A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REINO FUNGI. Características Gerais: Eucariontes; Pluricelulares em maioria (hifas dando origem ao micélio); Exclusivamente heterótrofos por absorção;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REINO FUNGI. Características Gerais: Eucariontes; Pluricelulares em maioria (hifas dando origem ao micélio); Exclusivamente heterótrofos por absorção;"— Transcrição da apresentação:

1 REINO FUNGI

2 Características Gerais: Eucariontes; Pluricelulares em maioria (hifas dando origem ao micélio); Exclusivamente heterótrofos por absorção;

3 Hifas Filamentos delgados que formam o corpo do fungo Micélio reprodutor Micélio vegetativo

4 Parede celular de quitina; Substância de reserva: glicogênio; Costumam se desenvolver em locais úmidos, sombreados e sobre matéria orgânica, decompondo-a; REPRODUÇÃO: Basicamente assexuada, com formação de esporos em estruturas especiais denominadas de esporângios, o que confere um critério para a classificação do Reino.

5 REPRODUÇÃO ASSEXUADA E SEXUADA A reprodução sexuada dos fungos se inicia com a fusão de hifas haplóides, caracterizando a plasmogamia. Os núcleos haplóides diferentes, permanecem separados (fase heterocariótica, n + n). A fusão nuclear gera núcleos diplóides que, dividindo-se por meiose, produzem esporos haplóides. Esporos considerados sexuados (pela variedade decorrente do processo meiótico).

6 * Antes de ocorrer plasmogamia (fusão de citoplasmas), é preciso que uma hifa "atraia" a outra. Isso ocorre por meio da produção de feromônios, substâncias de "atração sexual" produzidas por hifas compatíveis; * Em muitos fungos, após a plasmogamia decorre muito tempo (dias, meses, anos) até que ocorra a cariogamia(fusão de núcleos); * A produção de esporos meióticos, após a ocorrência de cariogamia, se dá em estruturas especiais, freqüentemente chamadas de esporângios.

7 Modos de Vida: 1) Decompositores Móveis

8 CD e DVD Papéis Fotos Alimentos

9 Rhizopus stolonifer (bolor preto do pão)

10 2) Parasitas: micoses, frieiras, candidíases, etc. Unhas (onicomicose) Pele (impingem)

11 Esôfago Pênis Língua Candida albicans (candidíase) Palato

12 3) Predadores Micrografias eletrônicas de um nematódeo capturado pelo fungo predador Arthrobotrys oligospora.

13 4) Mutualísticos LÍQUENS: fungo + alga Parmelia Usnea (barba-de-velho)

14 MICORRIZAS: fungo + planta

15 Importância Econômica: Indústria farmacêutica (antibióticos - penicilina) Penicillium

16 Fungos Alucinógenos Centeio infectado por Claviceps purpurea Claviceps purpurea (contém o alcalóide ergotamina, utilizado na elaboração do LSD - dietilamida do ácido lisérgico)

17 Amanita muscaria (cogumelo tóxico) Amanita phalloides: 50g mata um adulto de 70kg Psilocybe mexicana (cogumelo-do-esterco)

18 Alimentação Agaricus (Champignon) Saccharomyces cerevisiae (Fungo unicelular - fermento biológico ) Tuber (Trufa)

19 Queijo camembert Queijo roquefort Shiitake Lentinus edodes(Cogumelo-do-sol) Penicillium roquefortii

20 Produtos comerciais da fermentação alcoólica dos fungos: Alimentos

21 Bebidas

22 ChytridiomycotaZygomycotaAscomycotaBasidiomycota Basidiocarpo Basidiósporo Ascocarpo Ascósporo Corpo de frutificação Zigósporo Perda do flagelo Reprodução por esporos Hifas Absorção de nutrientes do meio Parede celular com quitina

23 Classificação atualClassificação antiga Chytridiomycota Zygomycota Ascomycota Basidiomycota Ficomicetos(não possui corpo de frutificação) Ascomicetos Basidiomicetos Deuteromicetos(rep. Por esporos não flagelados por mitose)

24 Os Chytridiomycotas(quitridiomicetos), são os prováveis ancestrais dos fungos. Seus esporos são flagelados e vivem em meio aquático e em solos úmidos próximos a represas, rios e lagos. Vivem da absorção da matéria orgânica que decompõe e, muitas vezes, parasitam algas, protozoários, outros fungos, plantas e animais. Algumas espécies causam considerável prejuízo em plantas de cultivo (alfafa e milho).

25 Os zygomycotas (zigomicetos), são fungos profusamente distribuídos pelo ambiente, podendo atuar como decompositores ou como parasitas de animais. Os mais conhecidos é o Rhizobux stolonifer, bolor que cresce em frutas, pães e doces - seu corpo de frutificação é uma penugem branca que lembra filamentos de algodão, recheados de pontos escuros que representam os esporângios.

26 Os Ascomycotas (ascomicetos), são os que formam estruturas reprodutivas sexuadas, conhecidas como ascos, dentro das quais são produzidos esporos meióticos, os ascósporos – esporos não flagelados. Incluem diversos tipos de bolores, as trufas, as Morchellas, todos filamentos, e as leveduras (Saccharomyces sp.), que são unicelulares. A reprodução assexuada se dá por bipartição.

27 Os basidiomycotas (basidiomicetos), são os que produzem estruturas reprodutoras sexuadas, denominadas de basídios, produtores de esporos meióticos, os basidiósporos. O grupo inclui cogumelos, orelhas-de-pau, as ferrugens e os carvões, esses dois últimos causadores de doenças em plantas.

28 Os líquens são associações simbióticas de mutualismo entre fungos e algas. Fungos em sua grande maioria, ascomicetos (98%), o restante, basidiomicetos. As algas envolvidas são as clorofíceas e cianobactérias. Os fungos desta associação recebem o nome de micobionte e a alga, fotobionte, pois é o organismo fotossintetizante da associação. Na associação, grande parte do corpo do líquen é formado pelo fungo

29


Carregar ppt "REINO FUNGI. Características Gerais: Eucariontes; Pluricelulares em maioria (hifas dando origem ao micélio); Exclusivamente heterótrofos por absorção;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google