A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMINARIO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE EDUCAÇÃO INFANTIL 0 1 2 2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMINARIO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE EDUCAÇÃO INFANTIL 0 1 2 2."— Transcrição da apresentação:

1 SEMINARIO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE EDUCAÇÃO INFANTIL

2 SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA Coordenação de Educação Infantil e Ensino Fundamental Eliane Alves Bernardi Benatto Equipe de Educação Infantil e Anos Iniciais Leila Cristina Mattei Cirino Roseli C. de Barros Casagrande Viviane Chulek

3 SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA Núcleo Regional de Educação de Paranavaí Técnico-Pedagógico de Educação Infantil e Anos Iniciais Gisele Adriano Lúcia Helena Behringer Garcia

4 Objetivos: Proporcionar aprofundamento teórico-metodológico acerca das Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação Infantil; Subsidiar o processo de (re)elaboração das Propostas Pedagógicas da Educação Infantil frente às determinações legais; Refletir sobre a organização do trabalho pedagógico na Educação Infantil.

5 SEMINÁRIO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO INFANTIL 1ª Etapa Data: 29/05

6 Vídeo: Currículo na Educação Infantil: definições legais - Unesp/Univesp site:

7

8 RESOLUÇÃO nº 05/2009, DE 17 DE DEZEMBRO DE MEC Art. 2º As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil articulam-se com as Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica e reúnem princípios, fundamentos e procedimentos definidos pela Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação, para orientar as políticas públicas na área e a elaboração, planejamento, execução e avaliação de propostas pedagógicas e curriculares.

9 RESOLUÇÃO nº 05/2009, DE 17 DE DEZEMBRO DE MEC Art. 3º O currículo da Educação Infantil é concebido como um conjunto de práticas que buscam articular as experiências e os saberes das crianças com os conhecimentos que fazem parte do patrimônio cultural, artístico, ambiental, científico e tecnológico, de modo a promover o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 5 anos de idade.

10 RESOLUÇÃO nº 05/2009, DE 17 DE DEZEMBRO DE MEC Art. 4º As propostas pedagógicas da Educação Infantil deverão considerar que a criança, centro do planejamento curricular, é sujeito histórico e de direitos que, nas interações, relações e práticas cotidianas que vivencia, constrói sua identidade pessoal e coletiva, brinca,imagina, fantasia, deseja, aprende, observa, experimenta, narra, questiona e constrói sentidos sobre a natureza e a sociedade, produzindo cultura.

11 RESOLUÇÃO nº 05/2009, DE 17 DE DEZEMBRO DE MEC Art. 8º A proposta pedagógica das instituições de Educação Infantil deve ter como objetivo garantir à criança acesso a processos de apropriação, renovação e articulação de conhecimentos e aprendizagens de diferentes linguagens, assim como o direito à proteção, à saúde, à liberdade, à confiança, ao respeito, à dignidade, à brincadeira, à convivência e à interação com outras crianças.

12 RESOLUÇÃO nº 05/2009, DE 17 DE DEZEMBRO DE MEC Art. 9º As práticas pedagógicas que compõem a proposta curricular da Educação Infantil devem ter como eixos norteadores as interações e a brincadeira, (...)

13

14 Fonte:http://www.brasilescola.com/upload/e/consumo.jpg

15 Fonte: /uploads/2008/10/consumo.jpg Fonte:http://1.bp.blogspot.com/-w3OTM-VBKgE/http://1.bp.blogspot.com/-w3OTM-VBKgE/ TbSAFcMba/AAAAAAAAABo/WT1SfXRRJ7s/s 1600/crianca-comendo-chocolate.jpg

16 Fonte: wp-content/uploads/2011/04/trabalho-infantil.1jpg.jpg Fonte: cR6F3vR_8wz1k8pUXFZYfGwW2xFXX5lkOnyAy VdJGLQ8UG6j_ZUkQ

17 Fonte: infeliz.html

18 Fonte: Fonte: pessoas/http://www.blogunimed.com.br/cuide-das- pessoas/ deixe-as-criancas-felizes-e-seguras-em-frente-ao- computador/

19 Fonte:http://www.correiopantaneiro.com.br/wp-content/http://www.correiopantaneiro.com.br/wp-conten uploads/2009/02/criancas-indigenas.jpg Fonte: Criancas_awa-guaja.JPG Fonte:

