A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Coisa julgada. O que significa? A coisa julgada nao e efeito da sentenca – ela e a qualidade de imunizar os efeitos produzidos pela mesma Beneficia ou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Coisa julgada. O que significa? A coisa julgada nao e efeito da sentenca – ela e a qualidade de imunizar os efeitos produzidos pela mesma Beneficia ou."— Transcrição da apresentação:

1 Coisa julgada

2 O que significa?

3 A coisa julgada nao e efeito da sentenca – ela e a qualidade de imunizar os efeitos produzidos pela mesma Beneficia ou prejudica 3o Em regra, nao beneficia ou prejudica 3o

4 Qual a finalidade da coisa julgada? Estabilidade da tutela jurisdicional

5 Qual o fundamento legal da coisa julgada?

6 Art. 5º, XXXVI, CF Arts. 467 e ss., CPC

7 Coisa julgada material x formal

8 Qual a diferença entre coisa julgada formal e preclusão?

9 O que significa a eficacia preclusiva da coisa julgada?

10 Relativizacao da coisa julgada

11 Dinamarco: Propõe a interpretação sistemática e evolutiva dos princípios e garantias constitucionais Como sua tese se aplica ao tema da coisa julgada?

12 Dinamarco: Flexibilização dos princípios, que não devem ser vistos como fetiche Certeza/segurança X justiça/legitimidade das decisoes

13 Como resolver, a luz da tecnica processual, a injustiça das sentenças declaratorias de paternidade antes do surgimento dos exames de DNA? -Açao declaratoria de inexistencia de coisa julgada -Barbosa Moreira: prazo para rescisoria a partir da ciencia do resultado do exame -Pontes de Miranda: (i) propor nova demanda igual a primeira; (ii) resistir na fase executiva; (iii) fazer a alegacao em outro processo (acao declaratoria de nulidade da sentenca) -Dinamarco: ampliar o caso de aceitacao da rescisoria

14 Qual o posicionamento das Cortes brasileiras? No que toca ao instrumento processual, o posicionamento tem sido bastante amplo/permissivo No que toca a tese de flexibilizacao da coisa julgada, ha julgados em sentido favoravel [STJ, REsp ] e contrario [STJ, Resp )

15 Exercicios

16 Exercicio Regra/doutrina tradicional/Liebman/CPC: coisa julgada nao pode prejudicar terceiros Problema: situacao juridica incindivel (ex. Dissolucao de assembleia de S/A) Ada Pellegrini Grinover: e a propria natureza das coisas que resolve o problema Litisconsorcio facultativo unitario – objeto indivisivel/mesma situacao juridica Sentença necessariamente uniforme Tem-se um ato unico e indivisivel exposto a uma pluralidade de sujeitos

17 Doutrina e legislacao estrangeira: 1.A sentenca e una, e a coisa julgada atinge a todos (Chivenda, direito alemao) 2.A sentenca favoravel beneficia a todos; a desfavoravel, apenas a parte que litigou (direito italiano). Direito brasileiro: omisso Tutela Coletiva – extensao erga omnes, exceto se improcedencia fundada em falta de provas

18 1 e 2. Sim, em razao do litisconsorcio unitario, ja que o objeto da demanda e indivisivel – nao ha como anular a assembleia de forma fracionada. Tanto os efeitos da sentenca como a coisa julgada deveriam ser aplicaveis a todos os acionistas. 3. Posicionamentos doutrinarios: (I) a coisa julgada se estende a todos os acionistas; (II) de modo a compatibilizar a regra com as garantias do devido processo legal, ha quem defenda que apenas em caso de procedencia isso pode ocorrer; 4. Para APG, a substituicao soluciona o problema – critica: nem todos os socios querem o mesmo resultado – ela rebate afirmando que podem ser formados grupos de interesses antagonicos, e os acionistas aderem a um ou ao outro. 5. Certamente que sim.


Carregar ppt "Coisa julgada. O que significa? A coisa julgada nao e efeito da sentenca – ela e a qualidade de imunizar os efeitos produzidos pela mesma Beneficia ou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google