A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GÊNEROS POÉTICOS E SUAS POSSIBILIDADES DIDÁTICAS Profa. Dra. Martha Ribeiro Parahyba UNIOESTE – NRE Foz do Iguaçu - 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GÊNEROS POÉTICOS E SUAS POSSIBILIDADES DIDÁTICAS Profa. Dra. Martha Ribeiro Parahyba UNIOESTE – NRE Foz do Iguaçu - 2011."— Transcrição da apresentação:

1 GÊNEROS POÉTICOS E SUAS POSSIBILIDADES DIDÁTICAS Profa. Dra. Martha Ribeiro Parahyba UNIOESTE – NRE Foz do Iguaçu

2 A noção de gênero literário, na atualidade, está inscrita na noção de gênero de discurso. Estudaram-se, mais que tudo, os gêneros literários. Mas estes, tanto na Antiguidade como na época contemporânea, sempre foram estudados pelo ângulo artístico-literário de sua especificidade, das distinções intergenéricas (nos limites da literatura), e não enquanto tipos particulares de enunciados, com os quais contudo têm em comum a natureza verbal (linguística). O problema de linguística geral colocado pelo enunciado, e também pelos diferentes tipos de enunciado quase nunca foi levado em consideração (BAKHTIN, 1952 – 1953/1979, p. 281).

3 GÊNERO POÉTICO Base teórica de análise dos gêneros da tradição literária e da tradição não-literária (letras de canção e gêneros da tradição oral)

4 Os gêneros poéticos serão aqui considerados como objetos estéticos tal como entendido no interior da discussão de enunciados em gêneros discursivos. Manual didático e os traços de suas formas arquitetônicas e composicionais presentes e o perfil do leitor literário que se forma.

5 Manual didático e Autoria Para tanto o livro didático de língua portuguesa será considerado como um enunciado num gênero de discurso. Nesse caso, aplica-se a noção de autoria (Bakhtin) para auxiliar a compreender os diferentes processos de didatização dos gêneros poéticos.

6 AUTORIA No processo de produção de um manual didático pode-se vislumbrar esta tripartição autoral (autor, herói, ouvinte), intimamente ancorado a elementos específicos de um todo arquitetônico.

7 HERÓIS O que envolve a avaliação de um manual didático: atores sociais envolvidos, instâncias educacionais, concepções teóricas sobre conteúdos e disciplinas, técnicas e métodos, discursos dos documentos oficiais, políticas públicas e práticas e coerções da esfera editorial.

8 O herói constitui-se aqui de todas as escolhas que o autor-criador faz, inclusive sobre o seu próprio olhar em torno de algumas determinações oficiais, e outras derivadas da própria tradição das práticas escolares. E, nesse caso, a relação axiológica emerge de um processo de elaboração entre pessoas reais, tal como o público a quem se dedica a obra, e de que se valerá dela.

9 CONTRATO DE LEITURA No caso do livro didático, as considerações sobre o ouvinte dizem respeito às formas de estruturação das obras tendo em vista os seus leitores: Alunos, professores, interlocutores, avaliadores do PNLD.

10 A compreensão do livro didático como gênero discursivo mostrou-se necessária, porque não se pode desconsiderar a ação autoral nesse tipo de livro: porque a própria seleção dos textos, dos autores, das atividades e do discurso autoral vai organizar o ensino e enfocar um ou outro aspecto, do discurso literário, ou não. Todo esse conjunto espelha a visão que se tem sobre os objetos estéticos, poéticos e consequentemente sobre o leitor literário que se forma.

11 Compreende-se que o poema, cujo principal objetivo, para a formação do leitor, é a percepção de seu aparato estético, dos usos da linguagem, dos valores subliminares na ótica de um AUTOR em condições especiais de produção, oculta-se no novo suporte que lhe é dado, no livro didático, alterando completamente o contrato de leitura implícito na leitura do discurso literário.

12 A questão está na apreensão das características especiais do livro didático em lidar com a concepção do literário, sobretudo do poético, articulando a uma apreciação valorativa, de modo a permitir que o aluno-leitor possa perceber, e formar- se, como leitor desta categoria de discurso.

13 MAR PORTUGUÊS Fernando Pessoa Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casar Para que fosses nosso, ó mar!

14 Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a alma não é pequena. Quem quer passar além do Bojador Tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, Mas nele é que espelhou o céu

15 Deus ao mar o perigo e o abismo deu/Mas nele espelhou o céu Para entender bem esses versos, é preciso entender sua estrutura sintática. (Exercícios para a 7ª série, livro didático) a)No primeiro verso, quem ao mar o perigo e o abismo deu? b) Escreva em ordem direta o sujeito e o verbo da frase.

16 c)Deus deu o quê? d)Deu a quem? e)Reescreva o verso na seguinte ordem sintática: sujeito + verbo + objeto indireto + objeto direto f) O verso seguinte é introduzido por uma conjunção. Destaque-a e classifique-a

17 Vapt-vupt (Ulisses Tavares) O discurso político para o povo entrou por um ouvido eevacuou pelo outro

18 Exercício do livro didático para a 8ª série. 1) Indique o que nos permite afirmar que a função da linguagem nele empregada é poética. 2) Reescreva o poema em linguagem referencial

19 Sula Miranda e Mauro e Maurício Gasperini Fragmento de canção (6ª série) (...) Na primeira vez que eu te vi Naquele instante pude entender Alguma coisa estranha aconteceu [comigo]

20 Djavan Meu ar de dominador Dizia que eu ia ser seu dono E nessa eu dancei!

21 Exercícios Classifique o sujeito das orações destacadas e, quando possível, indique a sua composição morfológica.

22 Entre o objeto estético e o objeto didático Por conclusão, espera-se que a abordagem do enunciado poético de forma discursiva, inclua aspectos do processo de produção, as dimensões sócio-históricos, a forma composicional e as escolhas linguísticas que configuram o estilo do autor ou do estilo marcado pelo gênero

23 Referência bibliográfica: PADILHA, Simone de Jesus. Os gêneros poéticos em livros didáticos de língua portuguesa do ensino fundamental : uma abordagem enunciativo-discursiva. Tese de Doutorado. São Paulo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Disponível na internet.


Carregar ppt "GÊNEROS POÉTICOS E SUAS POSSIBILIDADES DIDÁTICAS Profa. Dra. Martha Ribeiro Parahyba UNIOESTE – NRE Foz do Iguaçu - 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google