20 Fonte: img.terra.com.br/i/2011/08/03/ rec.JPG

21 Fonte:

22 Fonte:

23 Fonte: content/uploads/2010/02/Crianasbrincando.jpg Fonte: AAAAAAAAAWc/CFESvtFYxXg/s1600/menino_tinta.jpg

24 LEITURA E REFLEXÃO Texto: Sobre as crianças, a infância e as práticas escolares MÜLLER e REDIN (2007)

25 Quais os momentos/espaços na Instituição em que as crianças são protagonistas no currículo? Participação das crianças

26 Deixa eu falar! Rede Nacional da Primeira Infância

27 CIDADANIA - Eu estava feliz porque estava cheio de segurança. Estava cheio de segurança porque os meus amigos estavam ali. – Nós temos sonhos. – Eu queria um beijo. - Eu não tenho certidão porque minha mãe não comprou. Deixa eu falar!

28 LUGAR PARA BRINCAR... - Eu brinco no pé da escola e na creche. É legal brincar lá na escada, porque encontro meus amigos. Só que os carrinhos caem. Eu queria um lugar grande para fazer minha pista. - Minha casa não tem quintal, mas eu desenhei um quintalzinho para poder brincar. Deixa eu falar!

29 O BRINCAR E OS BRINQUEDOS – Queria que tivesse parquinho perto da minha casa. Tem um campinho de jogar bola. Eu e minha amiga subimos na árvore. - Eu queria um circo para ver palhaço. Amo circo de graça. - Eu queria uma árvore grande para brincar de ser macaquinho. Deixa eu falar!

30 ENSINANDO OUTRAS FORMAS DE FAZER - Toda vez que eu saio da sala, minha professora pede para eu entrar no trenzinho. Aí eu pedi para ela para eu ir de a pé. Eu não gosto mais de andar de trenzinho. – Lá na escola, quando a gente faz bobeira, vai conversar com a diretora. Eu não falo. Só posso escutar. Ela fala, fala, fala o tempo todo. Eu peço desculpa para o meu amigo e vou para a sala. – Eu sei que pode escrever o que a gente pensa. Pode, não é? Deixa eu falar!

31 Art Compete à instituição de educação infantil, ao elaborar a sua proposta pedagógica, à luz das diretrizes estabelecidas nos artigos anteriores, garantindo a articulação família, escola e comunidade, explicitar: I - as concepções de infância, de desenvolvimento humano e de ensino e aprendizagem; II - a articulação entre as ações de cuidar e educar; III - as características e as expectativas da população a ser atendida e da comunidade na qual se insere; IV - o regime de funcionamento, preferencialmente de forma interrupta durante o ano civil; V - a descrição do espaço físico, instalações e equipamentos; DELIBERAÇÃO Nº 02/05- CEE

32 (...) VI - a definição de parâmetros de organização de grupos e relação professor/criança; VII - seleção e organização dos conteúdos, conhecimentos e atividades no trabalho pedagógico; VIII - a gestão escolar expressa através de princípios democráticos e de forma colegiada; IX - a articulação da educação infantil com o ensino fundamental, garantindo a especificidade do atendimento das crianças de zero a seis anos de idade; X - a avaliação do desenvolvimento integral da criança; XI - a avaliação institucional; XII - a formação continuada dos profissionais da instituição. DELIBERAÇÃO Nº 02/05- CEE

33 Texto: Como elaborar uma Proposta Pedagógica? FARIA e SALLES (2007) LEITURA E REFLEXÃO

34 Enfocar a relação entre o texto lido e o documento Orientações para (re)elaboração, implementação e avaliação de proposta pedagógica na Educação Infantil – SEED: elementos abordados em um dos documentos e não abordados em outro; elementos necessários a construção da proposta pedagógica que não são abordados no texto e no documento de orientações.

35 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ Carlos Alberto Richa SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Flávio Arns DIRETORIA GERAL Jorge Wekerlin SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO Meroujy Giacomassi Cavet DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA Maria Cristina Theobald COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS Eliane Alves Bernardi Benatto EQUIPE TÉCNICO PEDAGÓGICA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS Leila Cristina Mattei Cirino Roseli Correia de Barros Casagrande Viviane Chulek


Carregar ppt "SEMINARIO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE EDUCAÇÃO INFANTIL 0 1 2 2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google