A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EFEITOS DE LUZ ESTROBOSCÓPICA SOBRE O DELTA SMELT (HYPOMESUS TRANSPACIFICUS) EM LABORATÓRIO. EXPERIÊNCIA NORTE- AMERICANA E SUAS APLICAÇÕES PARA ESPÉCIES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EFEITOS DE LUZ ESTROBOSCÓPICA SOBRE O DELTA SMELT (HYPOMESUS TRANSPACIFICUS) EM LABORATÓRIO. EXPERIÊNCIA NORTE- AMERICANA E SUAS APLICAÇÕES PARA ESPÉCIES."— Transcrição da apresentação:

1 EFEITOS DE LUZ ESTROBOSCÓPICA SOBRE O DELTA SMELT (HYPOMESUS TRANSPACIFICUS) EM LABORATÓRIO. EXPERIÊNCIA NORTE- AMERICANA E SUAS APLICAÇÕES PARA ESPÉCIES DE PEIXES BRASILEIROS. Luiz Silva; Mark Bowen; Steve Hiebert; Carlos Martinez.

2 PROBLEMA Crescimento populacional: aumento na demanda por abastecimento de água e energia elétrica. Mortandade de peixes – 2 cenários distintos: 1) Canais para abastecimento de água 2) Passagem por turbinas

3 SOLUÇÕES SISTEMAS COMPORTAMENTAIS: Luz Estroboscópica Barreiras elétricas Cortinas de Bolhas Barreiras Físicas – grades e telas

4 ESPÉCIE TESTADA Delta smelt – Hypomesus transpacificus

5 TESTES Intensidade luminosa em w/cm 2 DiaNoite Área sem influência direta da luz Área com influência direta da luz Área sem influência direta da luz Área com influência direta da luz Luz desligada 5,70 X ,72 X ,36 X ,18 X10 0 Luz ligada0,65 X ,82 X ,06 X ,10 X 10 3 Variável: freqüência de emissão de flashes; 360 e 120 flashes/min

6 TESTES 50 peixes em tréplicas para cada grupo testes; 360 e 120 flashes/min – manhã e noite; 1:30 h de teste – 30 min luz desligada e 1 hora luz ligada; Análise dos vídeos – contagem dos peixes em cada uma das áreas (influência direta da luz e sem influência direta da luz) a cada 5 min; Medidas de turbidez e temperatura ao final dos testes.

7 TESTES US Bureau of Reclamation – Denver Office

8 TESTES

9 ANÁLISES ESTATÍSITCAS Teste não-paramétrico de Wilcoxon – diferenças entre dia e noite; One-way ANOVA – diferenças entre freqüência de emissão de flashes.

10 RESULTADOS Turbidez da água (NTU) Temperatura da água (ºC) CP mínimo CP máximo Área com a luz Área sem a luz Área intermed iária 2,0121,6321,6521,4036 mm54 mm

11 RESULTADOS

12 (*: p = 0,0122; p<0.05; Teste de Wilcoxon para duas amostras)

13 RESULTADOS (*: p = = ; p<0.1 One-way ANOVA)

14 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Estados Unidos – testes em Tracy, CA; Brasil: – 1) Transferência de tecnologia – equipamentos; – 2) Desenvolvimento de testes em laboratório; – 3) Teste do mesmo sistema com espécies brasileiras de água doce; – 4) Espécies alvo – aquelas envolvidas em eventos de mortandade em turbinas – mandi-amarelo;

15 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Brasil: – 5) Avaliação dos resultados obtidos em laboratório na realidade do campo; – 6) Testes da utilização em conjunto dos sistemas comportamentais; – 7) Vantagem – poderiam ser instalados em qualquer realidade de usinas hidrelétricas.

16 AGRADECIMENTOS

17 Esta apresentação estará disponível para download, a partir do dia 28/04/08, no site:


Carregar ppt "EFEITOS DE LUZ ESTROBOSCÓPICA SOBRE O DELTA SMELT (HYPOMESUS TRANSPACIFICUS) EM LABORATÓRIO. EXPERIÊNCIA NORTE- AMERICANA E SUAS APLICAÇÕES PARA ESPÉCIES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google