Acidentes com Produtos Perigosos por Tipo de Via no Estado de São Paulo, no Período Compreendido entre (junho) Total de Acidentes: 1950; Fonte: CADAC-CETESB.

11

12 FLUXOGRAMA DE RESPOSTAS ÀS EMERGÊNCIAS

13 A) Classificação Quanto à Magnitude das Conseqüências - Nível 1 – Evento acidental de Pequeno Porte - Nível 2 – Acidente de Grande Porte - Nível 3 – Acidente Catastrófico B) Classificação do Evento Acidental Quanto aos Danos e à Severidade Acidentes Quanto aos Danos A) Proximidade de população, casas, hospitais, escolas e comércio B) Proximidade de rios designados para usos nobres (mananciais, etc.) C) Proximidade de Unidades de Conservação Ambiental – UCs de represas D) Proximidade de indústrias e outros empreendimentos

14 Acidentes Quanto à Severidade

15 Descrição das Atividades Constantes do Fluxograma de Respostas às Emergências

16

17

18 l DILUIÇÃO; l SURFACTAÇÃO; l DISSOLUÇÃO; l NEUTRALIZAÇÃO; l AERAÇÃO. DESCONTAMINAÇÃO MÉTODOS

19 Soluções para Descontaminação Solução A - 2 kg carbonato de sódio 5% (alcalina) 2 kg fosfato trissódico 5% 38 litros de água Solução B- 4 kg hipoclorito de sódio 10% (oxidante) 38 litros de água Solução C - 2 kg fosfato trissódico 5% (levemente 38 litros de água alcalino) Solução D- 0,5 litro de ácido clorídrico 5% (ácida) 38 litros de água Solução E - solução concentrada de (água e detergente em pó e água sabão)

20 Soluções Para Descontaminação

21 DESCONTAMINAÇÃO PROCEDIMENTOS l DESIGNAÇÃO DA EQUIPE DE DESCONTAMINAÇÃO; l DELIMITAÇÃO E ISOLAMENTO DE ÁREAS; l VERIFICAÇÃO DA DIREÇÃO DO VENTO; l CRIAÇÃO DE CORREDOR DE ACESSO À AREA DE INTERVENÇÃO; l CRIAÇÃO DO CORREDOR DE REDUÇÃO DE CONTAMINAÇÃO - CRC;

22 DESCONTAMINAÇÃO PROCEDIMENTOS O ESTABELECIMENTO DE UM CORREDOR DE REDUÇÃO DE CONTAMINAÇÃO CONSISTE NA CRIAÇÃO DE UMA VIA OBRIGATÓRIA PARA SAÍDA DE UMA ÁREA CONTAMINADA, ONDE SERÃO DESENVOLVIDAS AÇÕES EM UMA SEQUÊNCIA LÓGICA QUE PERMITAM, PROGRESSIVAMENTE, A DESCONTAMINAÇÃO DE PESSOAS, EQUIPAMENTOS E VEÍCULOS.

23 CRC (CORREDOR DE REDUÇÃO DE CONTAMINAÇÃO) ZONA MORNA ZONA FRIA ZONA QUENTE SENTIDO DO VENTO

24 FIGURA 1 – DIAGRAMA GERAL DA CENA DE EMERGÊNCIA

25 Zona 1 ou Zona Quente ou Zona de Exclusão: Localizada na parte central do acidente, é o local onde os contaminantes estão ou poderão surgir. A zona de exclusão é delimitada pela chamada linha quente. Zona 2 ou Zona Morna ou Zona de Redução de Contaminação: É a região que fica posicionada na área de transição entre as áreas contaminadas e as áreas limpas. Esta zona é delimitada pelo chamado corredor de redução da contaminação. Toda saída da zona de exclusão deverá ser realizada por esse corredor. Zona 3 ou Zona Fria ou Zona de suporte: Localizada na parte mais externa da área é considerada não contaminada. O posto de comando da operação e todo o apoio logístico ficam nessa área.

26 ZONA QUENTE

27 Operações de Emergência RESGATE ZONA FRIA


Carregar ppt "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE-RS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS E AMBIENTAIS Prof.: Arci Dirceu Wastowski."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google